Polícia dinamarquesa encontra cabeça e pernas de jornalista sueca Kim Wall

(dr)

A jornalista sueca Kim Wall

A polícia da Dinamarca informou, neste sábado, que encontrou na baía de Koge, ao sul de Copenhague, a cabeça e pernas da jornalista sueca Kim Wall, que desapareceu há dois meses, quando entrevistava inventor dinamarquês Peter Madsen, em seu submarino.

Mergulhadores da Marinha encontraram ontem um saco com a roupa de Kim e uma faca, assim como outra sacola com a cabeça e pernas, ambas com pedaços de metal em seu interior para aumentar o peso.

O chefe da investigação, Jens Moller Jensen, informou em entrevista coletiva que não há fraturas no crânio e que as partes do cadáver apresentam ferimentos menores.

Os legistas realizarão agora uma autópsia de todos os fragmentos disponíveis do cadáver – os braços não foram encontrados – para tentar estabelecer a causa da morte, ainda desconhecida.

O tronco do corpo humano de Kim Wall apareceu flutuando no Báltico, no final de agosto, quase duas semanas após ter sido vista pela última vez a bordo do Nautilus, o submarino de fabricação caseira onde entrevistaria Madsen, que em prisão preventiva, acusado de homicídio e trato indecente com cadáver.

Bax Lindhardt Denmark Out / EPA

O inventor Peter Madsen depois de ter sido resgatado do naufrágio do seu submarino

O inventor, cuja prisão foi renovada há quatro dias, afirma que Wall faleceu no interior do submarino, caindo acidentalmente na escotilha e que após navegar sem rumo e pensando no suicídio por várias horas, jogou o cadáver pela borda, inteiro e com roupa.

A investigação policial concluiu que o corpo foi intencionalmente cortado, que o tronco do corpo humano tinha tubos de metal fixados e que apresentava ferimentos para extrair o ar do seu interior, com o objetivo que afundasse e não voltasse para a superfície.

A hipótese com a qual as autoridades trabalham é que nas quatro horas que o submarino esteve submerso no Báltico na noite do crime, Madsen esquartejou o corpo e se desfez dele.

Kim Wall desapareceu no dia 10 de agosto, a bordo do Nautilus, que foi visto novamente no dia seguinte na baía de Koge, onde o inventor foi resgatado antes do submarino naufragar.

Madsen sustentou inicialmente ter desembarcado algumas horas após o início da viagem e que o submarino afundou por um erro, mas depois mudou seu depoimento e foi revelado que o naufrágio foi intencional.

Na última audiência, a acusação revelou que o tronco do corpo humano de Kim Wall apresentava 14 punhaladas na região do abdômen e que no computador do inventor havia vídeos de mulheres executadas e torturadas, mas ele diz que não os pertencia.

“Foguete” Madsen, como é chamado pela imprensa dinamarquesa, é conhecido pelos seus projetos de submarinos e por ser o co-fundador da empresa Copenhagen Suborbitals, criada em 2008 com o objetivo de lançar ao espaço foguetes tripulados e que fez decolar com sucesso foguetes experimentais sem pessoas a bordo.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …