Variante Delta do coronavírus, 40% mais transmissível, avança no sudoeste da França

A variante Delta do coronavírus, que ameaça a suspensão das últimas restrições no Reino Unido, é 40% mais transmissível do que a variante Alfa, identificada no território britânico. A informação é do ministro da Saúde britânico, Matt Hancock.

“A melhor estimativa da vantagem de crescimento, como a chamamos (…) está em torno de 40%“, declarou o ministro neste domingo (6) à BBC, citando pesquisa de um grupo de cientistas que assessora o governo.

No entanto, apesar do aumento no número de novos casos de Covid-19 nos últimos dias, que ultrapassa os 5.000 diagnósticos registrados diariamente, o número de internações permanece estável, acrescentou Hancock. A maioria das hospitalizações refere-se a pacientes que não foram vacinados, assegurou.

O Reino Unido, o país mais afetado da Europa, com cerca de 128.000 mortes na pandemia, administrou pelo menos uma primeira dose da vacina contra a Covid-19 a mais de 40 milhões de pessoas.

Mais de 27 milhões já receberam uma segunda dose. Mas a chegada da variante Delta, identificada pela primeira vez em abril na Índia e agora dominante no Reino Unido, segundo estimativas, ameaça o levantamento das últimas restrições esperadas em 21 de junho.

Até lá, cerca de três quintos dos adultos estarão totalmente vacinados, garantiu Hancock, contra 52% hoje.

França tem mais de 50 casos da variante Delta

A França já identificou formalmente 31 casos da variante Delta no departamento de Landes, no sudoeste do país. No entanto, “cerca de 20 outros”, não sequenciados geneticamente, podem estar relacionados a esta cepa, elevando o total para cerca de 50 infecções, afirma a Agência Regional de Saúde (ARS).

Todas as pessoas portadoras da variante Delta estão agrupadas em 15 focos de contaminação descobertos em seis cidades das regiões da Ocitânia e Aquitânia, onde fica o departamento de Landes.

O que intriga as autoridades é que as duas primeiras pessoas diagnosticadas com esta linhagem não tiveram contato com viajantes provenientes da Índia ou do Reino Unido.

O governo francês está preocupação com o aumento da prevalência da Covid-19 nesta área do território, em particular a poucas semanas do início das férias de verão. As praias da Aquitânia, que se estendem de localidades próximas de Bordeaux até Biarritz, passando pelo País Basco francês, acolhem milhares de turistas durante os meses de julho e agosto, alta temporada do verão no hemisfério norte.

De acordo com a ARS, a “situação epidemiológica é desfavorável” no departamento de Landes, que apresenta uma taxa de incidência de 95,6 casos positivos da Covid-19 por 100.000 habitantes, superior à nacional, e em trajetória de alta de 35% em menos de três semanas, informou a ARS.

As autoridades francesas acompanham com atenção a evolução da epidemia no sudoeste, no momento em que o país continua registrando um forte recuo da doença. Apenas 6.654 novos casos de Covid-19 foram registrados nas últimas 24h e 267 pessoas deram entrada nos hospitais com dificuldades respiratórias.

O governo francês se prepara para suspender restrições no dia 9 de junho, quando os restaurantes voltarão a receber a clientela em ambiente fechado e o público autorizado em cinemas, museus, teatros e estádios será ampliado.

Até o momento, 27,5 milhões de franceses receberam a primeira dose da vacina contra o coronavírus e 13,4 milhões foram completamente imunizados. Falta vacinar 18,9% da população para atingir uma taxa de imunização de 60%.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …