Primeiro-ministro do Japão vai deixar o cargo por motivos de saúde

CSIS / Flickr

Shinzo Abe, primeiro-ministro do Japão

O primeiro-ministro japonês anunciou, nesta sexta-feira (28), que vai renunciar ao cargo por problemas de saúde. No segundo mandato desde 2012, o premiê sofre de uma doença inflamatória no intestino que já o obrigou a abandonar o poder em 2007.

“Decidi renunciar à função de primeiro-ministro”, declarou Shinzo Abe, de 65 anos, durante uma coletiva de imprensa. “Vou continuar a cumprir rigorosamente meu trabalho até que o próximo primeiro-ministro seja nomeado”, reiterou.

Diante os jornalistas, Abe explicou que voltou a enfrentar uma retocolite ulcerativa. Essa doença crônica não contagiosa provoca inflamações no intestino grosso e na mucosa do reto.

O agravamento do estado de saúde de Abe preocupa o país. Na última segunda-feira (24), ele passou por exames médicos em um hospital de Tóquio, pela segunda vez em oito dias.

Uma revista japonesa informou recentemente que Abe foi visto cuspindo sangue no início de julho. A imprensa destacou que o chefe de governo não concedeu nenhuma entrevista coletiva importante nas últimas semanas.

Sem esconder sua emoção, o premiê afirmou que está “profundamente triste” por deixar o posto um ano antes da data prevista e em plena crise do coronavírus. “Não posso ser primeiro-ministro se eu não puder tomar as melhores decisões para o povo”, afirmou.

Quem será o novo primeiro-ministro?

O novo chefe de governo provavelmente será o vencedor das eleições pela presidência do Partido Liberal-Democrata, comandado atualmente por Abe. O primeiro-ministro não fez comentários sobre seu possível sucessor na entrevista coletiva e afirmou que “todos os nomes que circulam são pessoas muito capacitadas”.

O porta-voz do governo, Yoshihide Suga, e o ministro das Finanças, Taro Aso, são apontados como os nomes mais fortes para a sucessão. O ex-ministro da Defesa, Shigeru Ishiba, e o atual, Taro Kono, além do ex-ministro das Relações Exteriores e estrategista político do Partido Liberal-Democrata, Fumio Kishida, também são potenciais candidatos ao cargo.

Abe bateu na segunda-feira o recorde de longevidade no cargo de primeiro-ministro do Japão no mesmo mandato (2.799 dias consecutivos). Ele já havia superado a marca em novembro do ano passado, mas contando sua primeira passagem à frente do país, muito mais efêmera (um ano entre 2006 e 2007).

Entre os motivos alegados para sua renúncia na época, ele já havia citado a doença inflamatória crônica do intestino, da qual se declarou curado durante o segundo mandato.

A popularidade do primeiro-ministro caiu nos últimos meses e registrou o menor nível desde que retornou ao poder em 2012. Ele é fortemente criticado por sua gestão na pandemia de coronavírus, com 62.000 contágios e 1.200 mortes no país. O número de casos voltou a aumentar desde o início de julho.

Com a crise provocada pela pandemia, o sonho de Abe sobre um crescimento econômico sustentável acabou, já que, devido à pandemia, o Japão entrou em recessão.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Maioria das vacinas da Moderna será reservada no início para os Estados Unidos

A Moderna espera disponibilizar entre 100 e 125 milhões de doses de sua vacina contra a Covid-19 no primeiro trimestre de 2021. A empresa anunciou, nesta quinta-feira que, no início, entre 85 e 100 …

Amazonas é 3º estado com mais queimadas, emissões e desmatamento

Pela primeira vez, o Amazonas assume a terceira posição nos três principais rankings que indicam o avanço da degradação florestal na Amazônia brasileira, incluindo indicadores de queimadas, emissões de gases de efeito estufa e desmatamento …

Sudão bane casamento infantil e mutilação genital feminina, mas prática apresenta desafios

Depois de derrubar o ditador Omar al-Bashir no ano passado, o Sudão deu importante passo para reverter alguns dos tantos horrores cometidos contra a população feminina no país – e tornou ilegal tanto o casamento …

Namíbia elege deputado chamado Adolf Hitler

O nome de um recém-eleito político da Namíbia, vem chamando atenção na mídia nacionais e internacionais. "Adolf Hitler teve uma vitória esmagadora nas eleições regionais na Namíbia", relatou o portal de notícias alemão Spiegel Online nesta …

Astrônomos mapeiam 1 milhão de galáxias previamente desconhecidas

Cerca de um milhão de galáxias previamente desconhecidas para além da Via Láctea foram adicionadas a um mapa detalhado de seção de espaço. Pesquisas sobre o espaço normalmente demoram anos para serem completas, mas um novo …

Brasil recebe vacina de Oxford em janeiro, promete Pazuello

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que o primeiro lote das vacinas de Oxford chega ao Brasil em janeiro. Serão 15 milhões de doses entre janeiro e fevereiro, totalizando 260 milhões ao longo do …

Cingapura é primeiro país a aprovar venda de carne de laboratório

Empresa californiana obteve autorização da cidade-Estado para usar sua carne de frango produzida a partir de cultura celular em chicken nuggets e garante que preço será competitivo. Cingapura é o primeiro país do mundo a aprovar …

Relatório da ONU aponta que 2020 deve ser um dos 3 anos mais quentes já registrados

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) publicou um relatório que aponta que o ano de 2020 deve ser um dos três anos mais quentes desde o início dos registros de temperatura. O secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, …

Documentos oficiais mostram que a China escondeu informações sobre a Covid-19

Relatórios oficiais chineses teriam sido transmitidos à rede de TV americana CNN por meio de um informador anônimo. A investigação se chama “Wuhan files” e tem como foco o começo da pandemia de Covid-19, em …

Jovem que filmou morte de George Floyd por policiais brancos ganha prêmio por bravura

A mulher que filmou o assasinato de George Floyd pelo policial Derek Chauvin vai ser condecorada com um prêmio por sua coragem. Darnella Frazier, de 17 anos, fez o registro enquanto ia com o primo …