Pela primeira vez cientistas observam o violento início de uma supernova

Chandra/X-Ray Centre/M Weiss / NASA

Conceito artístico de uma supernova

Conceito artístico de uma supernova

Cientistas observaram os efeitos imediatos da formação de uma supernova pela primeira vez, detectando apenas três horas depois da explosão o enorme brilho da morte de uma estrela supergigante vermelha.

O evento foi batizado de SN 2013fs, e foi a primeira chance que os pesquisadores tiveram de estudar uma supernova tão jovem. Normalmente o brilho resultante de sua formação só é descoberto alguns dias depois. Neste caso, foi mais sorte que qualquer outra ação mais ativa; os telescópios já estavam apontados para a região correta por coincidência.

A supernova aconteceu na galáxia chamada NGC 7610, que está a 160 milhões de anos-luz da Terra.

Depois da luz desta explosão anciã ter viajado por 160 milhões de anos através do espaço, ela finalmente atingiu a Terra em 2013, onde foi detectada em uma inspeção automática do céu que acontecia no observatório Palomar, perto de San Diego, na Califórnia.

“Até alguns anos atrás, flagrar uma supernova uma semana depois da explosão já era considerado pouco tempo. Este já não é mais o caso, e com novas inspeções automáticas e totalmente robotizadas, temos flagrado eventos um dia ou até menos depois da explosão”, diz o astrofísico Ofer Yaron, do Instituto de Ciência Weizmann, em Israel.

Cenário da explosão

Ao identificar a luz apenas algumas horas depois da explosão, cientistas tiveram a rara oportunidade de examinar as condições cósmicas que cercavam a estrela pouco antes da explosão.

O brilho da supernova é visível por cerca de um ano, mas para observar o cenário da explosão, é preciso descobrir a supernova o quanto antes. No caso da SN 2013fs, observações mostraram que a estrela estava cercada por um disco de fragmentos que havia sido ejetado pela estrela no ano anterior à explosão.

Essa camada de material cobriu a estrela com uma nuvem de gás de 10 bilhões de km de profundidade, antes de ser destruída pela supernova.

“Antes de virar supernova, a estrela passa por instabilidades muito significantes no seu interior, afetando as camadas externas e superfície, o que causa essa perda de massa logo antes da explosão”, explica Yaron. “É como se a estrela soubesse que está no fim da vida e que vai morrer logo, e expulsa o material como se fosse o último suspiro”.

SN 2013fs é uma supernova do tipo II, o tipo mais comum de explosão estelar, envolvendo estrelas entre 8 e 50 vezes a massa do Sol. “O fato dela ser do tipo comum II e estar com material ao seu redor significa que esse fenômeno de grande perda de massa logo antes da explosão pode ser comum entre colapsos de supernovas”, diz o cientista.

Em breve poderemos confirmar se a perda de massa realmente é normal nesse tipo de explosão ou não, já que a tecnologia dos telescópios tem melhorado rapidamente. O esperado é que em pouco tempo possamos identificar essas explosões apenas minutos depois delas acontecerem.

Essa possibilidade deverá ajudar cientistas a estudar essas mortes violentas das estrelas com grandes detalhes. Eles até esperam observar uma supernova na Via Láctea – contanto que ela não aconteça muito perto de nós.

“Se você perguntar a um nadador no mar, ele não quer ver um tubarão. Mas se perguntar a um mergulhador, isso é tudo o que ele quer ver”, compara Yaron.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo de esqueletos de 200 gerações revela como humanos evoluíram para lutar contra germes

Estudiosos analisaram cerca de 70 mil esqueletos de 200 gerações a fim de entender como a humidade passou por pandemias anteriores. Os estudos foram feitos acerca de doenças infecciosas como tuberculose, treponematose e hanseníase. Os pesquisadores …

Médica adverte sobre síndrome inflamatória multissistema em pacientes que superaram covid

A médica-chefe de um hospital de Moscou, Mariana Lysenko, declarou em uma entrevista ao canal RT que alguns dos pacientes que superaram a COVID-19 podem desenvolver uma síndrome inflamatória multissistema. De acordo com a médica, a …

Militares abrem fogo contra manifestantes em Mianmar

Forças de segurança reforçam repressão aos protestos contra golpe de Estado e deposição do governo democraticamente eleito. Relatos de mortes surgem de várias cidades. ONU condena violência e o uso de força excessiva. As forças de …

LEGO lança quiz online para educar a criançada sobre cyberbullying

O sentido educacional que os brinquedos da LEGO oferecem ganha nova e ainda maior dimensão com o lançamento do Safer Internet Day (ou Dia da Internet mais Segura, em tradução livre), um quiz virtual desenvolvido …

Covid-19: Peru prorroga suspensão de voos do Brasil até 14 de março

O governo do Peru anunciou neste domingo (29) a prorrogação até 14 de março da suspensão de voos procedentes do Brasil. A medida preventiva visa evitar a entrada de passageiros que podem estar infectados …

Ex-funcionários do McDonald's revelam "estratégia de espionagem" da rede de fast-food

A revista Vice analisou testemunhos de supostos trabalhadores anônimos do McDonald's que tinham conhecimento direto da vigilância, e vazou documentos que explicam as táticas de espionagem. Uma equipe de analistas de inteligência da cadeia de fast-food …

Bolsonaro usa pesquisa alemã distorcida para criticar uso de máscaras

O presidente Jair Bolsonaro usou sua live de quinta-feira (26/02) para mais uma vez desestimular o uso de máscaras contra a covid-19. No mesmo dia em que o Brasil registrou a segunda pior marca de mortes …

Cientistas congelam sêmen de corais para tentar salvar espécie da extinção no Brasil

Estima-se que até 50% dos recifes de corais já desapareceram dos oceanos. A previsão para o futuro também não é animadora: uma projeção da Unesco apontou que, caso as mudanças climáticas não sejam revertidas, eles …

Esqueletos descobertos podem revelar a história do mais rico pirata da historia, morto há 300 anos

No início do século XVIII, quem mandava nos mares sem lei do Caribe, da América Central e da América do Norte era o grande pirata inglês Samuel Bellamy, imortalizado pelo apelido de “Black Sam”. Um dos …

Biden isola príncipe saudita, provável alvo de relatório da CIA sobre morte de jornalista

O presidente americano, Joe Biden, falou pela primeira vez por telefone nesta quinta-feira (25) com o rei Salman, da Arábia Saudita, na iminência da publicação de um aguardado relatório de inteligência sobre o assassinato …