Líder opositor russo Alexei Navalny é preso

varfolomeev / Flickr

Manifestação de apoio a Alexei Navalny (ao centro)

Fundação de crítico do governo Putin também foi alvo de operação de busca. Ação ocorre após um aliado do político ser recrutado à força pelo Exército e enviado para uma ilha no Ártico.

O político russo Alexei Navalny foi preso mais uma vez nesta quinta-feira após uma batida policial em sua fundação anticorrupção. A ação ocorre três dias após um dos membros do grupo de Navalny ter sido recrutado à força pelas Exército russo e enviado para uma base militar no Ártico.

“Alexei foi detido e levado à força. Ele não resistiu. Os advogados ainda estão na Fundação Anticorrupção (FBK), e há uma busca em andamento”, escreveu no Twitter Kira Yarmysh, porta-voz de Navalny. Ainda segundo Yarmysh, ele foi solto pouco depois.

Em entrevista à DW, Yarmysh disse que a polícia parecer ter planejado a batida para coincidir com as filmagens de um episódio do programa de Navalny no YouTube, o “Navalny Live”.

Ela ainda disse que o episódio da semana passada – que abordou um tiroteio do lado de fora do prédio dao Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) e uma coletiva de imprensa do presidente Vladimir Putin – registrou quase 1,5 milhão de visualizações, um “número recorde”.

“Eles não gostaram desse sucesso”, disse ela à DW, acrescentando: “Se eles realizarem buscas em nossos escritórios, podem apreender equipamentos técnicos. Assim não haverá mais o programa “. Yarmysh disse que operações de busca nos escritórios da oposição se tornaram “parte do cotidiano”.

Em setembro e outubro, houve batidas em massa nos escritórios da fundação em todo o país, bem como nas casas dos funcionários da FBK. O grupo foi declarado como “agente estrangeiro” pelas autoridades russas em outubro.

A batida mais recente também ocorre depois que um dos aliados de Navalny, Ruslan Shaveddinov, foi recrutado à força pelas forças armadas e enviado para um posto militar remoto no arquipélago de Novaya Zemlya, no Oceano Ártico, 2 mil quilômetros ao norte de Moscou.

Shaveddinov, de 23 anos, atuava na fundação de Navalny e foi apresentador de um programa online que fez parte da campanha barrada do político à Presidência nas eleicoes de 2018. Na segunda-feira, ele foi detido em sua casa. No dia seguinte, já estava na base no Ártico.

Na Rússia, homens entre 18 e 27 anos são elegíveis para recrutamento e normalmente servem um ano de serviço militar. No caso Shaveddinov, as autoridades justicaram a medida afirmando que ele vinha evitando cumprir a obrigação. Já Yarmysh disse que a detenção e recrumentando forçado de Shaveddinov constituem uma “pressão pessoal contra o ativista”. Em um publicação em seu blog, Navlny chamou o jovem ativista de “prisioneiro político”.

Nos últimos anos, as autoridades russas aumentaram a pressão sobre Navalny e seus aliados. O político de 43 anos se tornou conhecido na Rússia e no exterior a partir de 2011, quando passou a criticar o governo russo em seu blog. Nos anos seguintes, passou a organizar protestos contra Putin. Em 2013, se candidatou a prefeito de Moscou e conseguiu 27% dos votos, ficando apenas atrás de um apadrinhado de Putin.

Em 2016, ele anunciou que pretendia se candidatar à Presidência nas eleições de 2018, mas seu registro foi negado pelas autoridades eleitorais.

No último verão russo, ele organizou protestos para pedir eleições transparentes. Ele foi preso diversas vezes nos últimos anos.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Trump contradiz especialista e afirma que logo haverá vacina

Presidente diz que vacina contra covid-19 estará disponível daqui a algumas semanas, apenas horas depois de diretor de agência de saúde afirmar que ampla vacinação provavelmente ocorreria apenas em 2021. O presidente dos Estados Unidos, Donald …

Médicos estão prontos para implantar o primeiro olho biônico do mundo

Um time de cientistas da Monash University (Austrália) criou um “olho biônico” que, de acordo com eles, tem o potencial de devolver a visão a cegos através de um implante no cérebro. Os pesquisadores estão a …

Um planeta do tamanho de Júpiter conseguiu sobreviver perto de uma anã branca

Normalmente, para que uma anã branca seja formada, uma estrela passa pelo fim de sua evolução através de um processo que destrói qualquer coisa que estiver por perto. Entretanto, os astrônomos se depararam com um …

Internado há uma semana com Covid-19, cacique Raoni deve deixar o hospital

Internado há uma semana, o cacique Raoni Metuktire deverá deixar o hospital onde estava internado nas próximas horas, ainda nesta sexta-feira (4). Ele se recuperou de uma inflamação cardíaca, efeito colateral da Covid-19, e …

Barbados pretende destituir Elizabeth 2ª como chefe de Estado

Barbados pretende destituir a rainha Elizabeth 2ª do cargo de chefe de Estado e se tornar uma República, anunciou na terça-feira (15/09) o governo da pequena nação caribenha, reavivando um plano discutido várias vezes no …

Fator inesperado pode estar na base da existência de antiga civilização

Especialistas consideram que o fluxo de frações de poeira grossa favoreceu a fertilidade dos solos, e, dessa forma, a sobrevivência dos primeiros humanos. Um novo estudo defende que a existência de uma antiga civilização humana poderia …

Alemanha vai receber 1.550 refugiados que tiveram pedidos de asilo aceitos na Grécia

A Alemanha vai receber cerca de 1.550 migrantes que estão espalhados em várias ilhas gregas. A chanceler Angela Merkel costurou um acordo com seu ministro do Interior, Horst Seehofer, que era reticente à proposta, …

Em estudo, pesquisadores mostram por que é tão difícil encontrar vida em Marte

Julho de 2020 foi um mês agitado: três missões foram lançadas com destino ao Planeta Vermelho e, entre elas, está a missão Mars 2020, da NASA, levando consigo o rover Perseverance e helicóptero Ingenuity rumo …

O privilégio branco da professora universitária ‘negra’ que enganou todo mundo

Acadêmica voltada para estudos sobre diásporas africanas, a norte-americana Jessica Krug sustentou a carreira sob a alegação de ser negra. Contudo, a professora assistente da George Washington University resolveu se autodeclarar branca e desmentir suas …

Yoshihide Suga é eleito primeiro-ministro do Japão

O Parlamento do Japão elegeu nesta quarta-feira (16/09) Yoshihide Suga para o cargo de primeiro-ministro, em substituição a Shinzo Abe, que renunciou por questões de saúde após quase oito anos como líder do governo. Suga, de …