Empresa de Weinstein está perto da falência – e mulheres se unem para comprá-la

thomashawk / Flickr

Harvey Weinstein

Depois do escândalo em torno do produtor Harvey Weinstein, mulheres de todo o mundo  ganharam coragem de denunciar assédios sexuais, estupros e agressões.

Mais de 100 mulheres, entre as quais várias atrizes de Hollywood, acusaram Harvey, um dos produtores mais conhecidos de Hollywood, de assédio ou abuso sexual, durante os últimos 40 anos.

Desde as acusações, os projetos da empresa The Weinstein Company – a produtora de Harvey – estão estagnados. Muitas das pessoas e empresas que trabalham ou trabalhavam regularmente com o produtor, passaram a evitar a empresa, que ao que tudo indica já se encontra em dificuldades financeiras.

Entretanto, há agora dois grupos de investidores liderados por mulheres interessados na aquisição da The Weinstein Company.

À frente do primeiro grupo está a produtora independente novaiorquina Killer Content, que se juntou a Abigail Disney, realizadora e neta do fundador da Walt Disney Company, e à New York Women’s Foundation, para avançar com uma proposta de aquisição da empresa de Weinstein.

Apesar de estar próximo da falência, a The Weinstein Company detém um catálogo com mais de 100 filmes e séries de televisão bem sucedidos. E este grupo de investidoras quer adquirir os ativos de cinema e televisão e doar parte dos lucros a organizações que apoiam mulheres vítimas de abusos sexuais.

Segundo a RFI, a segunda oferta será apresentada por Maria Contreras-Sweet, gestora do Gabinete de Pequenas Empresas durante a administração de Barack Obama.

Segundo a Deadline, em carta dirigida ao conselho da TWC, Contreras-Sweet afirma que reuniu “um grupo de sócios financiadores, assessores e consultores de primeiro nível”, que podem oferecer 275 milhões de dólares pela empresa.

Contreras-Sweet afirma ainda ser essencial que seja um grupo liderado por mulheres a assumir a liderança da The Weinstein Company.

Mil artistas norueguesas denunciam assédio sexual

Mil artistas norueguesas denunciaram violações, agressões e assédio sexual, em um manifesto publicado nesta quinta-feira (23) na imprensa local. A Noruega é considerado o segundo país mais igualitário do mundo.

A vergonha e o sentimento de culpa devem voltar ao seu lugar: aos que assediam e aos que os protegem”, afirmaram 295 cantoras norueguesas em artigo publicado no Aftenposte. Em outro artigo, mais de 700 artistas declararam não existir “nenhum motivo para pensar que o mundo da música é melhor na Noruega”.

Segundo o relatório do Fórum Econômico Mundial (WEF), a Noruega ficou em segundo lugar entre os países que mais respeitam a igualdade de gênero. O relatório analisou as desigualdades salariais e o espaço dado às mulheres na política e na economia.

De acordo com a AFP, o Aftenposte publicou também um conjunto de testemunhos, todos eles anônimos, de artistas que foram vítimas de violência, pressões e humilhações de caráter sexual.

“Em Oslo, sofri uma agressão por parte de um conhecido, mas, como muitas mulheres, pensei que era algo frequente e que não valia a pena denunciá-lo“, afirma uma artista.

“Durante toda a minha carreira, recebi comentários sobre a minha aparência e a minha sexualidade”, diz uma cantora. “Recebi um grande número de mensagens de colegas sobre a minha aparência física, mas nunca recebi mensagens sobre meu trabalho“.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo de esqueletos de 200 gerações revela como humanos evoluíram para lutar contra germes

Estudiosos analisaram cerca de 70 mil esqueletos de 200 gerações a fim de entender como a humidade passou por pandemias anteriores. Os estudos foram feitos acerca de doenças infecciosas como tuberculose, treponematose e hanseníase. Os pesquisadores …

Médica adverte sobre síndrome inflamatória multissistema em pacientes que superaram covid

A médica-chefe de um hospital de Moscou, Mariana Lysenko, declarou em uma entrevista ao canal RT que alguns dos pacientes que superaram a COVID-19 podem desenvolver uma síndrome inflamatória multissistema. De acordo com a médica, a …

Militares abrem fogo contra manifestantes em Mianmar

Forças de segurança reforçam repressão aos protestos contra golpe de Estado e deposição do governo democraticamente eleito. Relatos de mortes surgem de várias cidades. ONU condena violência e o uso de força excessiva. As forças de …

LEGO lança quiz online para educar a criançada sobre cyberbullying

O sentido educacional que os brinquedos da LEGO oferecem ganha nova e ainda maior dimensão com o lançamento do Safer Internet Day (ou Dia da Internet mais Segura, em tradução livre), um quiz virtual desenvolvido …

Covid-19: Peru prorroga suspensão de voos do Brasil até 14 de março

O governo do Peru anunciou neste domingo (29) a prorrogação até 14 de março da suspensão de voos procedentes do Brasil. A medida preventiva visa evitar a entrada de passageiros que podem estar infectados …

Ex-funcionários do McDonald's revelam "estratégia de espionagem" da rede de fast-food

A revista Vice analisou testemunhos de supostos trabalhadores anônimos do McDonald's que tinham conhecimento direto da vigilância, e vazou documentos que explicam as táticas de espionagem. Uma equipe de analistas de inteligência da cadeia de fast-food …

Bolsonaro usa pesquisa alemã distorcida para criticar uso de máscaras

O presidente Jair Bolsonaro usou sua live de quinta-feira (26/02) para mais uma vez desestimular o uso de máscaras contra a covid-19. No mesmo dia em que o Brasil registrou a segunda pior marca de mortes …

Cientistas congelam sêmen de corais para tentar salvar espécie da extinção no Brasil

Estima-se que até 50% dos recifes de corais já desapareceram dos oceanos. A previsão para o futuro também não é animadora: uma projeção da Unesco apontou que, caso as mudanças climáticas não sejam revertidas, eles …

Esqueletos descobertos podem revelar a história do mais rico pirata da historia, morto há 300 anos

No início do século XVIII, quem mandava nos mares sem lei do Caribe, da América Central e da América do Norte era o grande pirata inglês Samuel Bellamy, imortalizado pelo apelido de “Black Sam”. Um dos …

Biden isola príncipe saudita, provável alvo de relatório da CIA sobre morte de jornalista

O presidente americano, Joe Biden, falou pela primeira vez por telefone nesta quinta-feira (25) com o rei Salman, da Arábia Saudita, na iminência da publicação de um aguardado relatório de inteligência sobre o assassinato …