Repórter da CNN é preso ao vivo em protesto por morte de homem negro. Trump pede tiros em manifestantes

Tannen Maury / EPA

Minneapolis vive uma escalada de violência provocada por um policial branco que matou, de forma brutal, um homem negro. George Floyd foi asfixiado pelo joelho do oficial enquanto era filmado em plena luz do dia.

Nem uma semana depois, outro negro é alvo da ira da polícia. Omar Jimenez, repórter da CNN que realiza a cobertura dos protestos exigindo justiça, foi preso enquanto enquanto falava ao vivo.

Omar noticiava detenções nas proximidades de uma delegacia destruída pelo fogo ateado por manifestantes. O jornalista estava diante de uma barreira policial e foi detido quando a equipe de reportagem começou a filmar uma prisão. De início, a polícia pediu para que ele se afastasse. Omar, que é um homem negro, argumentou, enquanto mostrava o crachá, que fazia parte da rede de notícias norte-americana. Tudo isso aconteceu ao vivo.

Podemos dar um passo para trás, se vocês preferirem. Nós podemos nos mover para onde vocês quiserem. Estamos ao vivo no momento”, informou sem sucesso.

Por volta das cinco da manhã no horário local, dois policiais surpreenderam Omar: “Você está preso”, aviaram enquanto, pasmem, algemavam o jornalista. Tudo isso ao vivo. A polícia prendeu o resto da equipe e confiscou a câmera.

O ato dos policiais surpreendeu a todos, inclusive os dois âncoras no no estúdio. A CNN emitiu nota dizendo que o ato viola a constituição. “Autoridades de Minnesota, incluindo o governador, devem soltar os três empregados da CNN imediatamente”.

O presidente da CNN, Jeff Zucker, conversou com o governador de Minnesota, Tim Walz, na manhã desta sexta-feira (29). O político se desculpou pelo ato descrito por ele como “inaceitável”.

A polícia de Minnesota soltou nota dizendo que os profissionais foram presos em uma operação de limpeza das ruas. Eles ainda justificaram que “os três foram liberados assim que confirmados como membros da imprensa”. A afirmação está longe de ser verdade, já que Omar Jimenez mostrou o crachá se identificando como jornalista.

Trump sugere que policiais atirem em manifestantes

A detenção de um homem negro eleva a tensão racial que domina o debate nos Estados Unidos nos últimos dias. A morte de George Floyd provocou uma série de protestos em diversas partes do país, como Los Angeles e Minneapolis, que tiveram viaturas policiais destruídas e lojas saqueadas por manifestantes que pedem justiça e a prisão do policial, que embora demitido ao lado de outros dois colegas, sequer foi indiciado pelo homicídio até o momento.

O assassinato de Floyd, aliás, ocorre dias depois da divulgação de um vídeo em que outro homem negro, desta vez a morto a tiros por dois homens brancos na Geórgia.

Ahmaud Arbery foi assassinado em 23 de fevereiro enquanto fazia cooper nas ruas de Satilla Shores. Gregory McMichael, de 64 anos e Travis McMichael, de 34, só foram acusados após a viralização das imagens. Antes disso, os dois levavam suas vidas normalmente. William Bryan, de 50 anos, também foi indiciado.

Para completar, o presidente dos Estados Unidos usou o Twitter pessoal e o oficial da Casa Branca na noite da quinta-feira (28) para pedir que os policiais atirassem em manifestantes que saquearam lojas. O Twitter sinalizou a publicação como “glorificação da violência”.

“Estes bandidos estão desonrando a memória de George Floyd e eu não vou deixar que isso aconteça. Acabei de falar com o governador Tim Waltz e disse que o exército está ao seu lado. Qualquer dificuldade e nós vamos assumir o controle e, quando os saques começarem, os tiros também vão começar. Obrigado!”, ameaçou o presidente dos Estados Unidos.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

As vovós que lutam pela democracia na Polônia

Idosas polonesas organizam protestos regulares contra erosão da democracia no país, governado por partido ultraconservador. "Não sou capaz de ficar tranquila em casa, cada violação dos direitos me dói", diz aposentada. Clima de fim de expediente …

Coruja super rara dá o ar da graça depois de 125 anos

A coruja rajá de Bornéu (Otus brookii brookii) é uma espécie tão pequena que apenas seu tamanho já tornaria sua identificação mais complexa. Nativa do Sudeste da Ásia e com peso médio de apenas 100 gramas, …

Nintendo bate todos os recordes de lucros com videogames durante a pandemia

A Nintendo apresentou resultados recordes para o ano fiscal de 2020/21 encerrado em 31 de março, impulsionada pela mania global dos videogames em tempos de pandemia, mas o grupo japonês não espera repetir essa …

Doença cerebral misteriosa intriga médicos no Canadá

Médicos no Canadá têm deparado com pacientes que apresentam sintomas semelhantes aos da doença de Creutzfeldt-Jakob, um mal raro e fatal que ataca o cérebro. Mas quando resolveram investigar o mal em mais detalhe, o …

Governador do Rio diz que operação que terminou com 25 mortos foi ação de 'inteligência'

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, afirmou que a operação da Polícia Civil realizada no Jacarezinho foi "ação pautada e orientada por longo e detalhado trabalho de inteligência e investigação".  A operação terminou com …

Butantan diz que ataques de Bolsonaro à China afetam vacinas

Presidente insinuou que chineses, principais fornecedores de matéria-prima para imunizantes ao Brasil, criaram vírus como parte de "guerra química". "Essas declarações têm impacto", diz diretor do Instituto Butantan. A direção do Instituto Butantan e o governador …

Fotos da última sessão de Kurt Cobain são vendidas como NFT

As imagens da última sessão de fotos da vida do compositor e cantor Kurt Cobain irão a leilão em formato de token não-fungível, os célebres NFTs. O anúncio foi feito por Jesse Frohman, fotógrafo por trás …

EUA, França e Rússia apoiam quebra de patentes contra a Covid-19, mas laboratórios resistem

A ideia de suspender as patentes da fabricação de vacinas contra a Covid-19 continuou a ganhar apoio em todo o mundo nesta quinta-feira, após o impulso inicial dado Estados Unidos. Porém, os laboratórios resistem, …

Descoberta a evidência mais antiga de atividade humana

Uma das atividades mais antigas de humanos foi identificada em uma caverna na África do Sul. Uma equipe de geólogos e arqueólogos encontrou evidências de que nossos ancestrais estavam fazendo fogo e ferramentas na Caverna …

Jeff Bezos: os planos do homem mais rico do mundo para voo espacial turístico

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, afirma que está pronto para levar pessoas ao espaço. A empresa Blue Origin, do empresário americano detentor de uma fortuna estimada em R$ 1 trilhão, diz que lançará uma tripulação …