Rússia prende opositor Alexei Navalny no desembarque em Moscou

(h) Alexei Navalny / EPA

O Serviço Prisional Russo (FSIN) confirmou ter prendido o opositor Alexei Navalny neste domingo, na chegada dele a Moscou. O Kremlim o acusa de ter violado as condições de uma pena de prisão suspensa em 2014.

De acordo com um comunicado do FSIN, Alexei Navalny, que chegou à Rússia no fim da tarde após vários meses de tratamento na Alemanha em razão de uma suspeita de envenenamento, “permanecerá detido até a decisão do tribunal” sobre seu caso. As autoridades russas acrescentaram que Navalny, de 44 anos, “está em uma lista de pessoas procuradas desde 29 de dezembro de 2020”.

O avião com o principal adversário russo a bordo decolou do aeroporto de Berlim às 11h17 (7h17 em Brasília). Navalny disse aos jornalistas que não tinha medo de ser preso. “Serei preso? É impossível, sou inocente“, afirmou, depois de expressar seu agradecimento à Alemanha por sua recuperação.

“Quero expressar meu mais profundo agradecimento. Obrigado a todos, espero que tudo fique bem. Hoje estou muito feliz”, disse, antes de ser conduzido a aeronave, juntamente com a esposa Yulia.

Três laboratórios europeus concluíram que o opositor havia sido envenenado com uma substância neurotóxica do tipo Novitchok, desenvolvida durante a era soviética para fins militares. Os laudos foram confirmados pela Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ), apesar dos desmentidos de Moscou.

Voo desviado

O voo de Navalny foi desviado para o aeroporto Sheremetievo, em Moscou, diferente daquele onde deveria pousar e onde seus apoiadores e policiais o esperavam. Segundo jornalistas da AFP, o piloto da aeronave que vinha de Berlim anunciou primeiro um atraso de 30 minutos devido a um “problema técnico”, antes de indicar que se dirigia para Sheremetyevo e não pousaria no aeroporto de Vnukovo, conforme fora planejado.

Nas redes sociais, mais de 9.000 pessoas haviam afirmado que desejavam receber Alexei Navalny no desembarque. Mesmo ciente dos riscos que enfrentava, ele decidiu voltar ao seu país.

A administração do aeroporto proibiu jornalistas de filmarem a chegada de Navalny, dizendo que forneceriam as imagens depois. Desde a noite de sábado (16), forças policiais reforçavam a segurança nos arredores do aeroporto.

Condenado a 3 anos e meio de prisão em um caso de fraude, Alexei Navalny não compareceu a uma revisão judicial, há algumas semanas. Ele estava se recuperando na Alemanha, mas a carta enviada para justificar sua ausência à audiência teria chegado tarde demais.

No final de dezembro, outra investigação criminal foi aberta contra o opositor. A Justiça russa acusa Navalny de ter utilizado para fins pessoais cerca de € 4 milhões de um fundo anticorrupção. Por esse caso ele pode ser condenado a até 10 anos de prisão.

As reações à prisão do opositor não demoraram. O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, disse que considera “inaceitável” a detenção de Navalny e pediu sua libertação “imediata”.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Oxford testa ivermectina como possível tratamento contra covid-19

Universidade quer verificar se medicamento antiparasitário pode trazer benefícios a infectados pelo coronavírus e evitar hospitalizações. Remédio é defendido por Bolsonaro como parte do chamado tratamento precoce. A Universidade de Oxford, no Reino Unido, afirmou nesta …

Aquecimento global fará milhões de vítimas, diz texto da ONU

Dezenas de milhões de pessoas deverão sofrer de fome, seca e doenças nas próximas décadas devido às mudanças climáticas, segundo rascunho de relatório de 4 mil páginas preparado por painel de especialistas. As mudanças climáticas irão …

Blocos flutuantes podem indicar que Vênus está geologicamente ativo

Uma equipe internacional de cientistas descobriu que a superfície de Vênus possui um manto gelatinoso, com pedaços sólidos de crosta flutuando e se movimentando como blocos de gelo. Para os especialistas, esta atividade fornece possíveis indicações …

Fábrica russa eliminará deficiências na produção da Sputnik V de acordo com recomendações da OMS

Em resultado de inspeções efetuadas na Rússia, o grupo de especialistas da Organização Mundial da Saúde fez várias observações sobre a fabricação da vacina Sputnik V. Estas são ligadas principalmente à proteção do meio ambiente …

Brasil ultrapassa Índia e volta a ser líder mundial em mortes diárias por coronavírus

Em meio ao avanço da terceira onda da pandemia, o Brasil ultrapassou a Índia e voltou à liderança do número de mortes diárias por covid-19 registradas, em média. São mais de 2.000 óbitos registrados por …

Rajadas rápidas de rádio ajudarão a mapear distribuição de matéria no universo

O novo levantamento dos dados coletados pelo radiotelescópio CHIME (Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment) resultou em mais de 500 rajadas rápidas de rádio devidamente catalogadas, todas feitas durante o primeiro ano de atuação do telescópio. Agora, …

Lider da UE chama lei húngara anti-LGBT de vergonha

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, afirma que vai usar poderes de que dispõe para garantir direitos de todos os cidadãos do bloco. Países pediram à UE que agisse. A presidente da Comissão Europeia, …

Apesar de ter vacinado mais da metade da população, Israel teme 2ª onda de Covid

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, alertou nesta terça-feira que o país pode enfrentar uma nova onda de coronavírus. Segundo ele, o aumento do número de doentes, causado pela chegada da variante Delta, “importada” por …

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …