Queimaduras solares? Os dinossauros são os culpados

Alex Beynon / Flickr

Se o asteroide não tivesse atingido a Terra naquele momento histórico, os dinossauros poderiam andar entre nós – exceto que não haveria um “nós”

Sempre que apanhamos sol, uma preocupação emerge de imediato: queimaduras. Por que somos tão vulneráveis à luz solar? Um estudo recente procura responder ao enigma evolutivo, apontando os dinossauros como principais culpados.

O sol emite radiação eletromagnética em todo o espectro, mas só podemos ver a parte visível. Há também raios ultravioletas, e essa parte do espectro tem energia suficiente para danificar nosso DNA. O protetor solar impede que os raios UV danifiquem as células.

Os humanos precisam de protetor solar porque fazemos parte do grupo conhecido como mamíferos placentários, que têm carência de um recurso genético chamado função de reparo do DNA por fotorreação.

Organismos que têm essa capacidade podem ativar mecanismos de reparo do DNA em resposta à luz solar, como é o caso das plantas e a maioria dos animais.

Segundo o estudo recente, publicado na Cell, há um animal diferente dos mamíferos placentários que não possui esse mecanismo: o caverna da Somália ou “peixe-vampiro”, Phreatichthys andruzzii.

Como o próprio nome indica, o peixe vive em cavernas submarinas onde não há luz, por isso não precisa de olhos. Após milhões de anos de evolução, também perdeu a função de reparo do DNA de fotorreativação. Ao analisar o DNA do peixe, os cientistas descobriram os genes que deveriam controlar essas habilidades de reparo do DNA.

Segundo o ExtremeTech, a equipe concluiu então que o Phreatichthys andruzzii está nas fases iniciais do mesmo processo que afetou nossos ancestrais mamíferos há milhões de anos.

O estudo sugere que os mamíferos placentários experimentaram uma seleção relaxada no que diz respeito aos mecanismos de reparo do DNA. Quando as condições de um organismo mudam, traços que antes eram muito importantes podem ser perdidos com o tempo.

Dessa forma, se prestarmos atenção à história dos nossos ancestrais mamíferos, percebemos que eles evoluíram em uma época em que os dinossauros passeavam o dia todo, à procura de pequenas porções para comer.

Isso pode ter causado um “gargalo noturno“, já que os mamíferos sobreviveram durante gerações, se escondendo no subsolo durante o dia e saindo apenas à noite. Assim, por causa disso, teriam perdido o mecanismo de reparo de fotorreação ao longo do tempo porque não era útil.

A pesquisa terá ainda que ser aprofundada, procurando pistas na genética dos mamíferos antes que possamos dar essa informação como um dado adquirido. Ainda assim, se a culpa é dos dinossauros, podemos, pelo menos, nos consolar com o fato de já estarem todos mortos, e nós não.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Evo Morales comemora vitória de seu candidato, Luis Arce, à presidência na Bolívia

De La Paz, na Bolívia, o candidato a presidente Luis Arce e, de Buenos Aires, na Argentina, o ex-presidente Evo Morales comemoram vitória nas eleições tanto para presidente quanto para o Congresso, realizadas neste …

Síndrome provoca mudança na coloração dos olhos em população nativa da Indonésia

Em um país cujo a vasta maioria da população possui cabelos e olhos escuros, uma rara síndrome genética ofereceu aos membros de uma tribo nativa da Indonésia uma impressionante condição: os mais impactantes e profundos …

Aula de spinning em academia no Canadá contaminou 61 pessoas com a COVID-19

Academias não são locais recomendados neste momento de pandemia, mesmo que alguns estabelecimentos estejam reabrindo com todas as medidas de segurança adequadas. Prova disso aconteceu recentemente em Hamilton, na província de Ontario, no Canadá, quando uma …

Estrela supergigante vermelha Betelgeuse é menor e está mais próxima da Terra

A estrela supergigante vermelha Betelgeuse, uma das mais brilhantes, é menor e está mais próxima da Terra do que se acreditava. "Estudos anteriores sugeriram que poderia ser maior que a órbita de Júpiter. Nossos resultados dizem …

Ao tentar desativar uma bomba imensa a Marinha da Polônia acidentalmente a explode

Uma enorme bomba da Segunda Guerra Mundial explodiu durante uma delicada operação na terça-feira para desativar o dispositivo de cinco toneladas em um canal perto do Mar Báltico, mas ninguém foi ferido, afirmaram autoridades polonesas. O …

Candidato a vereador vai plantar uma árvore para cada voto que receber em Dourados

O combate às mudanças climáticas e ao desmatamento para Franklin Schmalz, candidato pelo PSOL a vereador na cidade de Dourados, no Mato Grosso do Sul, é um compromisso direto e concreto, a ser posto em …

Líder nacionalista manobra para chegar ao poder após renúncia de presidente do Quirguistão

O presidente do Quirguistão, Sooronbai Jeenbekov, cedeu à pressão de manifestantes nacionalistas e anunciou sua renúncia nesta quinta-feira (15), após dez dias de uma crise política aberta pela vitória de dois partidos governistas nas …

Planetas semelhantes à Terra parecem ser "protegidos" por gigantes como Júpiter

A organização dos planetas rochosos não é aleatória e, ainda, parece depender de algumas condições iniciais — é o que indica um novo estudo feito por uma equipe internacional de astrônomos e liderado por Martin …

1º parque temático da Nintendo será inaugurado em 2021 com área dedicada a Super Mario

“It’s me, Mario!” O encanador mais famoso do mundo vai trazer seus tubos verdes e aventuras para o mundo real. O Universal Studios do Japão inaugura, em 2021, o Super Nintendo World, o primeiro parque de …

Na TV, Biden volta a mencionar Amazônia

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu rival democrata na corrida à Casa Branca, Joe Biden, responderam a perguntas do público em canais de televisão concorrentes na noite desta quinta-feira (15/10). Pela segunda vez …