Portugal isola Lisboa para conter disseminação de variante

Em meio a alta de casos e difusão da variante delta do coronavírus, detectada inicialmente na Índia, governo português restringe circulação para dentro e para fora da região metropolitana da capital no fim de semana.

Em meio a preocupações com o elevado número de casos de covid-19 e a disseminação da variante delta do coronavírus, detectada pela primeira vez na Índia, o governo de Portugal decidiu impor restrições de circulação à Área Metropolitana de Lisboa (AML) neste fim de semana.

Os 2,8 milhões de moradores da AML – que engloba 17 municípios além da capital – estão proibidos de deixar a área entre as 15h (hora local) desta sexta-feira (18/06) e as 6h de segunda-feira.

Também ficará vetada a entrada de pessoas de fora da região metropolitana nesse período. A circulação para dentro e fora da AML será permitida apenas em circunstâncias extraordinárias.

“É muito mais uma medida de proteção do resto do país, para não estender o fenômeno em Lisboa para outras regiões, do que uma medida de contenção da pandemia na AML”, afirmou a ministra do Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, ao anunciar, nesta quinta, a restrição à circulação.

Lisboa registrou 928 novos casos de covid-19 nesta quarta-feira, o mais alto número diário contabilizado desde fevereiro. A alta correspondeu a quase 70% de todas as infeções registradas no país no período – apesar de apenas 27% dos 10,3 milhões de habitantes de Portugal viverem na Área Metropolitana de Lisboa.

A variante delta, mais contagiosa, vem se espalhando rapidamente na capital e arredores e é uma das principais razões para a situação epidemiológica na área.

“Aparentemente, [existe] uma prevalência maior da variante Delta neste território e também na região do Alentejo”, afirmou Vieira da Silva, citada pelo jornal português Público.

“É difícil a explicação e a tomada destas medidas [de restrição à circulação], mas é uma condição que nos pareceu fundamental neste momento para não fazer alastrar a todo o país a situação que se vive em Lisboa.”

Testes de laboratório sugerem que a variante delta se multiplique mais no organismo, e estima-se que o risco de infectar membros da própria família seja 60% maior, de acordo com uma análise divulgada pela autoridade sanitária britânica Public Health England (PHE). Alé disso, segundo um estudo feito por pesquisadores escoceses e publicado na revista Lancet, uma infecção pela variante duplica o risco de hospitalização.

Devido à disseminação da variante delta, o primeiro-ministro, Boris Johnson, adiou por quatro semanas o levantamento de todas as medidas de prevenção na Inglaterra, inicialmente planejado para 21 de junho. Apesar da difusão da cepa no Reino Unido, Portugal decidiu liberar a entrada de turistas britânicos, exigindo apenas a apresentação de um teste negativo para a covid-19 antes da viagem.

Cenário revertido em poucas semanas

Portugal foi duramente atingido pelo coronavírus, mas conseguiu fazer com que as infecções baixassem para um dos níveis mais baixos do continente durante a primavera europeia. Em maio, as autoridades portuguesas encerram o estado de emergência imposto para conter a pandemia, após cinco meses e meio de vigência.

No entanto, dentro de poucas semanas, a taxa de incidência de casos por 100 mil pessoas em 14 dias no país aumentou de 55 para 87, de acordo com Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças.

Na Área Metropolitana de Lisboa, chegou a 254 na quinta-feira, enquanto a taxa nacional ficou em 90. Com isso, Lisboa está acima da linha vermelha, de 240 novos casos por 100 mil habitantes em 14 dias, determinada pelo governo.

Na semana passada, Lisboa não seguiu adiante com as planejadas medidas de desconfinamento no país devido à alta incidência da doença. As infecções vêm aumentando em todo o país, mas a maior parte dos casos contabilizados nas últimas duas semanas foi na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Segundo a ministra Vieira da Silva, o país como um todo deverá ser obrigado a cancelar a próxima etapa de desconfinamento, prevista para a semana que vem. O número efetivo de reprodução do coronavírus R está em 1,13, o que significa que cada infectado transmite a doença a pelo menos mais uma pessoa.

