Existe uma planta que sangra níquel (e pode ajudar a limpar solos contaminados)

(dr) Antony van der Ent

A Pycnandra acuminata é uma planta que sangra metal e pode ser uma esperança na luta pela preservação do meio ambiente, podendo ser usada ​​para “limpar” os solos em que há acumulação de material tóxico devido à atividade humana.

Ao contrário da maioria das plantas que não querem qualquer contato com níquel e zinco, as “hiperacumuladoras” conseguiu, através da evolução, absorver elementos normalmente tóxicos nos caules, folhas e até sementes.

Mas há uma em particular que capta a atenção da comunidade científica. A Pycnandra acuminata cresce na ilha de Nova Caledônia, no sul do Pacífico, e os cientistas suspeitam de que a planta pode vir a ser uma ferramenta muito útil na limpeza de solos contaminados ou para permitir que terras pobres em nutrientes voltem a ser férteis.

O látex desta planta tem uma cor azul-esverdeada exótica e uma concentração de até 25% de níquel. Os cientistas acreditam que o metal pode ser útil para a planta, que o usa muito provavelmente para se defender de insetos.

“A Pycnandra acuminata é uma árvore rara de floresta tropical de grande porte, que pode chegar a até 20 metros de altura“, explica o pesquisador Antony van der Ent, da Universidade de Queensland, na Austrália.

“Como objeto de estudo, a planta é um desafio, porque cresce muito lentamente e leva décadas para produzir flores e sementes. Está ameaçada pelo desmatamento, resultado de atividades de mineração e queimadas”, disse à BBC.

A afinidade incomum da planta com o níquel foi identificada pela primeira vez na década de 1970, e desde então que a investigação sobre as plantas hiperacumuladoras tem vindo a se expandir.

Os cientistas ainda não sabem por que estas plantas evoluíram dessa maneira, nem o motivo de conseguirem se desenvolver em condições tão adversas. “A evolução da hiperacumulação aconteceu em diversas etapas e em famílias muito diferentes, no decorrer de milhões de anos. Estas plantas são encontradas em solos naturalmente enriquecidos com metais”, diz van der Ent.

Ainda assim, alguns cientistas estão esperançosos de que as hiperacumuladoras possam ser usadas ​​para “limpar” os solos em que há acumulação de material tóxico devido à atividade humana.

Outra possível aplicação é a chamada fitomineração – neste caso, a plantas hiperacumuladoras seriam usadas em solos pobres em nutrientes, mas ricos em metais, para extraí-los e permitir, por exemplo, que o solo fique mais fértil para a agricultura.

Ciberia // BBC / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Astrônomos mapeiam 1 milhão de galáxias previamente desconhecidas

Cerca de um milhão de galáxias previamente desconhecidas para além da Via Láctea foram adicionadas a um mapa detalhado de seção de espaço. Pesquisas sobre o espaço normalmente demoram anos para serem completas, mas um novo …

Brasil recebe vacina de Oxford em janeiro, promete Pazuello

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que o primeiro lote das vacinas de Oxford chega ao Brasil em janeiro. Serão 15 milhões de doses entre janeiro e fevereiro, totalizando 260 milhões ao longo do …

Cingapura é primeiro país a aprovar venda de carne de laboratório

Empresa californiana obteve autorização da cidade-Estado para usar sua carne de frango produzida a partir de cultura celular em chicken nuggets e garante que preço será competitivo. Cingapura é o primeiro país do mundo a aprovar …

Relatório da ONU aponta que 2020 deve ser um dos 3 anos mais quentes já registrados

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) publicou um relatório que aponta que o ano de 2020 deve ser um dos três anos mais quentes desde o início dos registros de temperatura. O secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, …

Documentos oficiais mostram que a China escondeu informações sobre a Covid-19

Relatórios oficiais chineses teriam sido transmitidos à rede de TV americana CNN por meio de um informador anônimo. A investigação se chama “Wuhan files” e tem como foco o começo da pandemia de Covid-19, em …

Jovem que filmou morte de George Floyd por policiais brancos ganha prêmio por bravura

A mulher que filmou o assasinato de George Floyd pelo policial Derek Chauvin vai ser condecorada com um prêmio por sua coragem. Darnella Frazier, de 17 anos, fez o registro enquanto ia com o primo …

Remédio experimental reverteu o declínio mental da idade avançada em dias

Apenas algumas doses de um medicamento experimental podem reverter o declínio relacionados à idade na memória e flexibilidade mental em ratos, de acordo com um novo estudo realizado por cientistas da UC San Francisco. A droga, …

Bebê nasce de embrião congelado há 27 anos: quase a idade da mãe

A pequena Molly Everette Gibson, de um mês, estabeleceu um novo recorde no mundo. A garotinha, filha de Tina e Ben Gibson, nasceu de um embrião que foi congelado há 27 anos e gerado por …

Covid-19: exame pioneiro mostra danos em pulmões 3 meses depois de infecção por coronavírus

A covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, pode estar causando anormalidades pulmonares ainda detectáveis mais de três meses após os pacientes serem infectados, revela um novo estudo. Cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, …

"Hyperloop de levitação": a próxima revolução nas viagens?

Imagine viajar para o trabalho a quase 1.000 km/h, pairando um pouco acima do solo, sem barulho de motor. Pode soar como um filme de ficção científica, mas este cenário se aproximou da realidade quando o …