Mundo do futebol tenta atenuar perdas financeiras com reduções de salários

Alessandro Di Marco / EPA

Cristiano Ronaldo

O mundo do futebol, como qualquer actividade que gera dinheiro e emprega pessoas, começa a sentir os efeitos do confinamento visto que em quase todas as partes do mundo não se pratica futebol e os estádios se encontram vazios. As consequências são perdas de rendimentos.

Sem jogos de futebol, não há direitos televisivos, não há bilheteira, não há vendas de produtos derivados como ‘goodies’ ou camisolas, o que significa uma grande perda de rendimentos, enquanto os salários dos jogadores e dos funcionários têm de ser pagos. A solução? Reduzir os salários ou que todos os jogadores passem em situação de ‘lay-off’.

O clube italiano da Juventus chegou rapidamente a um acordo com os seus jogadores, inclusive com a estrela portuguesa Cristiano Ronaldo.

Em comunicado a equipa transalpina anunciou que as poupanças efectuadas podem chegar aos 90 milhões de euros nos próximos quatro meses. No entanto se a situação melhorar e se a primeira divisão recomeçar, os salários poderão não ser cortados.

Recorde-se que Cristiano Ronaldo é o jogador mais bem pago do plantel com um ordenado líquido de 31 milhões de euros por ano. Aliás, em função da diminuição de receitas provocada pela pandemia de Covid-19, o internacional português poderá perder cerca de 10,3 milhões de euros.

O FC Barcelona é um clube com varias modalidades, entre elas o futebol. Neste período de crise, o clube catalão propôs cortar 70% nos salários dos jogadores e staff técnico de todas as equipas profissionais.

Todas as principais modalidades do clube, o que inclui o andebol, o basquetebol, o futsal e o hóquei em patins, já aceitaram a proposta apresentada, todavia no futebol, os capitães da equipa, entre eles o argentino Lionel Messi, levaram mais tempo a aceitar a proposta, o que gerou uma certa tensão no clube.

Tensão que voltou a acender com um comunicado de Lionel Messi a criticar a direcção do clube: «Da nossa parte chegou o momento de anunciar que, para lá de redução em 70% do nosso salário durante o Estado de Emergência, vamos contribuir para que os empregados do clube possam manter a totalidade do seu salário enquanto dure esta situação. Se não falamos antes foi porque era prioritário para nós encontrar soluções que fossem reais para ajudar o clube, mas também aos restantes prejudicados nesta situação. Não deixa de nos surpreender que desde o clube haja quem tente colocar-nos sob pressão para fazer algo que sempre quisemos fazer. Se demoramos mais foi porque estávamos a tentar encontrar a melhor fórmula para o fazer ajudando o clube e também os trabalhadores. Queremos deixar claro que a nossa vontade sempre foi reduzir o nosso salário, porque entendemos perfeitamente que se trata de uma situação excepcional e somos os primeiros que sempre se prestaram a ajudar o clube sempre que nos pediram. Até o fizemos algumas vezes por iniciativa própria», concluiu o internacional argentino.

O clube vai avançar para este cenário, aplicando um ERTE – Expediente de Regulação Temporal de Emprego -, medida prevista na lei, que poderá provocar cortes nos salários desde 14 de Março.

Espanyol de Barcelona e Atlético Madrid também já anunciaram a aplicação de um ERTE. Quanto ao Real Madrid não considera necessário impor cortes salariais para manter as contas do clube equilibradas, por enquanto.

Em França, todos os clubes de futebol passaram em ‘lay-off’, inclusive o Paris Saint-Germain detido por proprietários qataris.

Com esse dispositivo, os clubes apenas têm de 70% dos salários líquidos, e o Estado francês reembolsa 4,5 vezes o rendimento mínimo, num total que pode atingir entre 4 850 e 5 400 euros. Estas economias vão ser realizadas para a viabilização do futuro dos clubes franceses.

O Sion, da primeira divisão suíça, rescindiu o contrato com nove jogadores, por estes recusarem a proposta de ‘lay-off’.

No Uruguai a Federação de Futebol prescindiu de quase todos os seus colaboradores e funcionários, incluindo o treinador da seleção principal, Óscar Tabarez, mandando toda a gente para o desemprego.

// RFI

 

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Primeiro ataque militar da era Biden mata pelo menos 17 no leste da Síria

Os Estados Unidos atacaram, nesta quinta-feira (25), infraestruturas utilizadas pelas milícias pro-iranianas no nordeste da Síria, deixando 17 mortos. Esta é a primeira operação militar organizada pelo governo de Joe Biden. A ação é …

Tiranossauros jovens impediram o desenvolvimento de espécies menores, diz estudo

A pesquisa demonstrou que grandes dinossauros, como o T-rex, que cresceram de um pequeno tamanho até se tornarem criaturas enormes, modificaram seus ecossistemas ao competirem com espécies rivais menores. Um estudo publicado nesta sexta-feira (26), no …

UE quer passaporte para vacinados até meio do ano

A União Europeia quer estabelecer um sistema de passaportes para vacinados contra covid-19 ainda antes de suas férias de verão, no meio do ano. O setor turístico é fundamental para várias economias do bloco, sobretudo …

Facebook encerra contas do exército birmanês devido ao recurso à violência

A rede Facebook anunciou hoje em comunicado ter encerrado as contas vinculadas à junta militar birmanesa devido ao uso da "violência mortífera" contra os manifestantes que têm protestado contra o golpe militar perpetrado no …

Malcolm X: carta indica plano do FBI e polícia de NY para assassinar líder negro

Morto em 1965, aos 39 anos, em Nova York, o ativista negro norte-americano Malcolm X não teve, até hoje, o assassinato totalmente esclarecido. Contudo, o surgimento recente de uma carta aponta para uma possível conspiração entre …

NVIDIA e Stefanini anunciam que desenvolverão Inteligência Artificial no Brasil

A Nvidia Enterprise e a Woopi, empresa do Grupo Stefanini focada em Inteligência Artificial (IA) anunciaram nesta quarta-feira (24) uma parceria para desenvolver soluções de IA e processamento de linguagem natural. E o primeiro projeto …

250 mil mortos por covid no Brasil: o que significa esse número

O Brasil acumula um quarto de milhão de mortes por covid-19, às vésperas de se completar um ano desde o primeiro caso de coronavírus ter sido identificado no país. Segundo as contas do consórcio de imprensa …

Na diplomacia das vacinas, Israel troca imunizante por reconhecimento de Jerusalém como capital

No combate à Covid-19, Israel é exemplo mundial. A metade da população do Estado hebreu já recebeu pelo menos uma dose da vacina contra o coronavírus e um terço está completamente imunizada, com as …

"Subestimar Rússia de Putin é sempre um erro", diz indicado de Biden para chefiar CIA

Nesta quarta-feira (24), William Burns, o indicado do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para o cargo de diretor da CIA, disse que subestimar a Rússia é sempre um erro e acusou a China de …

Chinês é condenado a pagar indemnização à ex-mulher por trabalho doméstico

Um tribunal na China ordenou um homem a pagar compensações a sua ex-esposa pelo trabalho doméstico realizados por ela durante os cinco anos em que estiveram casados, segundo divulgou a imprensa chinesa nesta quarta-feira (24/02). O …