Museu chinês causa revolta ao comparar pessoas negras a macacos em exposição

Em meio a tantas polêmicas envolvendo arte e museus aqui no Brasil, agora foi a vez de a China causar furor com uma exposição. “This is Africa”, do fotógrafo Yu Huiping, comparou pessoas negras com macacos.

De acordo com um comunicado enviado à imprensa, as fotografias, que estavam expostas no Museu Provincial de Hubei, em Wuhan, foram removidas do local esta semana, após diversos protestos e acusações de racismo.

Entre as diversas imagens comparando expressões humanas com a de animais, há uma foto de um jovem africano olhando por cima do ombro ao lado de uma foto de um macaco, na mesma pose. Há também uma fotografia onde uma criança com a boca aberta é colocada ao lado de um chimpanzé.

Há exposição, que iniciou há três semanas e deveria ser encerrada em breve, recebeu mais de 170 mil pessoas. Yu Huiping, que é um fotógrafo bastante premiado e conhecido no meio, não comentou o caso.

De acordo com o New York Times (NYT), o curador da exposição, Wang Yuejun, afirmou que pendurar fotos de pessoas ao lado de animais foi ideia dele – e não do fotógrafo Yu Huiping. “O principal público-alvo da exposição é de maioria chinesa”, disse Wang, acrescentando que comparações entre pessoas e animais é comum na China e frequentemente um elogio.

O curador disse que muitos visitantes da exposição admiram os animais familiares, que fazem parte do zodíaco chinês. “Em muitos provérbios chineses, animais são sempre venerados e elogiados”, disse Wang.

Ainda segundo o NYT, “racismo casual” também é comum na China, que considera um país diverso com mais de 1 bilhão de habitantes depois de décadas de isolamento e agora uma potência mundial. O jornal afirma que todo esse poder chinês, que inclui ser o maior parceiro comercial da África, causou maior interação com estrangeiros – o que tem causado situações racistas no país.

Ciberia // Hypeness

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Causou “revolta” em quantas pessoas?
    Se as pessoas fossem fotografadas em poses semelhantes a de gatos, cães, lobos, tigres, ninguém reclamaria. Certo? E por que essa frescura com os macacos? Afinal, a sociedade (eu, não!) não os considera como parentes próximos, via Charles Darwin?
    Povinho movido ao “politicamente correto” tentando impor o controle sobre a consciência do cidadão comum! Raça inútil!

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Dor nos olhos após COVID-19: cientistas explicam causa de complicação inesperada do vírus

Uma pesquisa de cientistas alemães mostrou que o coronavírus pode penetrar nos olhos e infectar os fotorreceptores e células ganglionares na retina. Isso pode ser uma causa de problemas com os olhos após a COVID-19. Os …

Estudo mostra como mudanças climáticas afetarão a energia hidrelétrica no Brasil

Um novo relatório publicado pela Global Environmental Change revela que, nas próximas décadas, as reduções de precipitação e vazão dos rios na região amazônica — a maior bacia hidrográfica do mundo e uma forte candidata …

Merkel é premiada por compromisso com a União Europeia

"Somente uma Europa unida é uma Europa forte", diz a líder alemã ao receber o prêmio Carlos 5º. Rei espanhol destaca pragmatismo e confiabilidade da chanceler federal, descrevendo-a como uma "mulher extraordinária". Prestes a deixar o …

França: crianças pobres são ainda mais vulneráveis à poluição do ar, aponta relatório

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a rede mundial Climate Action Network International, que reúne associações que lutam contra o aquecimento global, divulgaram, nesta quinta-feira (14), o relatório "Injustiça social …

'Love is in the Bin': a obra semidestruída de Banksy vendida a R$ 121 milhões em leilão

Uma obra de arte de Banksy que se autodestruiu parcialmente em um leilão anterior foi arrematada agora a um preço recorde de 16 milhões de libras (cerca de R$ 121 milhões). Love is in the Bin …

EUA tentam virar a página da era Trump e voltam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Os Estados Unidos voltaram, nesta quinta-feira, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, órgão que o país havia deixado durante o mandato de Donald Trump. O retorno mostra a vontade de Washington de fazer …

Explosões deixam vários mortos em mesquita no Afeganistão

Ao menos 33 pessoas morrem após explosões em mesquita xiita durante a oração de sexta-feira. Testemunha diz ter visto homens-bomba. Incidente ocorre dias depois de ataque do "Estado Islâmico" contra xiitas no país. Fortes explosões atingiram …

Vênus tinha oceanos? Cientistas refutam hipótese popular usando modelagem

Cientistas da Suíça e França refutaram a hipótese de que anteriormente Vênus era coberta por oceanos. Um novo estudo revela que mesmo no início, quando o Sol era mais fraco do que agora, a superfície …

Suspeito de ataque na Noruega era fichado na polícia por radicalização

Convertido ao islã e conhecido da polícia, dinamarquês de 37 anos teria usado outras armas além de arco e flecha em ataque que matou cinco pessoas em Kongsberg. Ele está preso e reconheceu envolvimento no …

Oposição manobra para destituir Piñera no Chile por citação nos Pandora Papers

Deputados de todos os partidos da oposição chilena apresentaram uma acusação no Congresso nesta quarta-feira (13) para destituir o presidente Sebastián Piñera pela controversa venda de uma mineradora em um paraíso fiscal, revelada no escândalo …