17 anos depois, teste de DNA identifica nova vítima do 11 de setembro

Robert J. Fisch / Wikimedia

Atentado de 11 de Setembro de 2001, World Trade Center

Investigadores forenses conseguiram identificar a 1.642ª vítima do atentado às Torres Gêmeas, ocorrido em 11 de setembro de 2001, na cidade de Nova York.

11 de setembro de 2001 é uma data que dificilmente alguém consegue esquecer. O dia em que dois aviões sequestrados por terroristas da Al-Qaeda se chocaram contra as Torres Gêmeas, em Nova York, nos EUA, e mataram 2.753 pessoas.

No entanto, como escreve o Live Science, a destruição dos arranha-céus deixaram muitos restos muito danificados para poderem ser identificados. Até há pouco tempo, apenas 1.641 dessas vítimas – cerca de três quintos – haviam sido identificadas entre os restos mortais recuperados do Marco Zero.

Porém, na semana passada, segundo o New York Times, foi identificada a 1.642ª vítima do atentado, que foi um dos mais mortais da história, através da correspondência dos restos mortais com um teste de DNA.

Scott Michael Johnson, de 26 anos, trabalhava no 89º andar da torre sul, como analista de valores imobiliários no banco de investimento Keefe, Bruyette & Woods, quando o ataque terrorista aconteceu.

Cientistas forenses conseguiram provar que o DNA extraído de um osso encontrado no local coincide com uma amostra de DNA tirada da escova de dentes da vítima e amostras dos pais. De acordo com o jornal, essa é a primeira vítima identificada desde agosto de 2017.

Desde o 11 de setembro, os médicos legistas têm feito um esforço contínuo para identificar “quase 22 mil” restos mortais recuperados no local. Essa identificação bem sucedida foi a sexta ou sétima tentativa para identificar o osso de Johnson.

O processo para identificar o osso, de acordo com o diário, envolveu retirar uma amostra e transformá-la em pó para liberar o DNA. Em seguida, os analistas forenses expuseram o pó a enzimas que replicaram e multiplicaram qualquer DNA presente, aumentando assim o tamanho da amostra para o sequenciamento.

Dessa vez, segundo o New York Times, os cientistas usaram uma nova técnica de pulverização do osso, utilizando “rolamentos de esferas ultrassônicos” (que se batem muito rapidamente), o que criou um pó ainda mais fino. Esse pó ajudou a produzir um resultado positivo.

Tom Johnson, pai do falecido Scott, afirmou que “embora esteja grato pela cidade ter sido sensível e diligente no trabalho, a novidade é apenas mais uma lembrança da dor que ele e sua família sentiram durante 17 anos”, cita o jornal norte-americano.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Caminhão com dobro do peso autorizado causou queda de ponte na França

O desabamento de uma ponte no sul da França, que causou a morte de duas pessoas na manhã de segunda-feira (18), foi provavelmente provocado pela passagem de um caminhão que pesava mais de 40 toneladas, …

Suécia suspende investigações de estupro contra Julian Assange

Autoridades da Suécia anunciaram nesta terça-feira (19) que vão desistir das investigações de estupro contra Julian Assange, fundador do WikiLeaks, que segue preso em Londres. Depois de terem sido suspensas em 2017, as investigações foram …

Novo mapa de Titã revela que a lua de Saturno é coberta por material orgânico

Cientistas montaram o primeiro mapa geológico global de Titã, uma das principais luas de Saturno, graças aos dados fornecidos pela sonda Hyugens — lançada em 1997 com a missão Cassini. Além de ser a única lua …

Desmatamento na Amazônia atinge maior nível desde 2008

Entre agosto de 2018 e julho de 2019, o desmatamento da Floresta Amazônica cresceu 29,5% em comparação com os 12 meses anteriores. Ao todo, a floresta perdeu uma área de 9.762 km² (equivalente a sete …

Conheça a vodka feita de ‘nada’, produzida a partir de energia solar, água e CO2

Bebida originária da Europa Oriental, a vodka é um destilado que pode ser obtido a partir do arroz, cevada, milho, trigo, centeio e até ervas. E se a gente te contasse que um grupo de empreendedores …

EUA mudam posição histórica e afirmam que colônias de Israel não são ilegais

Os Estados Unidos afirmaram nesta segunda-feira (18) que não consideram mais os assentamentos de Israel na Cisjordânia ocupada uma quebra do direito internacional. A mudança foi anunciada pelo secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que …

Trump poderá depor no inquérito sobre seu impeachment na Câmara dos Representantes

O presidente Donald Trump anunciou nesta segunda-feira  que poderá testemunhar no comitê de investigação da Câmara dos Representantes, que avalia a possibilidade de pedir seu impeachment. O pedido foi feito pela líder dos democratas, Nancy …

Buraco negro supermassivo disparou estrela em altíssima velocidade

Há cerca de cinco milhões de anos uma estrela foi lançada do buraco negro supermassivo que fica no centro da Vial Láctea, Sagittarius A. Os cientistas imaginam que a velocidade inicial era de milhares de …

Ataque a tiros deixa mortos em festa de quintal na Califórnia

Quatro pessoas morreram e ao menos seis ficaram feridas neste domingo em um novo ataque com arma de fogo no estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Familiares e amigos assistiam a um jogo de futebol no …

Jovem norueguesa monitora quase 500 perfis nas redes sociais para evitar suicídios

Ingebjørg Blindheim tem 22 anos e já ganhou o apelido de “salva-vidas”. A norueguesa monitora quase 500 perfis nas redes sociais buscando identificar usuários que possam estar próximo de cometer suicídio. Quando percebe uma situação de …