Lava do vulcão Cumbre Vieja chega ao mar e gera gases potencialmente tóxicos

Carlos de Saa / EPA

Erupção do vulcão Cumbre Vieja em La Palma, nas Canárias.

A lava expelida pelo vulcão da ilha espanhola de La Palma que entrou em erupção há 11 dias chegou ao mar na madrugada desta quarta-feira (29), gerando gases potencialmente tóxicos, embora até o momento implique apenas um risco “menor” para a população.

As imagens da AFPTV pela manhã mostravam grandes colunas de vapor e gases que se elevavam quando o fluxo de lava chegava ao mar na costa oeste da ilha do arquipélago atlântico das Canárias. A ilha de Palma tem 85 mil habitantes e vive do cultivo de banana e do turismo.

Com temperatura superior a 1.000°C, o impacto da lava do vulcão Cumbre Vieja, com a água do oceano aconteceu às 23h locais (19h em Brasília). Como precaução, os moradores das áreas mais próximas foram confinados para evitar o contato com os gases tóxicos.

“Neste momento, temos um vento importante na área que dissipa mais essa coluna (de gases) em direção ao mar. Portanto, o risco é muito menor” para a população, disse à rádio pública RNE Rubén Fernández, um dos responsáveis pelo Plano de Emergências Vulcânicas das Ilhas Canárias (Pevolca). “Por enquanto, não temos nenhum indício que nos faça pensar que seja perigoso para as pessoas que estão em confinamento, nem para as equipes de emergência, que também respeitam os perímetros de segurança”, acrescentou.

A inalação ou o contato com gases ácidos e líquidos podem irritar a pele, os olhos e o aparelho respiratório e causar dificuldades respiratórias”, alertou o Instituto Vulcanológico das Canárias (Involcan).

Canal para o mar

Frente às piores previsões, a chegada da lava ao mar “transcorre dentro da normalidade“, disse pela manhã à rádio COPE o presidente regional das Canárias, Ángel Víctor Torres.

“Foi aberto um canal do vulcão ao mar, e o que todos esperamos é que tudo evolua de forma natural, ou seja, que a língua de lava da ilha pare de se expandir e vá em direção ao mar”, disse Torres.

Cientistas diziam que era muito difícil prever quando a lava chegaria ao mar, já que sua velocidade havia variado nos dias anteriores.

Na manhã de segunda-feira (27) houve uma redução notável da atividade do vulcão Cumbre Vieja, mas à tarde a erupção voltou com intensidade renovada, o que fez com que o fluxo ganhasse velocidade e terminasse alcançando a água no dia seguinte.

Por causa da erupção, mais de 6.000 pessoas tiveram de deixar suas casas, mas não foram registradas vítimas. A lava já devastou 656 construções – nem todas residências – e cobriu 268 hectares da ilha, segundo o sistema de medição geoespacial europeu Copernicus.

“Em toda essa extensão não sobrou nada além de lava. A paisagem será outra, a devastação é tremenda (…) A ilha de La Palma naquela área é outra ilha”, lamentou o presidente regional das Ilhas Canárias.

A chuva de cinzas deixou o aeroporto de Santa Cruz de la Palma inoperante por 24 horas no fim de semana e, embora teoricamente aberto, praticamente não há voos chegando.

Na terça-feira, o governo espanhol aprovou um pacote de ajuda imediata de US$ 12,2 milhões para fornecer casas e itens de primeira necessidade para quem perdeu tudo com a erupção.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

UE exportou mais de um bilhão de doses contra Covid-19, diz Comissão Europeia

A União Europeia exportou mais de um bilhão de doses de vacinas contra a Covid-19 para mais de 150 países. Essa quantidade representa a metade das doses produzidas na Europa, de acordo com dados …

Colin Powell, ex-secretário de Estado dos EUA, morre aos 84 anos

Primeiro negro a ocupar topo da diplomacia e da máquina militar americana, ex-general teve papel de destaque na Guerra do Golfo e arranhou sua credibilidade ao apoiar a invasão do Iraque uma década depois. Colin Powell, …

Criminosos usam escaneamento por código do próprio usuário para 'sequestrar' contas do WhatsApp

Em 2019, um relatório divulgado pelo laboratório de pesquisa da empresa de segurança virtual Eset alertou que uma das formas crescentes de sequestro de contas do WhatsApp era feita por meio de um ataque conhecido …

EUA: Manobras de Trump bloqueiam investigação sobre invasão do Capitólio

Vários parceiros e associados do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se recusaram a comparecer à comissão da Câmara que investiga a invasão de 6 de janeiro de 2021 contra o Capitólio, sede do …

Dor nos olhos após COVID-19: cientistas explicam causa de complicação inesperada do vírus

Uma pesquisa de cientistas alemães mostrou que o coronavírus pode penetrar nos olhos e infectar os fotorreceptores e células ganglionares na retina. Isso pode ser uma causa de problemas com os olhos após a COVID-19. Os …

Estudo mostra como mudanças climáticas afetarão a energia hidrelétrica no Brasil

Um novo relatório publicado pela Global Environmental Change revela que, nas próximas décadas, as reduções de precipitação e vazão dos rios na região amazônica — a maior bacia hidrográfica do mundo e uma forte candidata …

Merkel é premiada por compromisso com a União Europeia

"Somente uma Europa unida é uma Europa forte", diz a líder alemã ao receber o prêmio Carlos 5º. Rei espanhol destaca pragmatismo e confiabilidade da chanceler federal, descrevendo-a como uma "mulher extraordinária". Prestes a deixar o …

França: crianças pobres são ainda mais vulneráveis à poluição do ar, aponta relatório

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a rede mundial Climate Action Network International, que reúne associações que lutam contra o aquecimento global, divulgaram, nesta quinta-feira (14), o relatório "Injustiça social …

'Love is in the Bin': a obra semidestruída de Banksy vendida a R$ 121 milhões em leilão

Uma obra de arte de Banksy que se autodestruiu parcialmente em um leilão anterior foi arrematada agora a um preço recorde de 16 milhões de libras (cerca de R$ 121 milhões). Love is in the Bin …

EUA tentam virar a página da era Trump e voltam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Os Estados Unidos voltaram, nesta quinta-feira, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, órgão que o país havia deixado durante o mandato de Donald Trump. O retorno mostra a vontade de Washington de fazer …