Tailandês mata filha de 11 meses ao vivo no Facebook e se suicida

Um tailandês de 21 anos matou a filha de 11 meses ao vivo no Facebook, tendo se suicidado depois diante da câmara, revelou no domingo (23) a polícia da Tailândia.

O crime acontece dias depois de nos Estados Unidos um homem ter matado a tiro uma vítima escolhida “aleatoriamente” na rua e transmitido o crime pelo Facebook.

De acordo com a agência de notícias France Presse, foram os amigos do homem que advertiram a polícia de Phuket, no sul da Tailândia.

“Já estavam mortos quando chegamos ao local” na segunda-feira à tarde, disse o tenente Jullaus Suvannin, um dos primeiros a chegar à cena do crime. Segundo a polícia, o homem teve uma discussão com a mãe da filha, de apenas 11 meses.

Segundo o jornal local Phuket Gazette, Wuttusan Wongtalay, de 21 anos, e a filha Natalee, de apenas 11 meses, foram encontrados enforcados em um muro de 10 metros no local de construção de um novo hotel, na praia de Nai Thon, em Phuket.

Após mais um crime transmitido ao vivo no Facebook, o fundador da rede social, Mark Zuckerberg, declarou que iria fazer tudo o que fosse possível para evitar a repetição de tragédias deste tipo. “Temos muito trabalho. Vamos continuar fazendo tudo o que pudermos para evitar este tipo de tragédia”, declarou Zuckerberg.

Esta não é a primeira vez que uma morte é publicada ou transmitida ao vivo no Facebook Live, ferramenta que permite que qualquer pessoa com conta no Facebook faça transmissão de vídeo em tempo real.

Em junho do ano passado, um homem foi morto enquanto transmitia imagens de si próprio nas ruas de Chicago. Em março, um homem não identificado foi alvejado 16 vezes durante uma transmissão ao vivo na rede social.

Além de assassinatos, outros tipos de crimes graves têm sido transmitidos ao vivo através do Facebook, como foi o caso, em março, de uma adolescente que foi violada enquanto o ataque, realizado por um grupo de 5 a 6 indivíduos, era transmitido ao vivo através da rede social.

A transmissão da violação, que aconteceu em Chicago, nos EUA, foi vista por 40 pessoas, que não fizeram qualquer denúncia à polícia.

Também se têm repetido transmissões de suicídios ao vivo na rede social, como foi o caso, em janeiro deste ano, de um policial brasileiro que se matou ao vivo, ou, em maio de 2016, do suicídio de um professor transmitido pelo Facebook.

Mais de um ano antes, em março de 2015, o Facebook anunciava estar desenvolvendo “ferramentas anti-suicídio” que permitissem aos amigos de um internauta “identificar sinais e pistas” de potenciais tendências suicidas.

Mas talvez não seja conciliável para a rede social de Mark Zuckerberg ter a nobre pretensão de “impedir ou prevenir o suicídio”, e ao mesmo tempo facultar a qualquer usuário ferramentas para transmitir a morte ao vivo.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Lava Jato denuncia José Serra por lavagem de dinheiro

Ministério Público Federal acusa senador de ter recebido pagamentos indevidos da Odebrecht através de contas no exterior. Verônica Serra, filha do político, também é denunciada. A força-tarefa da Operação Lava-Jato em São Paulo denunciou nesta sexta-feira …

'Morra quem morrer', diz prefeito na Bahia ao decretar reabertura do comércio

O prefeito da cidade de Itabuna (BH), Fernando Gomes, declarou em vídeo divulgado nas redes sociais que autorizará reabertura de estabelecimentos comerciais em 9 de julho. Ao anunciar a implementação do decreto que autorizará reabertura do …

Édouard Philippe, premiê francês, pede demissão e deixa cargo após três anos

O primeiro-ministro francês, Édouard Philippe, apresentou sua demissão nesta sexta-feira (3) ao presidente Emmanuel Macron, que aceitou o pedido. O anúncio foi feito nesta manhã pela assessoria do palácio do Eliseu, a sede da …

Crânio achado em tumba submarina revela aparência de homem da Idade da Pedra

Oscar Nilsson, um artista forense sueco, reconstruiu virtualmente a aparência de um homem da Idade da Pedra, cujo crânio sem mandíbula foi encontrado em uma estaca dentro de uma tumba submarina de aproximadamente oito mil …

Alemanha quer eliminar extremismo de direita de tropa de elite

Com reforma, Ministério da Defesa alemão pretende "apertar o botão de reset" no KSK, unidade de elite das Forças Armadas abalada por escândalos sobre envolvimento de seus membros com extremismo de direita. A ministra alemã da …

Putin, presidente "eterno"? Para mais de 75% dos russos, a resposta é sim

Vladimir Putin, presidente "vitalício"? Essa é uma das apostas da votação que termina hoje na Rússia, e que vem sendo apoiada por cerca de 73,55% dos eleitores, que até agora votaram “SIM” neste referendo. Se …

Funcionários da Tesla são demitidos por ficarem em casa

Quando a fábrica da Tesla na Califórnia (EUA) reabriu em meados de maio, o CEO, Elon Musk, tranquilizou os trabalhadores dizendo que não precisariam ir à fábrica se "se sentissem desconfortáveis". No entanto, apesar do comunicado, …

Brasil supera marca de 60 mil mortes por covid-19

Segundo dados das secretarias estaduais e do Ministério da Saúde, total acumulado de óbitos no país é de 60.632, com 1.448.753 infecções. Brasil tem ainda 826.866 pessoas recuperadas. O painel do Conselho Nacional de Secretários de …

Especialista pode ter encontrado a resposta para estátuas egípcias com nariz quebrado

Na arte e na simbologia religiosa do antigo Egito, a representação da figura humana era celebrada como possível receptáculo de nossas almas ou mesmo de um Deus, em estátuas que possuíam profunda função ritualística. Passados alguns …

Estrela massiva desapareceu sem deixar traços

Um objeto espacial integrante da galáxia anã Kinman desapareceu de nossas vistas, de acordo com uma pesquisa publicada na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. Essa estrela excepcionalmente grande foi descrita em 2001 …