Novo medicamento bloqueia câncer infantil com eficácia de 93%

Um novo estudo da Universidade do Texas, nos EUA, revela uma droga inédita que ataca uma fusão de genes encontrada em muitos tipos de câncer e foi eficaz em 93% dos pacientes pediátricos testados.

A maioria dos medicamentos contra o câncer é direcionada a órgãos ou locais específicos do corpo. O larotrectinibe é o primeiro remédio a receber a designação de terapia inovadora pela Administração de Drogas e Alimentos dos EUA.

O medicamento pode ser dado a pacientes com uma fusão específica de dois genes, independentemente do tipo de câncer que apresentam.

“Em alguns tipos de câncer, uma parte do gene TRK liga-se a outro gene, o que é chamado de fusão. Quando isso ocorre, o gene TRK passa a estar onde não deveria e faz com que as células cancerígenas cresçam. O que é único sobre a droga é que é muito seletiva, bloqueia apenas os receptores TRK”, disse o principal autor do estudo, Ted Laetsch.

Ou seja, o larotrectinibe tem como alvo as fusões de TRK, que podem ocorrer em muitos tipos de câncer, incluindo o de pulmão, colo do útero, tiroide e mama, assim como certos tumores pediátricos.

O TRK é um gene que desempenha um papel fundamental no desenvolvimento do cérebro e do sistema nervoso, mais tarde tendo um papel limitado nas suas funções, como a regulação da dor na vida adulta.

Embora as fusões de TRK ocorram em apenas uma pequena porcentagem de cânceres comuns em adultos, ocorrem com frequência em alguns casos raros de câncer pediátrico, como fibrossarcoma infantil, nefroma mesoblástico congênito celular e câncer de tiroide papilar.

“Cada paciente com um tumor sólido positivo para fusão de TRK tratado nesse estudo viu o tumor encolher. A taxa de resposta quase universal vista com larotrectinibe é sem precedentes”, afirmou o Dr. Laetsch.

Por exemplo, o caso de Briana Ayala, de 13 anos, que tinha um tumor raro no abdômen em volta da aorta, a maior artéria do corpo. Apesar de arriscada, a criança foi sujeita a uma cirurgia para remover partes da aorta e se livrar da maior parte do tumor também.

Mas o câncer voltou a crescer e nenhum outro tratamento estava disponível. Briana tinha a fusão de TRK, pelo que se inscreveu para o ensaio clínico do larotrectinibe, tomando o medicamento duas vezes ao dia.

Em poucas semanas, a dor e o inchaço no abdômen diminuíram, e os exames mostraram que o tumor tinha diminuído significativamente. Quase dois anos depois, Briana está de volta à escola.

O larotrectinibe pertence a uma classe de moléculas conhecidas como inibidores de quinase, que atuam na redução da atividade enzimática de uma reação celular chave.

A seletividade do remédio significa que não causa efeitos colaterais severos associados a muitos tratamentos tradicionais de câncer. Nenhum dos pacientes com fusões de TRK teve que abandonar os estudos por causa de um efeito colateral induzido pela droga.

Igualmente importante, a resposta foi duradoura para a maioria dos pacientes. “Para alguns dos medicamentos-alvo no passado, muitos pacientes responderam inicialmente, mas desenvolveram resistência rapidamente. Até o momento, a resposta a essa droga parece ser durável na maioria dos pacientes”, comemorou Laetsch.

O próximo passo da pesquisa é um ensaio clínico que envolve uma droga semelhante para os pacientes que de fato desenvolveram resistência.

Os resultados foram publicados em março, na revista The Lancet Oncology.

Ciberia // HypeScience / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Covid-19: Austrália não deve reabrir fronteiras antes de 2022

A Austrália não deve reabrir suas fronteiras para viajantes estrangeiros em 2021, apesar do avanço das campanhas de vacinação em todo o mundo. A afirmação é do secretário da Saúde, Brendan Murphy, um dos …

Burger King revela seu 1º sanduíche 100% vegano

As lojas britânicas do Burger King agora têm um sanduíche inteiramente vegano. Desde o último dia 11 de janeiro a rede de fast food disponibiliza em seu cardápio no país o Vegan Bean Burger, um …

Novo implante controla fome e pode substituir cirurgia bariátrica

Um implante simples de um dispositivo sem fio, que controla o apetite, pode substituir a cirurgia bariátrica. Ele foi criado por médicos e pesquisadores da Universidade A&M do Texas, EUA e pode ajudar na perda de …

Amazon abre tecnologia da Alexa para montadoras de carros e outras empresas

A Amazon anunciou nesta sexta-feira (15) que dará a empresas terceiras a possibilidade de acessar a inteligência artificial central que sustenta a Alexa, a assistente de voz da marca. E as montadoras de automóveis serão as …

Com abstenção recorde de 51,5%, ministro da Educação considera Enem um 'sucesso'

A abstenção no primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, realizado neste domingo (17), foi recorde e atingiu 51,5%. O nível de abstenção supera o pior índice registrado até agora, em 2009, quando …

Álcool danifica o cérebro na adolescência

Se nós confiarmos apenas nas propagandas parece que o álcool de uma cerveja, uma taça de vinho ou de algum destilado serve apenas para unir as pessoas e deixá-las alegres. Mas o álcool pode ter …

Joe Biden reverterá políticas trumpistas logo após posse

Já nas primeiras horas após assumir, novo chefe de Estado americano assinará uma série de decretos presidenciais abordando pandemia, dificuldades da economia nacional, injustiça racial e mudança climática. O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, …

Rússia prende opositor Alexei Navalny no desembarque em Moscou

O Serviço Prisional Russo (FSIN) confirmou ter prendido o opositor Alexei Navalny neste domingo, na chegada dele a Moscou. O Kremlim o acusa de ter violado as condições de uma pena de prisão suspensa …

Ikea agora vende mini casas móveis para quem quer uma vida simples, livre e sustentável

Quem sonha com uma vida mais nômade, livre de amarras e principalmente ecologicamente correta poderá encontrar na IKEA uma parceira capaz de tornar tal sonho em realidade: em uma casa móvel, sustentável, bonita e praticamente …

O zumbido de fundo do universo pode ter sido ouvido pela primeira vez

Baseado no que sabemos sobre ondas gravitacionais, o Universo deve estar cheio delas. Cada par de buracos negros ou estrelas de nêutrons e colisão, cada supernova com núcleo em colapso — até mesmo o próprio …