Moro pede que PGR investigue presidente da OAB

Marcelo Camargo / Abr

Juiz Sérgio Moro

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, enviou nesta quinta-feira (08/08) uma representação à Procuradoria-Geral da República (PGR) pedindo investigação por suposta calúnia contra o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz.

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo publicada em 26 de julho, Santa Cruz disse que Moro “usa o cargo, aniquila a independência da Polícia Federal e ainda banca o chefe de quadrilha ao dizer que sabe das conversas de autoridades que são investigadas”.

No comentário, o presidente da OAB se referia ao caso das mensagens divulgadas pelo site The Intercept Brasil.

No dia anterior, 25 de julho, a Folha havia noticiado que Moro telefonou para autoridades que teriam sido alvo de hackers presos e avisou que as mensagens delas seriam destruídas. Depois, o ministro negou ter a intenção de destruir as mensagens.

Também nesta quinta-feira, o presidente da OAB afirmou que não quis ofender Moro. “Minha afirmação não teve, em qualquer momento, a motivação de ofender a honra do ministro Sergio Moro. Ao contrário, a crítica feita foi jurídica e institucional, por meio de uma analogia e não imputando qualquer crime ao ministro”, disse Santa Cruz.

O presidente da OAB diz já ter reconhecido “que a analogia utilizada estava acima do tom que costumo usar, mesmo considerando os sistemáticos atentados contra preceitos do Estado democrático de direito que deram base à declaração”.

Nos ofícios enviados à PGR, Moro afirma que Santa Cruz fez declarações que podem caracterizar crimes contra sua honra e pede que as condutas “sejam apuradas e promovida a responsabilização criminal cabível”. Ele argumenta que “atribuir falsamente ao ministro da Justiça e Segurança Pública a condição de chefe de quadrilha configura em tese o crime de calúnia do art. 138 do Código Penal”.

“O comentário repercutiu na esfera subjetiva deste subscritor, em seu sentimento e sendo de dignidade e decoro, visto que também sugere uma conduta arbitrária no exercício das relevantes funções de ministro de Estado e Segurança Pública, de ingerência e interferência na Polícia Federal (PF), acarretando também a tipificação nos crimes de injúria e difamação”, escreveu Moro. O pedido de investigação de Moro faz aumentar a pressão do governo contra o presidente da OAB.

Há duas semanas, o presidente Jair Bolsonaro atacou Santa Cruz quando falava sobre a atuação da OAB na investigação do caso de Adélio Bispo, autor do atentado à faca de que foi alvo. Bolsonaro chegou a dizer que, se Santa Cruz quisesse, ele contaria como seu pai, um militante de esquerda, foi morto durante a ditadura. A fala gerou indignação.

Nesta terça-feira, a Petrobras rompeu um contrato com o escritório de advocacia do presidente da OAB. Ainda que o ofício tenha sido encaminhado à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, ele foi repassado à primeira instância, à Procuradoria da República no Distrito Federal, já que Santa Cruz, que é o alvo da ação, não tem foro especial.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

China consegue pousar veículo não tripulado em Marte

A China conseguiu neste sábado pousar um veículo autônomo não tripulado em Marte. A fase final da operação Tianwen-1 aconteceu sem falhas, informou a TV estatal chinesa, que transmitiu um programa especial chamado Alo …

Lewandowski permite que Pazuello fique em silêncio na CPI

Ex-ministro da Saúde será obrigado a comparecer ao depoimento, mas não precisará responder perguntas que possam incriminá-lo. No entanto, será obrigado a falar a verdade em fatos e questões relacionados a terceiros. O ministro do Supremo …

Como o coronavírus afeta o fígado

O SARS-CoV-2, vírus causador da covid-19, mudou completamente a cara do mundo que conhecíamos até então. Ele afetou praticamente todos os aspectos da vida cotidiana e causou mudanças substanciais nas ciências da saúde e, portanto, na …

'Síndrome de Havana': lesão cerebral atinge ao menos 130 diplomatas e oficiais americanos, dizem EUA

Diplomatas, agentes da CIA e oficiais de defesa dos EUA relataram sintomas graves da perturbação conhecida como "síndrome de Havana" nas últimas semanas. O elevado número de casos causa espanto. Nas últimas semanas, foram relatados mais …

RJ comunica 1º caso de raiva em cachorro em quase três décadas

Pela primeira vez desde 1995, o Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp) do Rio de Janeiro diagnosticou um caso de raiva animal. A descoberta parte do resultado de perícia no corpo de um cão morto …

O que dizem cientistas sobre isenção de máscaras para vacinados nos EUA

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira (13/05) o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção na maioria das situações para pessoas que já foram completamente vacinadas contra a covid-19. Segundo a nova orientação do …

Putin: Rússia reagirá de maneira devida às ameaças perto de suas fronteiras

Durante reunião com membros do Conselho de Segurança da Rússia nesta sexta-feira (14), o presidente da Rússia pediu que lhe fosse reportado sobre o agravamento do conflito israelo-palestino, que toca diretamente os interesses de segurança …

Covid: 16 mil pessoas foram imunizadas com doses de vacina trocadas no Brasil

Um levantamento de dados da Folha de São Paulo com informações do DataSUS, base de dados do Ministério da Saúde, mostrou que pelo menos 16 mil pessoas receberam doses de vacinas diferentes em seu processo …

Covid-19: diretor do Butantan prevê vacinação lenta até setembro no Brasil

Como diretor do Instituto Butantan desde 2017, Dimas Covas sempre precisou aliar o conhecimento técnico e científico com as particularidades do mundo político que, na visão dele, não parecem seguir uma lógica. E essa necessidade se …

Escalada de violência entre israelitas e palestinianos já fez mais de 100 mortos

O conflito entre israelitas e palestinianos subiu de tom na madrugada de hoje, com o Exército israelita a bombardear a faixa de Gaza. Desde segunda-feira já morreram 119 palestinianos nestes ataques, entre eles 31 …