Ao Diário de Notícias, Carlos Antunes, professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, afirmou que, na prática, o país já vive uma quarta onda da pandemia.

Hospitais públicos ainda não estão sob pressão, mas alguns já estão se preparando para admitir mais pacientes com covid-19.

Lisboa anunciou nesta quinta que vai abrir centros de vacinação sete dias por semana a partir de 1º de julho numa tentativa de acelerar a campanha de imunização. Também nesta quinta, as autoridades de saúde disseram que vão reduzir o período entre as duas doses da vacina da AstraZeneca de 12 para oito semanas, em meio à disseminação de “variantes preocupantes”.

Até agora, Portugal vacinou 42% de sua população com a primeira dose e 25% com duas doses.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Não vacinados ameaçam combate à covid nos EUA

Em meio à disseminação de teorias da conspiração e a uma alta das infecções pelo coronavírus entre não vacinados, autoridades de saúde dos EUA lutam para convencer mais pessoas a se imunizarem contra a covid-19. Em …

Helicóptero da NASA estabelece novo recorde durante seu 10º voo em Marte

Neste sábado (24) o pequeno helicóptero da NASA em Marte, Ingenuity, conseguiu ultrapassar a marca de 1,6 km de distância percorrida acumulada após sobrevoar uma região rochosa na cratera Jezero. No sábado, o helicóptero robótico completou …

A curiosa rejeição de parte dos franceses ao passaporte sanitário na pandemia

No país onde o debate é uma espécie de esporte nacional, qualquer imposição verticalizada do governo pode ser considerada um acinte. Desde a Revolução, os franceses alimentam uma espécie de ojeriza ao compulsório que …

Astrônomo amador descobre nova lua na órbita de Júpiter

O corpo celeste recebeu o nome provisório de EJc0061 e mais provável é que seja um novo membro do grupo Carme, que orbita o planeta junto a outras 78 luas. O estudante Kai Ly se tornou …

Microsoft diz que 70% dos brasileiros já foram alvos do golpe de suporte técnico

Imagine estar navegando pela internet e se deparar com uma janela afirmando que há algo de errado com sua instalação do Windows. Ao clicar, você consegue entrar em contato com um técnico, que dá instruções …

Orçamento recorde não salva Jogos Olímpicos de Tóquio do desânimo causado pela Covid-19

Os jornais franceses desta detalharam o desafio dos organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, que começaram oficialmente nesta sexta-feira (23) sob a ameaça da Covid-19 e uma impopularidade recorde no Japão. Para a imprensa …

Comunidade LGBTQ da Hungria teme repressão e perseguições

Nos últimos meses, Boldizsár Nagy teve que lidar com situações que nunca imaginara. Por muito tempo, ele foi um jornalista e editor de livros infantis desconhecido, "ninguém especial", em suas próprias palavras. Quando, em 2020, ele …

68 anos! Conheça a história do homem com a maior crise de soluço do mundo

Você provavelmente já teve soluços ao longo da vida, certo? Alguns minutos de soluço são suficientes para deixar qualquer um emburrado. Mas já pensou soluçar por nada menos que 68 anos seguidos? Pois foi isso …

Mesmo após crise gerada por pandemia, Brasil terá 10 milhões de desempregados, dizem economistas

Com a aceleração da vacinação na maior parte do país, os brasileiros já começam a vislumbrar uma luz no fim do túnel da pandemia do coronavírus. Diante da perspectiva de gradual volta à normalidade, espera-se …

Pentágono confirma que 7 colombianos presos no Haiti passaram por treinamento militar nos EUA

Pentágono revelou que sete dos ex-militares colombianos acusados de assassinar o presidente haitiano Jovenel Moïse receberam treinamento nos EUA enquanto estavam no serviço militar colombiano. Além disso, os militares participaram de um programa de elite do …