Rosetta registrou imagens do cometa 67P pouco antes do impacto

C. Carreau / ATG medialab / ESA

Depois de dois anos adormecidas, a nave Rosetta lançou a sonda Philae para pousar no cometa 67P

Depois de dois anos adormecida, a nave Rosetta acordou e se dirigiu ao encontro do cometa 67P, no qual lançou a sonda Philae.

A Agência Espacial Europeia (ESA) informou nesta quinta-feira que nas últimas horas de vida da sonda da nave europeia Rosetta, pouco antes de aterrissar no cometa ‘Chury’, foram capturadas imagens geologicamente “incríveis” do astro.

“Foram registradas várias fotografias da fossa contígua (do lugar do pouso), com incríveis detalhes das paredes estratificadas que podem ajudar a decifrar a história geológica do cometa”, explicou a ESA em comunicado.

A agência revelou que “a última imagem” foi tomada a 20 metros antes do ponto de impacto. O comunicado detalha como transcorreram as últimas horas desta sonda, cuja missão começou em 2004 e terminou no último dia 30 de setembro com sucesso, pois colheu dados para conhecer melhor a origem da Terra e do Sistema Solar.

O aparelho se desviou a 33 metros do local programado para o impacto – uma fossa na região Ma’at, situada na cabeça de ‘Chury’ – e após o pouso coletou pó, gás e plasma realizaram suas últimas captações.

A temperatura foi outro dos detalhes interessantes coletados perto do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko, uma massa de gelo, pedra e pó de 10 bilhões de toneladas e 25 quilômetros cúbicos de volume.

“Os diferentes rastreamentos revelaram temperaturas entre 190 e 110 graus Celsius abaixo de zero poucos centímetros abaixo da superfície. É muito provável que esta variação se deva a sombras e à topografia local quando a Rosetta sobrevoava o cometa”, afirmou a ESA.

A última medição da emissão de vapor de água do cometa foi realizada no dia 27 de setembro. A ESA calculou que o cometa “estava emitindo o equivalente a duas colheres de água por segundo”, embora, em seu período mais ativo, em agosto de 2015, as estimativas chegaram ao equivalente “a duas banheiras de água por segundo”.

Perto da superfície, acrescentou a ESA, também foi detectado “um aumento” de grãos de pó “muito pequenos”, “possivelmente de um milionésimo de milímetro”.

No entanto, não foram encontradas provas óbvias de pequenas acumulações de gelo perto do ponto de aterrissagem, e foi constatada a emissão de dióxido de carbono do cometa, “inclusive a maiores distâncias do que quando o cometa se aproximava do Sol”.

“Durante as últimas medições do campo magnético interplanetário e do vento solar as condições eram estáveis, com valores de fundo ‘tranquilos’, que serão importantes para a calibragem” dos dados obtidos, concluiu a ESA.

Com um orçamento de 1 bilhão de euros, a missão da sonda Rosetta é considerada uma das mais importantes da história da indústria aeroespacial europeia e na exploração do Sistema Solar e foi reconhecida em 2014 pela revista “Science” como um dos dez descobrimentos do ano.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Pesquisadores descobrem a primeira nova cepa de HIV em quase duas décadas

Um estudo dos Laboratórios Abbott e da Universidade do Missouri (EUA) detectou a primeira nova cepa de HIV em 19 anos, desde que as diretrizes para classificação de subtipos foram estabelecidas em 2000. A cepa faz …

Google, Facebook e Microsoft propõem que Pentágono controle inteligência artificial

Microsoft, Google e Facebook estão pedindo para que Washington assuma controle sobre o desenvolvimento da inteligência artificial. Dois gigantes do Vale do Silício do GAFAM, Google e Facebook, juntos com a Microsoft, exortam, através de seu …

Georg Elser, o lobo solitário que quase matou Hitler

Em 8 de novembro de 1939, um carpinteiro alemão por pouco não mudou o rumo da história. Mas ditador nazista escapou do atentado preparado por ele em Munique. Passaram-se décadas até Elser ser reconhecido. Consta que …

Pela primeira vez, Brasil apoia embargo dos EUA a Cuba na ONU

Pelo 28º ano consecutivo, o embargo dos EUA imposto a Cuba há quase seis décadas foi condenado nesta quinta-feira (7) por uma esmagadora maioria na Assembleia Geral da ONU, onde a resolução cubana obteve 187 …

Inteligência artificial resolveria problema de Isaac Newton do século XVII

Um algoritmo astronômico descoberto por pesquisadores no Reino Unido resolveu um dos problemas que ninguém conseguiu solucionar desde Newton. A inteligência artificial (IA) poderia permitir que cientistas britânicos encontrassem uma solução em menos de um segundo …

O universo pode ser um loop gigante

Segundo um novo estudo liderado pelos cosmólogos Eleonora Di Valentino, da Universidade de Manchester (Reino Unido), Alessandro Melchiorri, da Universidade de Roma “La Sapienza” (Itália) e Joseph Silk, da Universidade Johns Hopkins (EUA), o nosso …

Macron afirma que Otan está em estado de "morte cerebral"

Em uma entrevista publicada nesta quinta-feira (07/11) pela revista The Economist, o presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou considerar que a Otan está em situação de "morte cerebral". A opinião foi prontamente rebatida pela chanceler …

Hotel espacial com gravidade artificial pode ser construído em 2025

A Gateway Foundation planeja criar uma estação espacial rotativa que servirá tanto para pesquisas científicas quanto para passeios turísticos. Descrita no site da empresa como "o primeiro espaçoporto", a "The Von Braun Rotating Space Station" é …

Sobrevivente do Holocausto terá escolta policial após ser ameaçada na Itália

Uma sobrevivente do Holocausto de 89 anos recebeu a proteção da polícia italiana depois de ser ameaçada centenas de vezes nas redes sociais. Liliana Segre, que foi enviada ao famoso campo de extermínio de Auschwitz aos …

Lula poderá ser solto depois do STF derrubar prisão após segunda instância

O Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou nesta quinta-feira (7), por 6 votos a 5, a prisão após condenação em segunda instância. A decisão pode beneficiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que cumpre pena …