Austrália garante paridade entre seleções masculina e feminina de futebol

As jogadoras da seleção feminina da Austrália vão receber o mesmo salário que os jogadores da equipe nacional. O acordo divulgado nesta quarta-feira (6) pela Federação Australiana de Futebol (FFA) é um passo importante para a igualdade de gêneros no esporte.

As “Matildas”, como são chamadas as jogadoras profissionais australianas, terão direito às mesmas condições de trabalho que os “Socceroos”. Além de receber o mesmo salário mínimo que os jogadores, viajarão, como eles, somente de classe executiva.

A conquista está assegurada em uma convenção coletiva assinada hoje e que terá a duração de quatro anos. Durante este período, “Matildas” e “Socceroos” vão dividir igualmente os 24% das receitas publicitárias geradas pelo futebol australiano, destinadas aos atletas.

“O futebol é o esporte de todo o mundo e esta nova convenção coletiva constitui um passo a mais em direção à adoção de valores de paridade, integração e igualdade de chances”, declarou Chris Nikou, presidente da FFA.

A paridade conquistada pelas jogadoras australianas também é resultado da batalha pela igualdade de direitos no futebol lançada durante a última Copa do Mundo Feminina na França. Durante o Mundial, realizado entre junho e julho de 2019, a disparidade de tratamento entre homens e mulheres no esporte mais popular do planeta ficou evidente.

Em entrevista à RFI, a meio de campo australiana Elise Kellond-Knight comemorou o acordo. Ela disse que ele testemunha “respeito” às mulheres e é a realização de um “sonho”.

O diretor-geral da FFA, David Gallop, diz que a paridade salarial foi possível porque os “Socceroos” aceitaram dividir a renda com as jogadoras. Para o capitão da seleção australiana, Mark Milligan, as mulheres obtiveram “o que merecem”.

O diretor-geral da Associação dos Jogadores Profissionais do país, John Didulica, fala em contrato “único” no mundo do futebol. Ele espera que a decisão australiana sirva de exemplo a “todas as federações, permitindo que elas aproveitem a incrível oportunidade social e comercial que representa o futebol feminino”.

O anúncio acontece no momento em que a seleção feminina da Austrália se preparam para enfrentar o Chile, no próximo final de semana, por uma vaga nas Olimpíadas de Tóquio. As “Matildas” devem entrar em campo ainda mais motivadas.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Senadora se declara presidente da Bolívia

A parlamentar oposicionista e segunda vice-presidente do Senado Jeanine Áñez declarou-se presidente da Bolívia nesta terça-feira (12). Ela também afirmou que o país terá novas eleições após a formação de uma nova comissão eleitoral. "De acordo …

Bolsonaro anuncia saída do PSL

Em meio à crise por disputa de poder na legenda, presidente afirma que pretende criar novo partido. Cerca de 30 parlamentares aliados de Bolsonaro devem seguir exemplo e deixar o PSL. O presidente Jair Bolsonaro anunciou …

Israel mata comandante da Jihad Islâmica em ataque aéreo

Forças israelense bombardeiam casa de líder extremista na Faixa de Gaza. Militantes palestinos reagem disparando dezenas de mísseis contra Israel. Autoridades pedem que população fique em casa. Um importante comandante militar do grupo extremista palestino Jihad …

Cão aprende a falar usando máquina de escrever e já sabe 29 palavras

Stella tem 18 meses e, apesar de ser um cachorro, já sabe “falar” mais do que muitos humanos da sua idade. Através de uma máquina criada por sua tutora, o animal consegue se comunicar usando …

Saída de Lula da prisão pode ser “oportunidade” para Bolsonaro, diz especialista ao Le Monde

O jornal Le Monde deste domingo e segunda-feira, feriado em que a França comemora o Armistício da Primeira Guerra Mundial, traz uma reportagem de página inteira sobre a liberação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da …

Evo Morales deixa a Bolívia rumo ao México

O agora ex-presidente Evo Morales deixou a Bolívia na noite desta segunda-feira (11) e pegou um avião em direção ao México. Em comunicado via Twitter, Evo Morales disse que estava agradecido ao México por ter lhe …

Turquia repatria jihadistas estrangeiros do "Estado Islâmico"

A Turquia começou a repatriar nesta segunda-feira (11/11) jihadistas estrangeiros do grupo terrorista "Estado Islâmico" (EI) que foram capturados no norte da Síria. Um alemão, um dinamarquês e um americano foram os primeiros deportados por …

Fumar aumenta o risco de depressão e esquizofrenia?

De acordo com um novo estudo da Universidade de Bristol (Reino Unido), fumar pode aumentar o seu risco de desenvolver depressão ou esquizofrenia. Os pesquisadores queriam estudar a relação conhecida entre tabagismo e doenças mentais. Muitas …

Prisões não vão abrir as portas após decisão do STF, dizem especialistas

Segundo especialistas ouvidos pela Sputnik Brasil, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o momento da execução da pena não vai fazer com que as "portas dos presídios sejam abertas para criminosos perigosos". Na quinta-feira …

EUA acusam China de exportar drones autônomos letais para o Oriente Médio

O exército hi-tech de autômatos letais, antes uma visão do futuro, já é uma realidade e está em pleno curso, inclusive com comércio dessa nova tecnologia em andamento. Isso é o que diz o secretário de …