Há 21 milhões de meninas “indesejadas” na Índia; mas faltam 63 milhões

A Índia, um país com 1,3 bilhão de habitantes, tem um desequilíbrio gritante entre homens e mulheres porque a maioria das famílias prefere ter filhos em vez de filhas. Contas feitas, o país tem um deficit de 63 milhões de mulheres e cerca de 21 milhões de “meninas indesejadas”.

Um relatório elaborado pelo Ministério de Finanças da Índia, sobre a situação econômica do país, concluiu que há um deficit de 63 milhões de mulheres.

Na Índia, a maioria das pessoas prefere ter filhos homens porque as filhas não herdam propriedades, e a família da noiva ainda tem que pagar um dote para que ela se case.

Essa preferência declarada por filhos faz com que o país tenha cerca de 21 milhões de “meninas indesejadas”, aponta o relatório do Ministério de Finanças citado pela BBC.

Isto acontece porque, segundo os autores do documento, muitos casais continuam tendo crianças até alcançarem a quantidade desejada de meninos.

O relatório atesta que, apesar de a vida das mulheres estar melhorando, “a sociedade ainda parece querer que nasçam menos mulheres”. Estima-se que faltem 63 milhões de mulheres na Índia – considerando as que nem chegam a nascer dados os abortos seletivos e feitos com poucos cuidados em grávidas de meninas.

O documento revela a importância de a sociedade indiana no geral, além do governo, “refletir” sobre a ”chamada ‘preferência por filhos homens’, destacando que o desenvolvimento do país não tem provado ser “um antídoto” para o problema.

Os testes para saber o sexo de um bebê são proibidos na Índia, mas são feitos clandestinamente e, muitas vezes, culminam em abortos seletivos, quando as mulheres estão grávidas de meninas.

Isto tem um reflexo na proporção de homens e mulheres na sociedade. Em 2001, um censo indicou uma média de 933 mulheres para mil homens. Em 2011, quando o levantamento contabilizou uma população de 1,2 bilhão de pessoas, já havia 940 mulheres para cada mil homens – a proporção mundial era de 984 para mil.

No Brasil, por exemplo, a população feminina é maior que a masculina, com 1.042 mulheres para mil homens, como menciona um relatório do censo indiano.

Direitos da mulher e sucessivas violações

A preferência pelos homens também está relacionada com os direitos das mulheres na sociedade indiana. O relatório do Ministério das Finanças indica, por exemplo, que a porcentagem das mulheres que trabalha fora de casa tem descido.

Ainda assim, a Índia melhorou em 14 dos 17 indicadores relacionados com a qualidade de vida para as mulheres analisados no relatório. Mas há ainda muito a se fazer neste capítulo da igualdade de gênero.

O país tem sido assolado por diversos casos de estupros de mulheres e de crianças, o que mostra a fragilidade da sua posição na sociedade indiana. Recentemente, deu o que falar a situação de uma menina de 10 anos que ficou grávida após ter sido alvo de repetidas violações.

Ciberia // BBC / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

As vovós que lutam pela democracia na Polônia

Idosas polonesas organizam protestos regulares contra erosão da democracia no país, governado por partido ultraconservador. "Não sou capaz de ficar tranquila em casa, cada violação dos direitos me dói", diz aposentada. Clima de fim de expediente …

Coruja super rara dá o ar da graça depois de 125 anos

A coruja rajá de Bornéu (Otus brookii brookii) é uma espécie tão pequena que apenas seu tamanho já tornaria sua identificação mais complexa. Nativa do Sudeste da Ásia e com peso médio de apenas 100 gramas, …

Nintendo bate todos os recordes de lucros com videogames durante a pandemia

A Nintendo apresentou resultados recordes para o ano fiscal de 2020/21 encerrado em 31 de março, impulsionada pela mania global dos videogames em tempos de pandemia, mas o grupo japonês não espera repetir essa …

Doença cerebral misteriosa intriga médicos no Canadá

Médicos no Canadá têm deparado com pacientes que apresentam sintomas semelhantes aos da doença de Creutzfeldt-Jakob, um mal raro e fatal que ataca o cérebro. Mas quando resolveram investigar o mal em mais detalhe, o …

Governador do Rio diz que operação que terminou com 25 mortos foi ação de 'inteligência'

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, afirmou que a operação da Polícia Civil realizada no Jacarezinho foi "ação pautada e orientada por longo e detalhado trabalho de inteligência e investigação".  A operação terminou com …

Butantan diz que ataques de Bolsonaro à China afetam vacinas

Presidente insinuou que chineses, principais fornecedores de matéria-prima para imunizantes ao Brasil, criaram vírus como parte de "guerra química". "Essas declarações têm impacto", diz diretor do Instituto Butantan. A direção do Instituto Butantan e o governador …

Fotos da última sessão de Kurt Cobain são vendidas como NFT

As imagens da última sessão de fotos da vida do compositor e cantor Kurt Cobain irão a leilão em formato de token não-fungível, os célebres NFTs. O anúncio foi feito por Jesse Frohman, fotógrafo por trás …

EUA, França e Rússia apoiam quebra de patentes contra a Covid-19, mas laboratórios resistem

A ideia de suspender as patentes da fabricação de vacinas contra a Covid-19 continuou a ganhar apoio em todo o mundo nesta quinta-feira, após o impulso inicial dado Estados Unidos. Porém, os laboratórios resistem, …

Descoberta a evidência mais antiga de atividade humana

Uma das atividades mais antigas de humanos foi identificada em uma caverna na África do Sul. Uma equipe de geólogos e arqueólogos encontrou evidências de que nossos ancestrais estavam fazendo fogo e ferramentas na Caverna …

Jeff Bezos: os planos do homem mais rico do mundo para voo espacial turístico

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, afirma que está pronto para levar pessoas ao espaço. A empresa Blue Origin, do empresário americano detentor de uma fortuna estimada em R$ 1 trilhão, diz que lançará uma tripulação …