Moscou encobriu desastre nuclear quatro vezes pior que Chernobyl

Autoridades da antiga União Soviética encobriram um “desastre nuclear quatro vezes pior do que Chernobyl”. A revelação surge mais de 60 anos depois de este acidente ter acontecido no Cazaquistão.

A descoberta foi feita graças a um relatório classificado como “top secret” que detalha os contornos do caso que ocorreu em agosto de 1956, no âmbito de testes com armas nucleares feitos pela antiga União Soviética em Semipalatinsk e Öskemen, no Cazaquistão.

O diretor do Instituto de Medicina Radioactiva e de Ecologia (IMRE) de Semey, no Cazaquistão, Kazbek Apsalikov, encontrou o relatório e o entregou à New Scientist que agora divulga as informações que ele contém.

O acidente provocou mais de 638 doentes com envenenamento radioativo, um número muito superior aos 134 envenenamentos verificados no terrível acidente nuclear de Chernobyl, 1986.

Marcado como “confidencial”, o relatório detalha que os cientistas russos, que se deslocaram até a zona em três expedições distintas, detectaram “considerável contaminação radioativa dos solos, vegetais e comida” no local onde decorreu o acidente e nas vilas e cidades das imediações, cita a New Scientist.

Apesar do incidente e das recomendações dos investigadores para que os testes nucleares parassem, eles continuaram e as autoridades não informaram as pessoas do acidente, muito menos o comunicaram ao resto do mundo.

No relatório, não há referências ao número de mortes associadas ao desastre nuclear, mas nota-se que o envenenamento dos residentes acabou quando deixaram de comer os alimentos produzidos localmente e passaram a consumir produtos importados.

Os cientistas também afirmam que as consequências persistiram meses depois do incidente, com níveis altíssimos de radiação que acarretavam elevado perigo para as pessoas.

Na sequência das expedições científicas, foi criada uma clínica especial e secreta para detectar os níveis de radiação e seus efeitos para a saúde.

Os testes nucleares em Semipalatinsk pararam em 1963 e o local é hoje considerado seguro para se viver, mas “algumas áreas, nunca voltarão a ter natureza”, diz Apsalikov à New Scientist, notando que em outras zonas, a situação “é incerta e potencialmente perigosa”.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

China diz que encontrou traços de coronavírus em frango brasileiro

Carga de asas de frango que chegou a Shenzhen, no sul do país asiático, foi confiscada. Funcionários da alfândega que entraram em contato com alimentos foram testados, mas exames deram negativo. Traços do novo coronavírus foram …

Vacinação em SP começa em janeiro, segundo diretor do Butantan

Com a pandemia, inúmeras empresas estão dedicadas ao desenvolvimento de uma vacina que possa ajudar na luta contra a COVID-19. Nesta quarta-feira (12), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, afirmou que o estado …

Descoberto "Stonehenge de madeira" de 4.500 anos em Portugal

A estrutura de madeira achada é a "única na pré-história da Península Ibérica", explicou o arqueólogo que lidera as escavações. Durante uma escavação no sítio arqueológico de Perdigões, arqueólogos descobriram uma estrutura para fins cerimoniais de …

Coronavírus reaparece na "protegida" Nova Zelândia e gera alerta

A detecção de quatro casos de transmissão local do novo coronavírus, depois de mais de 100 dias sem o vírus, levou as autoridades da Nova Zelândia a restaurar a quarentena em Auckland, cidade mais populosa …

Viagem aos anos 90: Airbnb abrirá reservas para pernoites na última Blockbuster

Quem viveu o boom das locadoras nos anos 90 sabe que ir até uma Blockbuster ou redes semelhantes de VHS e DVDs era um verdadeiro programa de final de semana: a experiência de assistir a …

Joe Biden escolhe Kamala Harris como candidata a vice

Senadora eleita pela Califórnia pode se tornar a primeira mulher vice-presidente dos Estados Unidos, caso chapa democrata derrote Donald Trump em eleição de novembro. O candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta terça-feira …

Bilionários do Vale do Silício apostam em bunkers para vencer fim do mundo

Esqueça a vida no espaço: bilionários do Vale do Silício estão se preparando para o apocalipse comprando bunkers. A parte mais abastada da população mundial tem se mostrado interessada em adquirir “buracos na terra” equipados para …

Presidente russo Vladimir Putin anuncia registro de 1ª vacina contra COVID-19

Nesta terça-feira (11), o presidente Vladimir Putin anunciou o registro da primeira vacina russa contra a COVID-19. "Tanto quanto sei, nesta manhã foi registrada, pela primeira vez no mundo, uma vacina contra a COVID-19", disse o …

O planeta anão Ceres é um Oceano, afirmam cientistas

O planeta anão Ceres — há muito considerado uma estéril rocha espacial — é um mundo oceânico com reservatórios de água marinha sob sua superfície, descobriu uma grande missão de exploração que divulgou seus resultados …

Líder da oposição de Belarus deixa o país

Ministro da Lituânia afirma que Svetlana Tikhanovskaya "está em segurança” no país vizinho. Regime de Alexander Lukansheko, no poder desde 1994, vem reprimindo protestos que acusam governo de fraudar eleições. O ministro das Relações Exteriores da …