Mês de novembro foi mais quente já registrado, diz serviço da UE

Desde início dos registros do serviço europeu Copernicus, em 1979, nenhum mês de novembro foi tão quente no mundo quanto o de 2020.

O último mês de novembro foi o mais quente já registrado no mundo, afirmou nesta segunda-feira (07/12) o serviço de monitoramento por satélite da União Europeia (UE), o Copernicus Climate Change Service (C3S), iniciado em 1979.

As análises do monitoramento das temperaturas da superfície e do ar indicaram que o mês de novembro de 2020 foi 0,8 grau Celsius mais quente do que a média de 30 anos registrada entre 1981 e 2010, além de 0,1 grau Celsius mais quente do que o recorde anterior, estabelecido em novembro de 2016.

Na Europa, a temperatura foi 0,2 grau mais elevada do que em novembro de 2015, que até agora era o recorde de calor no 11º mês do ano. Em comparação com a à média dos meses de novembro do período 1981-2010, a temperatura na Europa foi 2,2 graus superior.

Além disso, o serviço de monitoramento Copernicus apresentou um dado ainda mais significativo quando analisado todo o outono boreal: entre setembro e novembro, as temperaturas na Europa foram 1,9 grau Celsius acima do período de referência e 0,4 grau Celsius acima da temperatura média registrada em 2006, que apresentava o até então mais quente outono boreal já registrado.

“Esses registros são consistentes com a tendência de aquecimento de longo prazo do clima global”, disse o diretor do C3S, Carlos Buontempo. “Os formadores de políticas que priorizam a mitigação de riscos climáticos devem ver esses registros como sinais de alarme e considerar mais seriamente do que nunca a melhor forma de cumprir os compromissos internacionais estabelecidos no Acordo de Paris de 2015.”

O Acordo de Paris, que completa cinco anos neste mês de dezembro, estabelece que os países devem assegurar que o aumento da temperatura global média fique abaixo de 2 graus Celsius acima dos níveis pré-industriais até 2100. No entanto, pesquisadores preveem que a Terra caminha para uma temperatura média de cerca de 3 graus Celsius mais alta no final deste século.

Biden sinaliza volta dos EUA ao Acordo de Paris

Na semana passada, a Organização Meteorológica Mundial disse que 2020 está a caminho de ficar entre os três anos mais quentes já registrados. Anteriormente, os pesquisadores esperavam que 2020 pudesse apresentar uma leve contenção na tendência de aumento de temperaturas, porque o fenômeno climático La Niña, que se manifestou este ano, usualmente causa um breve resfriamento.

Ativistas de todo o mundo acusam a comunidade internacional de não fazer o suficiente em relação ao clima do planeta. Na semana passada, o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos aceitou pela primeira vez dar continuidade a um processo de cunho climatológico.

Seis crianças e adolescentes de Portugal entraram com uma ação contra os 27 Estados-membros da União Europeia e outros seis países europeus. Os jovens acusam os países de terem agravado a crise climática e de colocarem o futuro de sua geração em risco. Eles esperam que o tribunal obrigue os países a tomarem medidas mais eficazes contra as mudanças climáticas. Os países têm até fevereiro para responderem às acusações.

No final de novembro, o presidente eleito dos EUA, Joe Biden, nomeou o ex-secretário de Estado dos EUA John Kerry como chefe da política climática – um cargo que será inserido no Conselho Nacional de Segurança – e sinalizou que buscará reverter a saída americana do Acordo de Paris.

Ciberia // Deutsche Welle

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

As vovós que lutam pela democracia na Polônia

Idosas polonesas organizam protestos regulares contra erosão da democracia no país, governado por partido ultraconservador. "Não sou capaz de ficar tranquila em casa, cada violação dos direitos me dói", diz aposentada. Clima de fim de expediente …

Coruja super rara dá o ar da graça depois de 125 anos

A coruja rajá de Bornéu (Otus brookii brookii) é uma espécie tão pequena que apenas seu tamanho já tornaria sua identificação mais complexa. Nativa do Sudeste da Ásia e com peso médio de apenas 100 gramas, …

Nintendo bate todos os recordes de lucros com videogames durante a pandemia

A Nintendo apresentou resultados recordes para o ano fiscal de 2020/21 encerrado em 31 de março, impulsionada pela mania global dos videogames em tempos de pandemia, mas o grupo japonês não espera repetir essa …

Doença cerebral misteriosa intriga médicos no Canadá

Médicos no Canadá têm deparado com pacientes que apresentam sintomas semelhantes aos da doença de Creutzfeldt-Jakob, um mal raro e fatal que ataca o cérebro. Mas quando resolveram investigar o mal em mais detalhe, o …

Governador do Rio diz que operação que terminou com 25 mortos foi ação de 'inteligência'

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, afirmou que a operação da Polícia Civil realizada no Jacarezinho foi "ação pautada e orientada por longo e detalhado trabalho de inteligência e investigação".  A operação terminou com …

Butantan diz que ataques de Bolsonaro à China afetam vacinas

Presidente insinuou que chineses, principais fornecedores de matéria-prima para imunizantes ao Brasil, criaram vírus como parte de "guerra química". "Essas declarações têm impacto", diz diretor do Instituto Butantan. A direção do Instituto Butantan e o governador …

Fotos da última sessão de Kurt Cobain são vendidas como NFT

As imagens da última sessão de fotos da vida do compositor e cantor Kurt Cobain irão a leilão em formato de token não-fungível, os célebres NFTs. O anúncio foi feito por Jesse Frohman, fotógrafo por trás …

EUA, França e Rússia apoiam quebra de patentes contra a Covid-19, mas laboratórios resistem

A ideia de suspender as patentes da fabricação de vacinas contra a Covid-19 continuou a ganhar apoio em todo o mundo nesta quinta-feira, após o impulso inicial dado Estados Unidos. Porém, os laboratórios resistem, …

Descoberta a evidência mais antiga de atividade humana

Uma das atividades mais antigas de humanos foi identificada em uma caverna na África do Sul. Uma equipe de geólogos e arqueólogos encontrou evidências de que nossos ancestrais estavam fazendo fogo e ferramentas na Caverna …

Jeff Bezos: os planos do homem mais rico do mundo para voo espacial turístico

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, afirma que está pronto para levar pessoas ao espaço. A empresa Blue Origin, do empresário americano detentor de uma fortuna estimada em R$ 1 trilhão, diz que lançará uma tripulação …