População de animais em florestas caiu pela metade desde 1970

Desmatamento, caça ilegal, doenças, mudança climática. Para os animais silvestres que vivem nas florestas do mundo, as últimas décadas representaram uma hecatombe. Segundo um relatório divulgado pela ONG ambiental World Wide Fund for Nature, a população desses animais diminuiu pela metade desde 1970.

O estudo analisou 455 populações de 268 espécies de mamíferos, répteis, anfíbios e pássaros que vivem em florestas e concluiu que houve um declínio de 53% na quantidade de animais vertebrados entre 1970 e 2014. A WWF aponta que a situação é particularmente crítica na Amazônia e em outras florestas tropicais. O estudo também analisou populações de florestas temperadas, boreais e mediterrâneas.

Segundo a ONG, 60% dessas perdas estão relacionadas ao desmatamento e à degradação drástica do habitat das populações de animais. O texto ainda aponta que a caça, a introdução de espécies invasoras, a disseminação de doenças e a mudança climática também contribuíram para o quadro.

No caso do Brasil, a WWF menciona a derrubada de árvores por madeireiros como principal causa da diminuição da população de animais, mas queimadas também tiveram efeitos duradouros sobre várias espécies. A ONG lembra que 20% de toda a Amazônia já foi derrubada.

Em florestas tropicais como a Amazônia, em média, a perda de população das espécies estudadas superou o crescimento de todos os grupos somados. Já nas florestas temperadas, o crescimento da população de algumas espécies, especialmente pássaros, ajudou a reverter a tendência negativa na média de todas as populações.

Ainda de acordo com a WWF, a diminuição da população tem sido especialmente dura com anfíbios e répteis, enquanto as populações de pássaros registraram mais anos positivos de crescimento do que de declínio.

A análise também menciona exemplos de como a população de algumas espécies pode ser recuperada. Entre os casos mais otimistas mencionados pela WWF está o aumento das populações de gorilas na África Central e Oriental, graças a medidas de proteção, e de macacos na Costa Rica.

No caso da Costa Rica, a WWF chama de positiva a tendência de aumento na proteção e regeneração da floresta tropical. No entanto, a ONG adverte que enquanto as florestas têm capacidade para recuperar mais rapidamente a sua cobertura vegetal, as populações de vertebrados que habitam essas matas podem precisar de muitas décadas para se recuperar totalmente.

Por fim, a WWF lembra que as florestas são essenciais para que metas globais de conservação da biodiversidade sejam atingidas e para combater as mudanças climáticas e promover o desenvolvimento sustentável.

“As florestas são importantes depósitos de carbono, e as florestas tropicais são alguns dos habitats com maior biodiversidade do mundo, contendo mais da metade das espécies terrestres do mundo. As florestas também fornecem outros serviços ecossistêmicos vitais, incluindo alimentos, medicamentos, materiais, purificação de água, controle de erosão e reciclagem de nutrientes. E mais de um bilhão de pessoas dependem das florestas para sua subsistência”, conclui o estudo.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Ter um cachorro pode te ajudar a viver mais, aponta estudo

Nos últimos anos diversas pesquisas apontaram as vantagens de se ter um cachorro em casa. Nossos fiéis amigos de quatro patas são muito mais do que companheiros, mas podem nos ajudar a viver mais. É …

Desde 1970 a NASA sabe que existe vida em Marte, diz ex-engenheiro da agência

Em um artigo publicado na terça-feira (15) na revista Scientific American, Gilbert Levin, um ex-engenheiro da NASA que trabalhou nas missões Viking, faz uma afirmação polêmica: a de que, desde a década de 1970, a …

Brexit: União Europeia e Reino Unido anunciam um acordo em Bruxelas

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciou na manhã desta quinta-feira (17) que encontrou um "excelente novo acordo" para o Brexit com a União Europeia, a poucas horas da cúpula da UE para selar a saída …

Câmara dos EUA condena retirada militar do norte da Síria

Por 354 votos a 60, deputados rejeitaram decisão de Trump de abandonar forças curdas que lutavam ao lado dos EUA. Resolução contou com apoio de mais da metade da bancada republicana. A Câmara de Representantes dos …

Vacina contra o câncer de mama pode estar disponível em 8 anos, diz a Clínica Mayo

Pesquisadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o câncer ovário e de mama que poderia estar disponível dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes a …

Líder de Hong Kong abandona discurso no Parlamento após protestos

Parlamentares pró-democracia forçam Carrie Lam a interromper pronunciamento anual. Sem conseguir completar fala, chefe do Executivo faz discurso sobre futuro político da região administrativa especial da China em vídeo. A chefe do Executivo de Hong Kong, …

Barcelona se prepara para novos protestos, depois de noite tensa em aeroporto

A Catalunha se prepara para um novo dia de indignação, depois que milhares de ativistas pela independência cercaram o aeroporto de Barcelona, na segunda e terça-feira, para denunciar a condenação de seus líderes a sentenças …

Erdogan acusa militares sírios de bombardear posições turcas

Dois soldados turcos foram mortos na área de Manbij pelo Exército do governo sírio, disse o presidente turco Recep Tayyip Erdogan. No dia anterior foi noticiada a morte de mais dois soldados turcos durante um ataque …

Operação da PF amplia briga interna no PSL

A disputa pública pelo comando do PSL, o partido do presidente Jair Bolsonaro, ganhou um novo capítulo nesta terça-feira (15/10) quando agentes da Polícia Federal (PF) realizaram uma operação de busca e apreensão na casa …

Cidade na Itália proíbe Google Maps porque pessoas 'se perdem' o tempo todo

Serviços de emergência de Baunei já tiveram que resgatar 144 perdidos em dois anos devido ao Google Maps. O prefeito da cidade italiana de Baunei, Salvatore Corrias, proibiu o uso do aplicativo de localização geográfica Google …