NASA pode ter destruído as primeiras provas de vida em Marte

Goddard Space Center / NASA

A NASA pode ter destruído provas da existência de vida em Marte nos anos 1970. O carbono esteve no solo marciano o tempo todo, mas, infelizmente, os Vikings podem ter incendiado tudo.

Em 1976, a NASA enviou duas naves como parte do programa Viking ao Planeta Vermelho, que conduziram as primeiras pesquisas em busca de compostos orgânicos na poeira marciana.

O solo esburacado de Marte é constantemente atingido por minúsculos meteoritos ricos em carbono, detalhe que fazia com que a detecção desses sinais de vida fosse considerada uma descoberta quase certa.

O que não aconteceu. Depois de meia década estudando o Planeta Vermelho, nenhum dos robôs Viking encontrou qualquer evidência de matéria orgânica, ao contrário do robô Curiosity da NASA, que confirmou a presença de moléculas orgânicas em Marte, no início deste ano.

Um artigo recente, publicado no Journal of Geophysical Research: Planets, fornece agora uma explicação para os dois robôs Viking não terem encontrado essas provas. O carbono esteve no solo marciano o tempo todo, mas, infelizmente, os Vikings incendiaram tudo, escreveram os cientistas.

Na missão Viking dos anos 1970, os equipamentos precisaram aquecer as amostras recolhidas para que espectrômetro de massa as analisasse.

Os Vikings aqueceram as amostras a uma temperatura máxima de 500 graus Celsius para tentar liberar qualquer composto orgânico volátil aprisionados nas amostras, ou seja, se houvesse carbono, os traços do composto deveriam ter sido detectáveis no vapor. Mas por que não foram?

De acordo com os cientistas, podia haver algo no solo que pegou a NASA de surpresa, como um combustível hiperinflamável que, acidentalmente, queimou o carbono. Assim sendo, é possível que esse aquecimento tenha incendiado o perclorato, resultando na destruição de qualquer composto orgânico que pudessem estar presentes nas amostras.

Em 2008, o Phoenix encontrou evidências de perclorato em Marte, uma descoberta muito aclamada na época. No entanto, os autores do novo estudo ficaram entusiasmados com a descoberta desse sal, mas por um motivo muito diferente: o perclorato é tão inflamável que é usado na Terra para fazer com que o combustível de fogos de artifício queime mais rápido.

Assim, se o perclorato é abundante no Planeta Vermelho, as tentativas Viking de aquecer as amostras de solo podem ter feito esse sal incendiar e eliminar instantaneamente qualquer molécula orgânica.

Essa ideia é reforçada pelo fato de, em 2013, a NASA ter detectado traços de clorobenzeno no solo de Marte, uma mistura de carbono, hidrogênio e cloro que pode durar meses no solo, resultado da queima do carbono com perclorato.

Os cientistas procuraram a mesma molécula nos robôs Viking, e encontraram vestígios de clorobenzeno em amostras recolhidas pela Viking 2.

A autora do estudo, Melissa Guzman, estudante no centro de pesquisa LATMOS, na França, disse ao NewScientist que, embora essa nova evidência seja convincente, não é uma prova definitiva dos produtos orgânicos marcianos.

É possível, todavia, que os compostos de carbono queimados com o perclorato no forno da Viking tenham vindo da Terra e, acidentalmente, contaminado as amostras.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Malcolm X: carta indica plano do FBI e polícia de NY para assassinar líder negro

Morto em 1965, aos 39 anos, em Nova York, o ativista negro norte-americano Malcolm X não teve, até hoje, o assassinato totalmente esclarecido. Contudo, o surgimento recente de uma carta aponta para uma possível conspiração entre …

NVIDIA e Stefanini anunciam que desenvolverão Inteligência Artificial no Brasil

A Nvidia Enterprise e a Woopi, empresa do Grupo Stefanini focada em Inteligência Artificial (IA) anunciaram nesta quarta-feira (24) uma parceria para desenvolver soluções de IA e processamento de linguagem natural. E o primeiro projeto …

250 mil mortos por covid no Brasil: o que significa esse número

O Brasil acumula um quarto de milhão de mortes por covid-19, às vésperas de se completar um ano desde o primeiro caso de coronavírus ter sido identificado no país. Segundo as contas do consórcio de imprensa …

Na diplomacia das vacinas, Israel troca imunizante por reconhecimento de Jerusalém como capital

No combate à Covid-19, Israel é exemplo mundial. A metade da população do Estado hebreu já recebeu pelo menos uma dose da vacina contra o coronavírus e um terço está completamente imunizada, com as …

"Subestimar Rússia de Putin é sempre um erro", diz indicado de Biden para chefiar CIA

Nesta quarta-feira (24), William Burns, o indicado do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para o cargo de diretor da CIA, disse que subestimar a Rússia é sempre um erro e acusou a China de …

Chinês é condenado a pagar indemnização à ex-mulher por trabalho doméstico

Um tribunal na China ordenou um homem a pagar compensações a sua ex-esposa pelo trabalho doméstico realizados por ela durante os cinco anos em que estiveram casados, segundo divulgou a imprensa chinesa nesta quarta-feira (24/02). O …

Oceano Atlântico cresce e Pacífico encolhe. Ciência tem nova resposta para fenômeno

Durante a era paleozoica, entre 200 a 540 milhões de anos atrás, o planeta Terra possuía somente um único e imenso continente – a Pangeia, rodeada por um único oceano, intitulado Pantalassa. Depois de uma série …

Um acelerador de partículas cósmico, muito mais poderoso do que o LHC foi descoberto no espaço

Cientistas rastrearam uma partícula fantasma para uma estrela despedaçada e descobriram um gigantesco acelerador de partículas cósmico. A partícula subatômica, chamada de neutrino, foi lançada em direção à Terra depois que a estrela condenada chegou muito …

Mulher de 'El Chapo' Guzmán é presa nos EUA acusada por narcotráfico

Foi presa nesta segunda-feira (22/02) nos Estados Unidos Emma Coronel Aispuro, 31, mulher de Joaquín "El Chapo" Guzmán, ex-líder do cartel de drogas mexicano Sinaloa. Aispuro, que tem cidadania mexicana e americana, foi presa no aeroporto …

Gana é o primeiro país do mundo a receber vacinas do programa Covax, da OMS

Gana recebeu nesta quarta-feira o primeiro lote mundial de vacinas financiadas pelo programa Covax, que proporciona aos países de renda baixa e média as primeiras doses de fármacos antiCovid. Os imunizantes foram enviados de …