Maju Coutinho se desculpa por “choro é livre” ao noticiar lockdown para conter pandemia

Maju Coutinho causou polêmia ao dizer que o “choro é livre” durante o Jornal Hoje. A jornalista comentava medidas de restrição adotadas por governadores e prefeitos para controlar o avanço da covid-19, entre elas o lockwdown.

“Os especialistas são unânimes em dizer que essas são medidas indispensáveis agora para conter a circulação do vírus. O choro é livre, não dá para a gente reclamar, é isso que tem”, afirmou Maria Júlia Coutinho.

Maju se desculpa

A declaração não caiu bem entre os críticos das medidas, que se uniram aos negacionistas em críticas contra a âncora do telejornal vespertido da Globo. Outros enxergaram insensbilidade de Maju com as milhares de pessoas que passam fome e enfrentam uma série de dificuldades econômicas em decorrência da falta de liderança no combate à pandemia.

Maju voltou a tocar no assunto na edição seguinte do ‘Jornal Hoje’. E se desculpou. A apresentadora disse ter usado uma “expressão infeliz” para ressaltar a urgência do cumprimento de medidas sanitárias.

“Ontem, para reforçar a necessidade do isolamento social, eu usei no improviso uma expressão infeliz que precisa de um complemento para deixar bem claro o que queria dizer. Eu reitero hoje aqui esse desejo, me desculpo pela expressão que usei anteontem e vemos nessa, bola pra frente”, salientou.

“Eu quis dizer que por mais que sejam amargas as medidas de isolamento, são necessárias para evitar o colapso do sistema de saúde, mas eu também entendo perfeitamente a dor dos pequenos e médios empresários que têm que manter os negócios fechados”, completou Maju.

Para quem passa fome…

O desemonte de políticas públicas e falta de auxílio do governo federal colocou milhares de famílias brasileiras de volta ao contato diário com a fome. O Brasil está desde 2020 no ‘Mapa da Fome’ – instrumento de medida desenvolvido pela Organização para Agricultura e Alimentação (FAO) da ONU, que se debruça sobre países em que mais de 5% da população vive em estado de desnutrição.

Para conter os danos da falta de comando e os efeitos provocados pelo fechamento de comércios e da demissão em massa, setores da sociedade civil se unem em busca de medidas para amenizar os problemas de grande parte da sociedade.

Daí a importância de iniciativas como ‘Tem Gente com Fome’, que pretende doar cestas básicas para mais de 220 mil famílias em todo o Brasil. O projeto, que conta com apoio da Anistia Internacional e fio criado pela Coalizão Negra, recebe doações por meio de financiamento coletivo e já arrecabou mais de R$ 200 mil em poucos dias de vigência.

E o governo?

O presidente Jair Bolsonaro assinou duas medidas provisórias (MPs) que abrem caminho para o pagamento da nova rodada do auxílio emergencial. O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o valor da parcela ficará entre R$ 175 e R$ 375 – as quantias não se aproximam do salário mínimo, tampouco ajudam famílias a saírem da situação de fome.

Em São Paulo, o governador João Doria (PSDB) anunciou que o estado irá isentar o leite pasteurizado da cobrança de impostos estaduais, bem como reduzir a cobrança de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre as carnes bovina, suína e de aves. Ambas as medidas valem a partir de abril.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …