“Palhaços projetaram o Boeing 737 MAX”, zombaram funcionários da empresa

A Boeing divulgou nesta quinta-feira (09/01) centenas de mensagens internas de funcionários com duras críticas ao desenvolvimento do modelo 737 MAX, incluindo diálogos em que afirmaram que o avião foi “projetado por palhaços, os quais, por sua vez, são supervisionados por macacos”.

As mensagens mostram tentativas de escapar do escrutínio regulatório, com funcionários menosprezando o avião, a empresa, a Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) e reguladores estrangeiros da aviação.

Em uma troca de mensagens instantâneas em 8 de fevereiro de 2018 – quando o 737 MAX já estava voando e oito meses antes do primeiro de dois acidentes fatais envolvendo o modelo –, um funcionário pergunta a outro: “Você colocaria sua família em um avião MAX treinada por simulador?” O segundo empregado responde: “Não.”

“Eu ainda não fui perdoado por Deus pelo que acobertei no ano passado”, escreveu um funcionário em uma mensagem de 2018 sobre lidar com a FAA. Outro empregado afirmou: “Eu sei, mas é isto que estes reguladores recebem quando tentam atrapalhar. Eles impedem o progresso.”

A Boeing afirmou que enviou as mensagens, tendo a transparência como interesse, aos congressistas americanos que investigam o processo de certificação do 737 MAX.

O modelo está impedido de voar desde março de 2019, quando um 737 MAX da Ethiopian Airlines que viajava de Adis Abeba para Nairóbi, no Quênia, caiu apensa seis minutos após a decolagem. O acidente ocorreu cinco meses depois de outro similar com uma aeronave do modelo que voava pela Lion Air. Os dois desastres mataram juntos 346 pessoas.

Algumas mensagens reveladas nesta quinta-feira pela Boeing revelam esforços da empresa no sentido de evitar que o treinamento de pilotos em simuladores pelas companhias aéreas – um processo caro e demorado – fosse um requisito para o 737 MAX.

A fabricante de aviões mudou sua orientação apenas esta semana, afirmando que recomendaria aos pilotos o treinamento em simuladores antes de retomar os voos com o 737 MAX – uma grande mudança na posição de que o treinamento por computador era suficiente, pois o avião era semelhante aos seu antecessor, o 737 NG.

A divulgação das mensagens, que destacam uma agressiva cultura de corte de custos e desrespeito à FAA, aprofunda a crise na Boeing, que está lutando para liberar os voos do seu modelo de avião mais vendido e restaurar a confiança do público.

No entanto, a FAA afirmou que as mensagens não suscitam novas preocupações de segurança, embora “o tom e a linguagem contidos nos documentos sejam decepcionantes“.

A Boeing afirmou que as comunicações “não refletem a empresa que somos e precisamos ser, e elas são completamente inaceitáveis“.

A empresa trabalha para fazer as mudanças exigidas pela FAA no Sistema de Aumento de Características e Manobra (MCAS), um sistema de controle de voo automatizado.

Em dezembro, a Boeing demitiu seu principal executivo, Dennis Muilenburg, por causa das tensões com a FAA e o substituiu pelo presidente do conselho, David Calhoun. No mesmo mês, ela também anunciou que iria suspender temporariamente a fabricação do 737 MAX, a partir de janeiro.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Secularismo e tolerância a minorias predizem a prosperidade de um país

Pesquisadores da Universidade de Bristol e Universidade do Tennesse analisaram dados de quase 500 mil pessoas de 109 países e concluíram que mudanças na cultura geralmente vêm antes da melhora na riqueza, educação e democracia. Os …

Estudo: declínio de abelhas se aproxima da extinção em massa

De acordo com um novo estudo liderado por cientistas da Universidade de Ottawa (Canadá), a probabilidade de uma população de abelhas sobreviver em qualquer lugar diminuiu 30% no curso de uma geração humana. Os pesquisadores sugerem …

Pesquisador diz ter descoberto droga capaz de apagar memória ruim de separação amorosa

Um pesquisador de Montreal, no Canadá, diz ter encontrado uma maneira de acabar com o sofrimento causado por uma separação traumática — ele "edita" as memórias dolorosas usando um betabloqueador e sessões de terapia. Alain Brunet …

Documento revela que Facebook poderia ter virado uma "Wikipédia da vida privada"

Steven Levy, conhecido editor da Wired, conseguiu colocar as mãos em algo que ele talvez nunca imaginou encontrar: um diário de Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook, datado de 2006 e que mostra algumas …

Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa

Na próxima semana, a Agência Espacial Europeia (ESA) vai destruir um satélite, lançando-o em direção à atmosfera da Terra, só para vê-lo queimar durante a reentrada. Sim, tudo de propósito. Trata-se de um experimento muito …

Pé Grande vagueia pelo Reino Unido enquanto centenas de relatos são registrados

Apesar de a lenda do Pé Grande ser tipicamente americana, centenas de pessoas relataram ter visto a enigmática criatura em diversas localidades do Reino Unido. Se por um lado o Reino Unido é um país relativamente …

Um terço de todas as espécies de animais e plantas pode desaparecer em 50 anos

Um novo estudo da Universidade do Arizona (EUA) estimou que um terço de todas as espécies de plantas e animais do planeta pode ser extinta em até 50 anos devido aos efeitos da mudança climática. Para …

Huawei ataca governo dos EUA e lembra caso Snowden

Em comunicado publicado nesta quinta-feira (13), a Huawei voltou a se defender dos ataques feitos pelos Estados Unidos nesta semana, afirmando que, se tem alguém envolvido com espionagem internacional, esse alguém é justamente o governo …

Os efeitos políticos e religiosos do encontro entre Lula e o papa

Reunião no Vaticano vai além de troca de gentilezas entre dois líderes sul-americanos. Para especialistas, audiência tem repercussões para o ex-presidente, o PT e a própria Igreja Católica, que vive disputa de poder. A reunião entre …

Candidato de Macron à prefeitura de Paris renuncia devido a escândalo sexual

Reviravolta na campanha pelas eleições municipais em Paris a apenas um mês da votação. O candidato do partido presidencial, Benjamin Griveaux, renunciou nesta sexta-feira (14) à corrida pela prefeitura da capital. A decisão foi anunciada …