Motor nuclear projetado para NASA poderá transportar humanos para Marte em apenas 3 meses

ESA

A NASA tem como meta enviar a primeira tripulação humana para Marte em 2030, e certa inovação poderá fazer a jornada de mais de 64 milhões de quilômetros em apenas três meses, em vez de sete.

A Ultra Safe Nuclear Technologies, uma empresa de tecnologia com sede em Seattle, EUA, está desenvolvendo um motor movido à energia nuclear, sendo considerado mais seguro e confiável do que a propulsão nuclear anterior (NTP, na sigla em inglês) e possuindo o dobro da eficiência de um foguete como uma compulsão química.

O sistema usa um combustível especializado projetado com urânio de baixo enriquecimento e de alto desempenho que, segundo a empresa, é mais robusto do que os combustíveis nucleares convencionais, podendo operar a temperaturas mais elevadas, reporta o Daily Mail.

Embora o conceito tenha sido criado para a NASA, a empresa observa que este pode ser utilizado por entidades comerciais para levar turistas a outros planetas na metade do tempo em princípio previsto.

A Ultra Safe Nuclear Technologies (USN-Tech) recentemente entregou a imagem do conceito e os detalhes para a NASA, que acredita poder assumir o controle do mercado conforme os foguetes químicos atuais estão atingindo seu limite – tornando a jornada para Marte ainda mais longa do que antes.

Michael Eades, engenheiro principal da USNC-Tech, garantiu querer “liderar o esforço para abrir novas fronteiras no espaço e fazê-lo com rapidez e segurança“, e ressaltou que o seu “motor maximiza o uso de tecnologia comprovada, elimina modos de falha de conceitos NTP anteriores e tem um impulso específico superior ao dobro do dos sistemas químicos”.

O que parece separar a USN-Tech do resto é o uso pela empresa de um combustível totalmente cerâmico microencapsulado (FCM, na sigla em inglês) para o reator.

A USNC-Tech também observa que o combustível FCM aproveita cadeias de suprimentos e instalações de fabricação pré-existentes usadas por desenvolvedores de reatores nucleares terrestres, reduzindo os riscos de produção e permitindo o envolvimento sustentável da indústria.

Dr. Paolo Venneri, presidente-executivo da USNC-Tech, disse que “a chave para o design da USNC-Tech é uma sobreposição consciente entre as tecnologias de reator terrestre e espacial”, o que permite “alavancar os avanços em tecnologia nuclear e infraestrutura de sistemas terrestres e aplicá-los aos nossos reatores espaciais“.

A NASA ainda não definiu uma data para a primeira missão humana a Marte, mas as empresas já se encontram trabalhando para quando o lançamento eventualmente ocorrer.

O administrador da NASA, Jim Bridenstein, compartilhou em uma postagem no blog oficial da NASA, em julho: “Estamos planejando nossa primeira viagem de ida e volta a Marte há mais de dois anos, usando sistemas de propulsão avançados para permitir uma viagem mais rápida e, ao mesmo tempo, limitar a exposição à radiação de nossos astronautas e outros riscos de missão. Nossa janela de lançamento preferida dará à tripulação cerca de 30 dias na superfície marciana, o que é bastante tempo para procurar vida em outro mundo.”

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

China consegue pousar veículo não tripulado em Marte

A China conseguiu neste sábado pousar um veículo autônomo não tripulado em Marte. A fase final da operação Tianwen-1 aconteceu sem falhas, informou a TV estatal chinesa, que transmitiu um programa especial chamado Alo …

Lewandowski permite que Pazuello fique em silêncio na CPI

Ex-ministro da Saúde será obrigado a comparecer ao depoimento, mas não precisará responder perguntas que possam incriminá-lo. No entanto, será obrigado a falar a verdade em fatos e questões relacionados a terceiros. O ministro do Supremo …

Como o coronavírus afeta o fígado

O SARS-CoV-2, vírus causador da covid-19, mudou completamente a cara do mundo que conhecíamos até então. Ele afetou praticamente todos os aspectos da vida cotidiana e causou mudanças substanciais nas ciências da saúde e, portanto, na …

'Síndrome de Havana': lesão cerebral atinge ao menos 130 diplomatas e oficiais americanos, dizem EUA

Diplomatas, agentes da CIA e oficiais de defesa dos EUA relataram sintomas graves da perturbação conhecida como "síndrome de Havana" nas últimas semanas. O elevado número de casos causa espanto. Nas últimas semanas, foram relatados mais …

RJ comunica 1º caso de raiva em cachorro em quase três décadas

Pela primeira vez desde 1995, o Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp) do Rio de Janeiro diagnosticou um caso de raiva animal. A descoberta parte do resultado de perícia no corpo de um cão morto …

O que dizem cientistas sobre isenção de máscaras para vacinados nos EUA

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira (13/05) o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção na maioria das situações para pessoas que já foram completamente vacinadas contra a covid-19. Segundo a nova orientação do …

Putin: Rússia reagirá de maneira devida às ameaças perto de suas fronteiras

Durante reunião com membros do Conselho de Segurança da Rússia nesta sexta-feira (14), o presidente da Rússia pediu que lhe fosse reportado sobre o agravamento do conflito israelo-palestino, que toca diretamente os interesses de segurança …

Covid: 16 mil pessoas foram imunizadas com doses de vacina trocadas no Brasil

Um levantamento de dados da Folha de São Paulo com informações do DataSUS, base de dados do Ministério da Saúde, mostrou que pelo menos 16 mil pessoas receberam doses de vacinas diferentes em seu processo …

Covid-19: diretor do Butantan prevê vacinação lenta até setembro no Brasil

Como diretor do Instituto Butantan desde 2017, Dimas Covas sempre precisou aliar o conhecimento técnico e científico com as particularidades do mundo político que, na visão dele, não parecem seguir uma lógica. E essa necessidade se …

Escalada de violência entre israelitas e palestinianos já fez mais de 100 mortos

O conflito entre israelitas e palestinianos subiu de tom na madrugada de hoje, com o Exército israelita a bombardear a faixa de Gaza. Desde segunda-feira já morreram 119 palestinianos nestes ataques, entre eles 31 …