Mais da metade do nosso corpo não é humano

As células humanas representam apenas 43% do total de células do nosso corpo. Os restantes 57% são microrganismos que vivem em nós.

Nosso microbioma está se tornando uma área de estudo cada vez mais importante, que, ao mesmo tempo, permite que aumentemos a nossa compreensão sobre a saúde humana. “Os micróbios são essenciais para a nossa saúde”, disse a professora Ruth Ley, do departamento de microbiologia do Instituto Max Planck, na Alemanha, à BBC.

Inicialmente, o cenário era ainda mais intimidante, já que os cientistas pensavam que apenas 10% do nosso corpo era realmente humano. “A pesquisa foi refinada e a estimativa atual é a de que sejamos 43% humanos”, explicou Rob Knight, da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.

No entanto, ao contrário do que possamos pensar, não se trata de uma questão de higiene. Quase todos os cantos do nosso corpo estão cobertos de criaturas microscópicas – bactérias, vírus, fungos e arqueias – que não desaparecem, mesmo quando tomamos banho. Aliás, a maior concentração desta vida microscópica está nos intestinos.

Geneticamente falando, estamos ainda em maior desvantagem. O genoma humano é composto por 20 mil genes e, se juntarmos os genes do nosso microbioma, temos um número entre os 2 e os 20 milhões de genes microbianos.

Não temos apenas um genoma. Os genes do nosso microbioma representam um segundo genoma que aumenta a nossa própria atividade genética. O que nos torna humanos é, na minha opinião, uma combinação de nosso DNA com o DNA dos nossos micróbios intestinais”, disse Sarkis Mazmanian, do Instituto de Tecnologia da Califórnia.

Isso significa que não carregamos material microbiano à toa, sem que interaja ou tenha algum efeito nos nossos corpos. Aliás, o microbioma é uma personagem fulcral na regulação do nosso sistema imunológico.

Muitas vezes os micróbios são nossos aliados e não rivais, como são mais comumente conhecidos. Essa é uma das maiores preocupações dos cientistas, que estão preocupados com o fato de os antibióticos e vacinas atacarem não só os “micróbios maus” como também os “micróbios bons”.

Se por um lado a medicina fez um ótimo trabalho na eliminação de doenças infecciosas nos últimos 50 anos, por outro temos observado um enorme aumento de doenças autoimunes.

Mas o microbioma é também associado a doenças inflamatórias, Parkinson, câncer, depressão, autismo e até obesidade. Rob Knight defende que uma dieta baseada em chocolate, por exemplo, afeta o risco de desenvolver essa última condição como também o tipo de micróbios que crescem no nosso trato digestivo.

Para provar, o pesquisador realizou experiências com ratos que nasceram no mundo mais higienizado possível, ou seja, toda a sua existência tinha sido completamente livre de micróbios. Knight e seus colegas inseriram nesses animais o microbioma de humanos magros e obesos e isso fez com que os ratos se tornassem mais magros ou mais gordos.

“É uma descoberta incrível. Apesar disso, estamos concentrados em saber se poderia ser traduzida em um tratamento para humanos”, avançou Knight. A nova esperança pode se tornar um passo gigantesco: transformar os micróbios que habitam nossos corpos em uma forma de medicina.

Apesar de a medicina microbiana estar na sua fase inicial, os cientistas acreditam que a parte não humana do nosso corpo poderá ser lida instantaneamente num futuro próximo e fornecer informações importantes sobre a nossa saúde.

Ciberia // HypeScience / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Sem capacidade para reciclar, Malásia devolve lixo para países desenvolvidos

A Malásia devolveu 150 contêineres de lixo ilegal para seus países de origem. Entre eles estão os Estados Unidos, a França, o Reino Unido e o Canadá, anunciaram as autoridades nesta segunda-feira (20). Segundo …

Defesa de Trump diz que processo de impeachment é ilegal

Em primeira manifestação formal desde o início do julgamento do presidente, defesa acusa oposição democrata de tentar interferir nas eleições de 2020. Os advogados do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disseram neste sábado que o …

Cidade de interior de SP inicia tarifa zero no transporte público

Enquanto diversas capitais ao redor do país aumentam o valor das passagens no transporte público, algumas outras cidades pensam diferente. Se o transporte coletivo gratuito parece um sonho inalcançável e utópico, algumas administrações públicas buscam maneiras …

Quantos anos de vida saudável os ricos ganham em relação aos pobres?

Um novo estudo europeu e americano descobriu que os ricos possuem cerca de nove anos de vida saudável a mais do que os pobres. A pesquisa foi bastante abrangente – os cientistas analisaram dados de mais …

O país sul-americano que deve crescer 14 vezes mais que a China neste ano

A Guiana ganhou na loteria e está prestes a resgatar o prêmio. Seus vizinhos, especialmente a Venezuela, aguardam intrigados para saber em que ela vai gastar. De acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a economia …

Portugal supera marca histórica de 500 mil imigrantes residindo no país; brasileiros são a maioria

Portugal atingiu um número recorde de imigrantes vivendo no país. O anúncio foi feito pelo governo nesta quarta-feira (15), durante debate no Parlamento sobre o Orçamento de Estado para 2020. "Os dados preliminares levam a dizer …

Papa Francisco nomeia primeira mulher para cargo de alto escalão no Vaticano

Pela primeira vez, uma mulher ocupará um cargo de alto nível no Vaticano. O Papa Francisco nomeou Francesca Di Giovanni para a função de vice-ministra da Secretaria de Estado da Santa Sé, órgão equivalente ao …

Khamenei chama Trump de "palhaço" e exalta ataque a bases dos EUA

Em primeiro sermão desde 2012, líder supremo do Irã afirma que Trump finge apoio ao povo iraniano e pede união após dizer que queda de avião foi "acidente trágico". EUA admitem que militares ficaram feridos. O …

Uma desconhecida explosão de ondas gravitacionais foi detectada na Terra

Os detectores de ondas gravitacionais da Terra, os observatórios LIGO e Virgo, identificaram uma misteriosa “explosão” de ondas gravitacionais não prevista na última terça-feira, 14 de janeiro. As ondas gravitacionais detectadas até hoje foram resultado de …

Twitter pede desculpas por permitir anúncios direcionados a neonazistas

O Twitter emitiu hoje (16), um pedido de desculpas público, logo após a BBC fazer uma denúncia de que a plataforma de anúncios da empresa estava permitindo o direcionamento de conteúdo para neonazistas e outros …