Palmadas são quase tão prejudiciais para as crianças quanto castigos físicos mais violentos

Quanto mais os pais batem nos filhos, mais probabilidade eles têm de desafiar seus pais e experimentar um aumento de comportamentos antissociais, agressão, problemas de saúde mental e dificuldades cognitivas, de acordo com uma nova meta-análise de 50 anos de pesquisa sobre espancamento feita por especialistas da Universidade do Texas e da Universidade de Michigan, nos EUA.

O estudo, publicado no Journal of Family Psychology, analisa cinco décadas de pesquisa envolvendo mais de 160 mil crianças. Os pesquisadores afirmam que é a análise mais completa já feita sobre os resultados associados ao assunto, e a mais específica sobre os efeitos exclusivos do espancamento – artigos anteriores incluem outros tipos de punição física em suas análises.

“Descobrimos que bater nas crianças está associado a resultados prejudiciais não intencionais e não está associado a uma submissão mais imediata ou a longo prazo, que são os resultados pretendidos pelos pais quando disciplinam seus filhos”, revela Elizabeth Gershoff, professora associada de desenvolvimento humano e ciências da família na Universidade do Texas, citada em comunicado da instituição.

Gershoff e o coautor Andrew Grogan-Kaylor, professor associado da Escola de Trabalho Social da Universidade de Michigan, descobriram que as palmadas (definidas como um golpe com a mão aberta no traseiro ou nas extremidades) estava significativamente relacionada com 13 dos 17 resultados que eles examinaram, todos na direção de resultados prejudiciais.

“O resultado do estudo é que a palmada aumenta a probabilidade de uma grande variedade de resultados indesejados para as crianças. Bater nelas, assim, faz o contrário do que os pais geralmente querem que faça“, diz Grogan-Kaylor.

Gershoff e Grogan-Kaylor testaram alguns efeitos a longo prazo entre os adultos que foram espancados quando crianças. Quanto mais eles foram espancados, mais eles passaram a exibir comportamentos antissociais e experimentar problemas de saúde mental.

Eles também eram mais propensos a apoiar o castigo físico para seus próprios filhos, o que destaca uma das principais maneiras pelas quais as atitudes em relação ao castigo físico passaram de geração em geração.

Os pesquisadores analisaram uma ampla gama de estudos e observaram que as palmadas estavam associadas a resultados negativos de forma consistente e em todos os tipos de estudos, inclusive aqueles que utilizam metodologias mais fortes, como projetos longitudinais ou experimentais.

Cerca de 80% dos pais ao redor do mundo batem nos seus filhos, de acordo com um relatório da UNICEF de 2014. Gershoff observa que essa persistência é a despeito do fato de que não há evidências claras de efeitos positivos e evidências amplas de que isso representa um risco de prejudicar o comportamento e o desenvolvimento das crianças.

Tanto o espancamento como o abuso físico foram associados com os mesmos resultados prejudiciais nas crianças na mesma direção e quase com a mesma força.

“Nós, como sociedade, pensamos nas palmadas e no abuso físico como comportamentos distintos”, diz ela. “No entanto, nossa pesquisa mostra que o espancamento está ligado aos mesmos resultados negativos da criança que sofrem abuso, apenas em um grau ligeiramente menor”.

Gershoff também observou que os resultados do estudo são consistentes com um relatório divulgado recentemente pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA que pediram “campanhas de engajamento e educação pública e abordagens legislativas para reduzir o castigo corporal”, incluindo as palmadas, como meio de reduzir abuso físico as crianças

“Esperamos que o nosso estudo possa ajudar a educar os pais sobre os potenciais danos do espancamento e levá-los a tentar formas de disciplina positivas e não punitivas”, conclui a pesquisadora.

Ciberia // HypeScience

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Novos hábitos devem fazer parte da vida das sociedades no pós-pandemia, dizem especialistas

Enquanto a vacina que poderá conter a disseminação do novo coronavírus não sai, o mundo seguirá lavando as mãos. exaustivamente, abusando do álcool gel (ou de desinfetantes poderosos), caprichando na limpeza de tudo o …

Coroas de buracos negros supermassivos podem ser fonte de "partículas fantasmas"

Nas profundezas do gelo antártico, estão enterrados mais de 5.000 sensores de luz, que fazem parte do Observatório IceCube, um detector de neutrinos. Em 2018, este observatório recebeu a atenção da comunidade científica de todo …

Partícula exótica nunca vista antes é descoberta no CERN

Cientistas trabalhando no Grande Colisor de Hádrons (LHC) observaram uma partícula exótica composta de quatro quarks charm. Essa é provavelmente a primeira descoberta de uma classe de partículas jamais observada pelos físicos. O quark é uma …

Lava Jato denuncia José Serra por lavagem de dinheiro

Ministério Público Federal acusa senador de ter recebido pagamentos indevidos da Odebrecht através de contas no exterior. Verônica Serra, filha do político, também é denunciada. A força-tarefa da Operação Lava-Jato em São Paulo denunciou nesta sexta-feira …

'Morra quem morrer', diz prefeito na Bahia ao decretar reabertura do comércio

O prefeito da cidade de Itabuna (BH), Fernando Gomes, declarou em vídeo divulgado nas redes sociais que autorizará reabertura de estabelecimentos comerciais em 9 de julho. Ao anunciar a implementação do decreto que autorizará reabertura do …

Édouard Philippe, premiê francês, pede demissão e deixa cargo após três anos

O primeiro-ministro francês, Édouard Philippe, apresentou sua demissão nesta sexta-feira (3) ao presidente Emmanuel Macron, que aceitou o pedido. O anúncio foi feito nesta manhã pela assessoria do palácio do Eliseu, a sede da …

Crânio achado em tumba submarina revela aparência de homem da Idade da Pedra

Oscar Nilsson, um artista forense sueco, reconstruiu virtualmente a aparência de um homem da Idade da Pedra, cujo crânio sem mandíbula foi encontrado em uma estaca dentro de uma tumba submarina de aproximadamente oito mil …

Alemanha quer eliminar extremismo de direita de tropa de elite

Com reforma, Ministério da Defesa alemão pretende "apertar o botão de reset" no KSK, unidade de elite das Forças Armadas abalada por escândalos sobre envolvimento de seus membros com extremismo de direita. A ministra alemã da …

Putin, presidente "eterno"? Para mais de 75% dos russos, a resposta é sim

Vladimir Putin, presidente "vitalício"? Essa é uma das apostas da votação que termina hoje na Rússia, e que vem sendo apoiada por cerca de 73,55% dos eleitores, que até agora votaram “SIM” neste referendo. Se …

Funcionários da Tesla são demitidos por ficarem em casa

Quando a fábrica da Tesla na Califórnia (EUA) reabriu em meados de maio, o CEO, Elon Musk, tranquilizou os trabalhadores dizendo que não precisariam ir à fábrica se "se sentissem desconfortáveis". No entanto, apesar do comunicado, …