Cientistas descobrem como tornar objetos invisíveis de todos os ângulos

Um grupo de pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Científicas de Montreal, no Canadá, diz ter conseguido tornar um objeto invisível para a luz de banda larga, através de uma nova técnica – o manto de invisibilidade espectral.

O dispositivo, apelidado de spectral cloaking, é o primeiro a conseguir manipular a cor – ou a frequência – das ondas de luz que interagem com o objeto, tornando-o invisível.

“Nossa pesquisa representa um grande avanço na questão do manto de invisibilidade”, disse José Azaña, autor do estudo, que foi publicado na Optical Society of America no fim de junho, em comunicado de imprensa.

O espetro eletromagnético é o intervalo completo de todas as frequências de radiação possíveis da radiação eletromagnética. Essa escala tem ondas de baixa frequência, como as ondas de rádio, estendendo-se até as ondas de maior frequência, como as da radiação gama ou os raios-X.

Nós não somos capazes de ver um raio-X, mas nossos olhos são capazes de ver uma pequena faixa de frequências no espectro eletromagnético – a luz visível. Entende-se por luz visível as únicas ondas eletromagnéticas que podem ser vistas a olho nu.

É através desse intervalo separado que nós conseguimos ver as cores, que vão desde do vermelho em uma extremidade até o violeta na outra. Existem algumas fontes de luz que contêm mais que uma frequência específica, como é o caso do Sol. A essas fontes que têm mais de uma frequência específica dá-se o nome de fontes de banda larga.

Quando observamos um objeto, o que estamos vendo, na verdade, é a interação dessas frequências de luz com o objeto.

Por exemplo, quando o Sol brilha sobre um carro azul, o carro reflete a frequência da luz azul, enquanto que as frequências restantes das outras cores simplesmente passam pelo objeto. Nossos olhos detectam a luz refletida, nos deixando ver o carro azul.

O dispositivo criado pelos pesquisadores tira proveito dessa interação entre as frequências de luz e objetos.

A equipe descreve um objeto que só reflete a cor verde. Para fazer com que esse objeto pareça “invisível” ao olho humano, os pesquisadores utilizaram um filtro especialmente projetado para mudar temporariamente as frequências verdes do espectro de banda larga que brilha sobre o objeto, tornando-as azuis.

Resultado: o olho humano não é capaz de ver o objeto.

O dispositivo funciona como uma espécie de camuflagem, mudando a frequência da luz para que ela passe pelo objeto em questão em vez de interagir com o mesmo, tornando-o visível. Azaña disse ao Global News que o processo consiste em transformar a luz em “fantasma“, que é capaz de passar pelo objeto e depois voltar ao normal.

“Reconstruímos a onda de luz exatamente como estava, por isso, é como se não houvesse objeto”, explicou.

Atualmente, o dispositivo de camuflagem só funciona em uma direção – o olhar de quem vê precisa seguir o caminho da luz, olhando para o objeto através do primeiro filtro. O segundo filtro é o que permite que a frequência volte ao normal.

Azaña acredita, no entanto, que o método poderia, teoricamente, tornar um objeto invisível a partir de todas as direções.

Por enquanto, o dispositivo pode ajudar a proteger as telecomunicações, que usam ondas de banda larga para transportar dados. As empresas de telecomunicações podem tornar “invisíveis” determinadas frequências ao longo das suas redes de fibra ótica, impedindo que terceiros utilizem a luz de banda larga para espioná-los.

Já em janeiro de 2017, cientistas da Universidade Pública de Navarra e da Universidade Politécnica de Valência (Espanha) criaram um “manto da invisibilidade” capaz de ocultar objetos em ambientes difusos, sob qualquer tipo de iluminação.

Ainda há caminho a percorrer para que possamos nos tornar completamente “invisíveis”, mas, até lá, podemos usar esse processo de camuflagem para evitar que nossos dados sejam espionados.

E é possível que a “capa da invisibilidade” do Harry Potter não seja assim tão mágica…

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Detergentes podem contribuir para excesso de peso em crianças

Os produtos habitualmente utilizados na limpeza da casa podem promover alterações na microbiota intestinal (antes conhecida por flora intestinal) e provocar o excesso de peso em crianças. A conclusão é de um novo estudo realizado …

Em nome da ciência, polvos tomaram ecstasy (e teve muito amor envolvido)

O que acontece quando um polvo consome drogas, mais precisamente ecstasy? Cientistas norte-americanos tiveram a oportunidade de descobrir. De acordo com o Science Alert, a equipe de pesquisadores deu MDMA, substância psicoativa também conhecida por ecstasy, …

Companhia austríaca cria método que transforma plástico em petróleo

A companhia petrolífera austríaca OMV apresentou nesta quinta-feira um inovador procedimento que permite a produção de petróleo a partir de resíduos de plástico (material fabricado a partir desse recurso natural). A inovadora tecnologia, batizada de ReOil, …

Múmia e amuletos divinos são descobertos no Egito

Um grupo de arqueólogos descobriu várias múmias antigas no Egito – incluindo os restos de um misterioso indivíduo extremamente bem conservado – em uma sepultura comum na margem oeste do Rio Nilo.  A tumba foi encontrado …

Em caso raro, mulher doa órgãos e transmite câncer a quatro pessoas

Quatro pessoas que receberam órgãos da mesma doadora desenvolveram posteriormente câncer de mama, revelou um novo estudo. O caso, que remota a 2007, representa uma situação extremamente rara. Rins, pulmões, fígado e coração foram retirados de …

Criatura “alienígena” é encontrada em praia na Nova Zelândia

Uma família neozelandesa passeava ao longo de uma praia no norte de Auckland quando encontrou uma bizarra criatura vermelha em forma de bolha. A criatura, que foi identificada como uma espécie específica de medusa, tem um …

Veneza quer proibir turistas de sentarem ou deitarem no chão

Veneza, famosa pelos seus canais, testemunhou um dilúvio de turistas nos últimos anos, que ultrapassa em muito a população residente e sobrecarrega a cidade. As autoridades da cidade italiana têm tomado várias medidas para travar …

Teia de aranha gigantesca cobre praia na Grécia

Um enorme teia de aranha com cerca de 300 metros cobriu uma área à beira-mar na cidade de Aitoliko, na região oeste da Grécia. A época de acasalamento das aranhas transformou a praia no pior …

Depois dos morangos, agulhas chegam às maçãs e bananas na Austrália

As autoridades australianas investigam mais de 100 casos por todo o país. Agora, além dos morangos, as agulhas também já chegaram a frutas como maçãs, bananas e mangas. A Austrália investiga uma série de casos misteriosos …

Proibição de doações empresariais não blinda política de interesses privados, afirma cientista político

Apesar da proibição do financiamento empresarial de campanhas, que vigora no país desde 2015 por força de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a classe empresarial continua engajada em diferentes candidaturas. Se, por um lado, …