Sonda descobre ‘duendes’ e ‘elfos’ surgindo na atmosfera de Júpiter

NASA

Uma equipe de cientistas analisou imagens ultravioletas da sonda Juno, da NASA, no planeta gigante, e por 11 vezes surgiram luzes extremamente curtas e peculiares.

A sonda espacial Juno, da agência espacial norte-americana NASA, captou uma foto de um “duende” de energia elétrica em Júpiter, escreve na terça-feira (27) o portal Business Insider.

O fenômeno foi observado pela primeira vez em 1989, caracterizado por rajadas coloridas de energia elétrica, mas só tem sido visto no alto da atmosfera terrestre durante tempestades de trovoada. No caso, apareciam “duendes” em forma de geleia e discos brilhantes chamados “elfos”.

Na Terra, os “duendes” aparecem como longas gavinhas vermelhas, algumas vezes descendo de uma auréola difusa, que acontecem quando um raio produz um “campo quase-eletrostático de alta altitude”, disse na terça-feira (27) em uma coletiva de imprensa durante a reunião anual da Divisão de Ciências Planetárias da Associação Astronômica Americana, EUA, Rohini Giles, cientista da Juno e autora principal do estudo, publicado também na terça-feira (27) na revista Journal of Geophysical Research: Planets.

Há também casos em que descargas atmosféricas enviam pulsos eletromagnéticos para cima, que produzem discos brilhantes chamados “elfos”.

No entanto, até hoje esse fenômeno nunca era conhecido em outros planetas.

A sonda Juno tem orbitado Júpiter desde 2016 e capturado imagens de suas auroras em luz ultravioleta, antes de encontrar algo menos normal.

“No processo de juntar essas imagens, notamos que muito ocasionalmente vimos esses clarões surpreendentes, de curta duração e brilhantes”, relatou Giles.

“Depois fomos pesquisar todos os dados que reunimos ao longo de quatro anos da missão e encontramos um total de 11 clarões, todos com propriedades muito semelhantes”, acrescentou a pesquisadora.

Cada um desses raros clarões durou apenas alguns milissegundos, sublinhando a dificuldade de registrar esse fenômeno.

“Na Terra, os duendes e elfos parecem avermelhados devido à sua interação com o nitrogênio na atmosfera superior. Mas em Júpiter, a atmosfera superior consiste principalmente de hidrogênio, de modo que eles provavelmente apareceriam azul ou rosa”, comenta a cientista.

Juno não pôde confirmar se os “duendes” e “elfos” foram desencadeados por descargas atmosféricas devido a um intervalo de dez segundos entre a troca de dados do instrumento de detecção de raios da sonda e o instrumento de imagem ultravioleta, que está do lado oposto da nave espacial.

O fato de essas luzes emitirem muito hidrogênio e acontecerem cerca de 300 quilômetros acima das nuvens de água de Júpiter torna essa possibilidade menos provável, fortalecendo a hipótese de serem eventos luminosos transitórios.

“Continuamos à procura de mais sinais indicadores de elfos e duendes cada vez que Juno faz uma passagem científica”, aponta Giles.

“Agora que sabemos o que estamos procurando, será mais fácil encontrá-los em Júpiter e em outros planetas. Comparar os elfos e os duendes de Júpiter com aqueles aqui na Terra nos ajudará a entender melhor a atividade elétrica nas atmosferas planetárias”, conclui a pesquisadora.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Os estados quânticos mais extremos são descobertos por cientistas

Pela primeira vez, físicos descobriram uma maneira de definir matematicamente o grau de quanticidade que qualquer coisa — seja partícula, átomo, molécula ou mesmo um planeta — exibe A partícula de luz é uma bola zunindo …

Itália supera a marca de 50 mil mortos por COVID-19

Primeiro país ocidental a registrar casos da doença torna-se o sexto do mundo a alcançar esta marca. País é o que mais teve mortes no continente nos últimos dias. O governo italiano informou nesta segunda-feira (23) …

Covid-19: EUA pretendem lançar campanha de vacinação em dezembro

O país, o mais atingido pela epidemia no mundo, espera vacinar sua população 24 horas após a concessão da autorização de emergência pelo FDA, a agência americana reguladora de medicamentos. A reunião pública de …

França quer punir delito de "ecocídio"

Membros do governo francês anunciaram neste domingo (22/11) que pretendem promover uma projeto de lei para punir o "delito de ecocídio" com o objetivo de combater danos graves e intencionais ao meio ambiente, com previsão …

Barco em formato de ziper “abre” os mares enquanto navega

Se na fábula bíblica Moisés abriu o Mar Vermelho, o designer japonês Yasuhiro Suziki decidiu tornar a metáfora quase literal, ao criar um barco no formato de um imenso zíper. O resultado é ao mesmo tempo …

Soldado medieval encontrado com espada e facas no fundo de um lago da Lituânia

Mais de 500 anos atrás, o corpo de um soldado medieval assentou no fundo de um lago da Lituânia e por séculos ficou escondido sob a lama. Agora, esses restos submersos finalmente foram encontrados. O esqueleto …

Como cientistas querem fazer 'viagem no tempo' por meio do olfato

Pinturas como a Mona Lisa atraem milhões de visitantes todos os anos a museus em todo o mundo. Imagine se, junto ao impacto visual da obra-prima de Leonardo da Vinci, eles também pudessem sentir o …

Companhias aéreas que voam para o Brasil em meio à pandemia

Maioria das empresas aéreas cortou rotas internacionais para o Brasil devido ao coronavírus e fechamento de fronteiras. Porém, algumas ainda têm voos programados. Veja a lista. Várias companhias aéreas cortaram voos internacionais para o Brasil devido …

Mais de 500 pescadores contraem doença de pele misteriosa no Senegal

Mais de 500 pescadores foram infectados por um doença de pele misteriosa no Senegal após retornarem do mar, informou um oficial sênior de Saúde do governo nesta quinta-feira (19). Os homens, que vêm de diversas cidade …

Animais domésticos ou silvestres não transmitem Covid-19 na França, diz agência sanitária

Após a análise de novos dados científicos, a agência nacional de segurança sanitária da França (ANSES) atualizou nesta quinta-feira (19) o relatório publicado em abril de 2020 sobre o potencial de transmissão da Covid-19 por …