Em caso raro, mulher doa órgãos e transmite câncer a quatro pessoas

Quatro pessoas que receberam órgãos da mesma doadora desenvolveram posteriormente câncer de mama, revelou um novo estudo. O caso, que remota a 2007, representa uma situação extremamente rara.

Rins, pulmões, fígado e coração foram retirados de um mesmo doador para serem implantados em quatro receptores diferentes e todos acabaram tendo câncer de mama depois da operação, segundo um estudo publicado em abril no American Journal of Transplantation.

Os quatro doentes desenvolveram metástases e três acabaram morrendo. O quarto doente conseguiu sobreviver depois de os médicos terem voltado a remover um dos rins doados e após ser submetido a múltiplos tratamentos.

A doadora, uma mulher holandesa de 53 anos que morreu na sequência de um ataque cerebral em 2007, não tinha nenhum problema médico conhecido, nem muito menos foi diagnosticado qualquer tumor maligno nos órgãos.

O autor do estudo, o professor de Nefrologia na Universidade de Amsterdã, Frederike Bemelman, qualificou o caso como “extremadamente raro“. “Há sempre um pequeno risco. [Mas] também há uma pequena probabilidade de que algo aconteça durante o  processo”, comentou o especialista.

“Esse é o primeiro caso de transmissão de câncer de mama como resultado de um transplante de órgãos de um único doador que afetou quatro pacientes. Nenhum estudo anterior detectou um intervalo tão longo entre o transplante e a manifestação do tumor”.

Um caso “excepcional”

De acordo com o El País, o primeiro receptor afetado foi uma mulher de 42 anos que recebeu ambos os pulmões e foi diagnosticada com câncer de mama com metástases já em outros órgãos, apenas 16 meses após a operação.

Uma análise de DNA determinou que as células tumorais que acabaram matando a mulher eram provenientes da doadora. Frente a isso, a Eurotrasplant reportou o caso em janeiro de 2010.

A receptora do rim esquerdo também morreu da doença em 2013. Pouco depois, em 2014, a mulher transplantada com o fígado da doadora faleceu. Ela foi alertada sobre a presença do tumor em 2011, mas se recusou a remover o órgão.

O receptor do coração morreu cinco meses depois da operação devido a uma infecção. Em todos os receptores, foram detectados nas células tumorais marcadores de DNA que coincidiam com o perfil genético da doadora.

Um homem de 32 anos, que recebeu o outro rim, também foi alertado sobre a situação. E, nesse caso, o órgão foi removido, a doença foi tratada e conseguiu sobreviver – dos quatro transplantados, ele foi o único sobrevivente.

A transmissão de uma neoplasia – câncer – após um transplante de um órgão acontece apenas cerca de cinco vezes em 10 mil transplantes e na maioria dos casos a tecnologia disponível não permite que seja detectada antes da doação.

A Diretora de Serviços Médicos da Organização Internacional de Transplantes, Elisabeth Coll, afirmou à agência EFE que “os casos infelizes acontecem excepcionalmente, porque são impossíveis de serem detectados antes”.

“Antes de se fazer um transplante de qualquer órgão, são realizados todos os testes possíveis para descartar qualquer transmissão neoplásica”, salientou a responsável.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

A bondade não compensa (quem é simpático corre mais risco de falência)

As pessoas mais afáveis, com personalidades generosas e cordiais, tendem a se sair pior financeiramente do que as que são menos “boazinhas”, concluiu um estudo das Universidades de Columbia (EUA) e College London (Reino Unido). Os …

As plataformas de gelo da Antártida “cantam” (e é bizarro)

A União Americana de Geofísica publicou um vídeo da plataforma de gelo Ross, na Antártica, “cantando”. Os tons sísmicos podem ser usados para monitorar as alterações nas plataformas de gelo. Exploradores polares registraram sons extraordinários ao examinar como …

Graffiti pode revelar a verdadeira data da erupção que destruiu Pompeia

Na terça-feira (16), as autoridades italianas anunciaram que a erupção vulcânica que destruiu a cidade romana de Pompeia, em 79 a.C., pode ter acontecido dois meses mais tarde do que pensavam os cientistas. Até agora, pensava-se …

Crianças com até 2 anos são as que mais usam aplicativos

Mais de metade das crianças com menos de 8 anos usa aplicativos como entretenimento e as crianças que mais usam os dispositivos eletrônicos têm até 2 anos. Segundo o estudo “Happy Kids: Aplicativos Seguros e Benéficos para Crianças”, do …

Mineral ultra-raro é descoberto em antiga cratera de meteorito na Austrália

Um mineral ultra-raro que se forma apenas quando rochas espaciais atingem a crosta terrestre com uma enorme pressão foi encontrado na Austrália. Até o momento, em todo o planeta, só foram encontrados seis exemplares desse …

Rede de trilhas de 18 mil km começa a ser construída no Brasil

O governo federal criou nesta sexta-feira (19) a Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade (Rede Trilhas), formada por quatro grandes corredores interligando paisagens naturais no país por onde milhões de pessoas poderão …

Jornalista saudita teria sido desmembrado ainda vivo; durou sete minutos

Jamal Khashoggi, o jornalista saudita desaparecido desde 2 de outubro, teria sido torturado durante sete minutos e desmembrado ainda vivo no interior do consulado da Arábia Saudita, em Istambul, revela a imprensa turca. O jornal turco …

Candidatos têm propostas antagônicas para direitos humanos

Os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) que disputam, no próximo dia 28, o segundo turno das eleições presidenciais deste ano, defendem diferentes pontos de vista sobre direitos humanos. Apesar de os dois citarem …

Eleita a 1ª deputada indígena do Brasil, Wapichana promete ser resistência

Combater as "ameaças" aos direitos dos povos indígenas será um dos principais desafios de Joênia Wapichana, a primeira mulher indígena na história a ser eleita para ocupar uma cadeira na Câmara dos Deputados. A adoção do …

Acessível e sustentável, parque suspenso em meio a Mata Atlântica é inaugurado em São Paulo

São Paulo e região metropolitana sofrem com a escassez de áreas verdes. O deficit acarreta na falta de opções de lazer e aumenta os efeitos da poluição. Por isso, é ótima a notícia de que São …