Direitos Humanos da ONU criticam o Brasil: os menos favorecidos têm sido deixados de lado

Um grupo de sete especialistas do Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos divulgou nesta sexta-feira (3) um documento com críticas à condução da política social no Brasil, afirmando que a atenção aos menos favorecidos tem sido deixada de lado. Em nota, o Ministério das Relações Exteriores rebateu as críticas.

Os especialistas, no documento, alegam que houve cortes orçamentários em programas que beneficiam pessoas que vivem em situação de pobreza e exclusão social.

Destacam, por exemplo, o programa Minha Casa, Minha Vida, que teria sofrido, segundo eles, “cortes drásticos”, e a redução de investimentos nas áreas de saneamento, saúde e educação. O grupo ainda aponta como fato negativo o aumento da mortalidade infantil, indicando as infecções por zika vírus como um dos fatores para este resultado.

Para o Escritório do Alto Comissário das Nações Unidas, as medidas adotadas pelo governo brasileiro precisam avançar. “Ainda que o governo ressalte algumas medidas adotadas para mitigar os efeitos adversos dessas decisões econômicas, de acordo com a informação que recebemos, essas medidas são em grande medida insuficientes.

Reação

O governo brasileiro lamentou, em nota divulgada pelo Itamaraty, a forma como os especialistas interpretaram os dados.

“O necessário reequilíbrio da economia brasileira beneficia, diretamente, as populações de baixa renda e ajuda a reduzir as desigualdades, por meio de maior estabilidade, combate à inflação e saneamento da dívida pública. Sem equilíbrio fiscal não há sustentabilidade das políticas sociais”, diz a nota.

O Ministério das Relações Exteriores destacou a manutenção dos seguintes projetos sociais: Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada, Aquisição de Alimentos, Programa Nacional de Apoio à Captação de Água da Chuva e outras Tecnologias Sociais, além da Política de Microcrédito Produtivo Orientado.

Na nota, são citados ainda novos programas implementados, como o Criança Feliz e o Plano Progredir. “Em 2017 foi realizado o maior repasse para estados e municípios já verificado na assistência social no Brasil: US$ 743 milhões, um aumento de 8% em relação a 2016, com recomposição três vezes superior à inflação.”

O Itamaraty acrescentou ainda que mantém diálogo e colaboração com os órgãos das Nações Unidas.

“O governo brasileiro mantém estreita cooperação com os procedimentos especiais do Conselho de Direitos Humanos e tem respondido, de forma transparente e substantiva, com a brevidade possível, às suas comunicações, inclusive no que diz respeito a políticas sociais voltadas à população em situação de vulnerabilidade.”

“O Brasil também tem oferecido informações e comentários durante as sessões do Conselho de Direitos Humanos e em contatos diretos com os peritos e o Escritório do Alto Comissariado”, conclui o Itamaraty.

Ciberia // Agência Brasil

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo: declínio de abelhas se aproxima da extinção em massa

De acordo com um novo estudo liderado por cientistas da Universidade de Ottawa (Canadá), a probabilidade de uma população de abelhas sobreviver em qualquer lugar diminuiu 30% no curso de uma geração humana. Os pesquisadores sugerem …

Pesquisador diz ter descoberto droga capaz de apagar memória ruim de separação amorosa

Um pesquisador de Montreal, no Canadá, diz ter encontrado uma maneira de acabar com o sofrimento causado por uma separação traumática — ele "edita" as memórias dolorosas usando um betabloqueador e sessões de terapia. Alain Brunet …

Documento revela que Facebook poderia ter virado uma "Wikipédia da vida privada"

Steven Levy, conhecido editor da Wired, conseguiu colocar as mãos em algo que ele talvez nunca imaginou encontrar: um diário de Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook, datado de 2006 e que mostra algumas …

Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa

Na próxima semana, a Agência Espacial Europeia (ESA) vai destruir um satélite, lançando-o em direção à atmosfera da Terra, só para vê-lo queimar durante a reentrada. Sim, tudo de propósito. Trata-se de um experimento muito …

Pé Grande vagueia pelo Reino Unido enquanto centenas de relatos são registrados

Apesar de a lenda do Pé Grande ser tipicamente americana, centenas de pessoas relataram ter visto a enigmática criatura em diversas localidades do Reino Unido. Se por um lado o Reino Unido é um país relativamente …

Um terço de todas as espécies de animais e plantas pode desaparecer em 50 anos

Um novo estudo da Universidade do Arizona (EUA) estimou que um terço de todas as espécies de plantas e animais do planeta pode ser extinta em até 50 anos devido aos efeitos da mudança climática. Para …

Huawei ataca governo dos EUA e lembra caso Snowden

Em comunicado publicado nesta quinta-feira (13), a Huawei voltou a se defender dos ataques feitos pelos Estados Unidos nesta semana, afirmando que, se tem alguém envolvido com espionagem internacional, esse alguém é justamente o governo …

Os efeitos políticos e religiosos do encontro entre Lula e o papa

Reunião no Vaticano vai além de troca de gentilezas entre dois líderes sul-americanos. Para especialistas, audiência tem repercussões para o ex-presidente, o PT e a própria Igreja Católica, que vive disputa de poder. A reunião entre …

Candidato de Macron à prefeitura de Paris renuncia devido a escândalo sexual

Reviravolta na campanha pelas eleições municipais em Paris a apenas um mês da votação. O candidato do partido presidencial, Benjamin Griveaux, renunciou nesta sexta-feira (14) à corrida pela prefeitura da capital. A decisão foi anunciada …

Sim, essa foto de uma manta rosa é real

A imagem acima foi publicada recentemente pela Australian Geographic. A cor pouco usual da manta, no entanto, chamou a atenção do público, que cogitou a utilização de Photoshop. O animal é realmente cor de rosa, no …