Pterossauro do tamanho de um avião é descoberto no deserto de Gobi

Mark Witton and Darren Naish

Ilustração dos pterossauros gigantes Quetzalcoatlus, do grupo dos Azhdarchidae

Um pterossauro gigante foi descoberto no deserto de Gobi, entre a China e a Mongólia. A criatura enorme, parecida com um dragão, teria vivido há 70 milhões de anos e, provavelmente, teve uma envergadura de 10 a 12 metros. Para colocar isso em perspectiva, é uma envergadura maior que a altura de um prédio de três andares.

Segundo detalhes da descoberta, publicada no Journal of Vertebrate Paleontology, a criatura vem da família Azhdarchidae, um grupo de pterossauros que existiram no período Cretáceo tardio.

Os pterossauros (assim como os pterodáctilos) são muitas vezes pensados ​​erroneamente como dinossauros. Ao contrário dos pássaros, que são um tipo de dinossauro, os pterossauros são realmente répteis voadores.

Este espécime particular foi encontrado no habitat árido do interior do que é agora a Mongólia. Embora o animal tivesse asas, ele podia caminhar sobre quatro patas e, provavelmente, perseguia suas presas no chão – já que podiam ser dinossauros bebês.

Os paleontologistas descobriram cinco fragmentos dos ossos do pescoço do animal em 2006 em uma região chamada Gurilin Tsav, no oeste de Gobi. A área é bastante conhecida por ser um tesouro de fósseis para a paleontologia. Entretanto, fósseis de pterossauro são raros no local.

Ossos de espécies gigantes de pterossauros foram encontrados na Europa e na América do Norte, mas estes restos encontrados no deserto de Gobi provam que eles também viveram na Ásia.

Os pesquisadores acreditam que o achado é um dos maiores pterossauros que já existiu, rivalizando, em termos de tamanho, com seus primos, o Quetzalcoatlus (encontrado no Texas) e Hatzegopteryx (encontrado na Romênia). Esses últimos também tinham uma envergadura estimada de 10 a 12 metros e, em altura, pensa-se que foram altos como girafas (aproximadamente 5,5 metros).

A questão agora é que os paleontólogos só têm restos parciais do pterossauro, o que torna difícil calcular com precisão o tamanho e a forma da criatura. Pode ser que o pescoço seja desproporcionalmente grande em comparação com o resto do corpo e os pesquisadores estariam então superestimando seu tamanho. Outra hipótese é a de que o espécime pode ser maior (ou menor) que a média da sua espécie.

De forma frustrante, os fósseis de pterossauros estão muitas vezes mal preservados e incompletos porque seus ossos não eram tão resistentes quanto os dos dinossauros.

Os cientistas ainda não nomearam as novas espécies e também não decidiram se tratam-se, de fato, de novas espécies, isto porque os restos fósseis estão incompletos. No entanto, o achado comprova, pela primeira vez, que havia pterossauros gigantes vagando pelo céu asiático.

EM, Ciberia // IFLScience

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Satélites Starlink agora são invisíveis a olho nu, mas não para telescópios

Quando a SpaceX lançou as primeiras 60 unidades da rede Starlink em maio de 2019, a comunidade científica expressou preocupações, prevendo que as observações astronômicas seriam afetadas pelo brilho das unidades que compõe a constelação …

Sites de Apostas Legalizados no Brasil: fique atento

Com o crescimento dos sites de apostas esportivas, é preciso ficar atento a quais deles atuam de maneira legal no mercado e quais estão trabalhando ilegalmente. Infelizmente, os novatos no mundo das apostas podem acabar tendo …

Europa e EUA exigem que Rússia liberte Alexei Navalny

Detenção do ativista russo gera onda de condenações no Ocidente, sendo classificada como tentativa inaceitável de silenciar o crítico de Putin que foi alvo de envenenamento. Juiz determina prisão preventiva por 30 dias. A União Europeia, …

"O que vai curar a economia é a vacinação", diz economista do setor de comércio brasileiro

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) reduziu a previsão de crescimento do setor mesmo com o início da vacinação. Para discutir a questão, a Sputnik Brasil conversou com Fábio Bentes, …

Covid-19: Austrália não deve reabrir fronteiras antes de 2022

A Austrália não deve reabrir suas fronteiras para viajantes estrangeiros em 2021, apesar do avanço das campanhas de vacinação em todo o mundo. A afirmação é do secretário da Saúde, Brendan Murphy, um dos …

Burger King revela seu 1º sanduíche 100% vegano

As lojas britânicas do Burger King agora têm um sanduíche inteiramente vegano. Desde o último dia 11 de janeiro a rede de fast food disponibiliza em seu cardápio no país o Vegan Bean Burger, um …

Novo implante controla fome e pode substituir cirurgia bariátrica

Um implante simples de um dispositivo sem fio, que controla o apetite, pode substituir a cirurgia bariátrica. Ele foi criado por médicos e pesquisadores da Universidade A&M do Texas, EUA e pode ajudar na perda de …

Amazon abre tecnologia da Alexa para montadoras de carros e outras empresas

A Amazon anunciou nesta sexta-feira (15) que dará a empresas terceiras a possibilidade de acessar a inteligência artificial central que sustenta a Alexa, a assistente de voz da marca. E as montadoras de automóveis serão as …

Com abstenção recorde de 51,5%, ministro da Educação considera Enem um 'sucesso'

A abstenção no primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, realizado neste domingo (17), foi recorde e atingiu 51,5%. O nível de abstenção supera o pior índice registrado até agora, em 2009, quando …

Álcool danifica o cérebro na adolescência

Se nós confiarmos apenas nas propagandas parece que o álcool de uma cerveja, uma taça de vinho ou de algum destilado serve apenas para unir as pessoas e deixá-las alegres. Mas o álcool pode ter …