Tumba egípcia com mais de 3 mil anos esconde segredos de guerra antiga

(dv) Ministério das Antiguidades do Egito

Arte na tumba do general Iwrhya, no antigo sítio egípcio de Saqqara

Arqueólogos descobriram a tumba com 3300 anos de um general chamado Iwrhya no antigo sítio egípcio de Saqqara.

As inscrições de hieróglifos nas paredes da sepultura diziam que Iwrhya era “um alto General, um Alto mordomo do domínio de Amon e um Alto mordomo das propriedades de Ramesses II no domínio de Amon”, anunciou o Ministério das Antiguidades egípcio.

Amon era um importante deus egípcio naquela época, muitas vezes referido como o rei dos deuses.

A carreira do general começou durante o reinado do faraó Seti I, que governou o Egito entre 1294 a.C. e 1279 a.C. e continuou durante o reino do faraó Ramesses II, que durou de 1279 a.C. até 1213 a.C., lia-se nas inscrições da tumba.

A sepultura contém vários quartos, uma capela, um pátio de entrada e uma divisão que os escavadores chamaram de “o quarto da estátua”.

A arte encontrada na sala da estátua retrata as ações militares e as relações estrangeiras com os países fronteiriços, de acordo com o comunicado do Ministério das Antiguidades.

As cenas retratadas incluem “barcos que derrubavam as cargas de jarros de vinho cananeu”. O povo cananeu viveu em Israel e na Palestina dos dias modernos e foram, por vezes, governados pelo Egito.

Além disso, um “bloco descoberto na areia, que provavelmente se soltou da parede do lado norte da sepultura, mostra uma cena excepcional de uma unidade de infantaria e cocheiros cruzando uma via navegável com crocodilos”. A análise dessa cena sugere que a cruzada teve lugar em algum lugar na fronteira leste do Egito.

As escavações continuam e ainda não foram encontrados restos humanos na sepultura. É possível que o espaço tenha sido usado para enterrar vários membros da sua família, como o filho e o avô – ambos mencionados nas inscrições.

De acordo com o comunicado do Ministério das Antiguidades, é possível que Iwrhya tenha descendência estrangeira.

Uma equipe liderada por Ola El Aguizy, professor de Egiptologia da Universidade do Cairo, descobriu e escavou a tumba entre 2017 e 2018. O espaço fica em Saqqara, ao sul de uma pirâmide construída por um faraó chamado Unas, que reinou há mais de 4300 anos. Saqqara é rica em vestígios arqueológicos.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas finalmente descobriram como capturar o espectro todo da luz solar para gerar hidrogênio

Pela primeira vez, cientistas da Universidade Estadual de Ohio (EUA) desenvolveram uma molécula que é capaz de coletar a energia de todo o espectro da luz solar. O processo, 50% mais eficiente que as atuais …

Você agora pode ouvir a voz de uma múmia de 3 mil anos

Com uso de tomografia computadorizada, impressão 3D e laringe eletrônica, pesquisadores do Reino Unido reconstruíram o trato vocal de uma múmia egípcia. Para a realização do projeto que teve início em 2013, foi preciso combinar medicina, …

Krakatoa, o inferno de Java: a erupção há 137 anos que foi sentida no planeta inteiro

Em 1883, o mundo presenciou um evento natural tão bombástico e violento que pôde ser notado de alguma forma por praticamente todos os habitantes do planeta. A erupção do vulcão Krakatoa, na Indonésia, lançou detritos a …

Educação e confiança fazem da Dinamarca país menos corrupto do mundo

Imagine poder almoçar tranquilamente num restaurante ou fazer compras enquanto deixa o seu bebê no carrinho, estacionado do lado de fora na calçada. Essa cena, que faz parte do cotidiano dos dinamarqueses, só é …

Brasil adianta ponteiros do Relógio do Juízo Final

O Relógio do Juízo Final teve seus ponteiros ajustados nesta quinta-feira (23/01) para a marca de apenas 100 segundos para a meia-noite, simbolizando o maior perigo para a humanidade registrado desde criação do dispositivo em …

Estudo comprova ligação entre estresse e cabelos brancos

Pesquisadores brasileiros e americanos investigaram processo de embranquecimento dos cabelos e concluem que estresse leva à liberação de substância que pode danificar células-tronco regeneradoras de pigmentos. Quando Maria Antonieta foi capturada durante a Revolução Francesa, consta …

Japão pretende desenvolver tecnologia ultrarrápida 6G até 2030

O governo japonês elaborará uma estratégia abrangente sobre as futuras redes de comunicação sem fio ultrarrápidas 6G e montou um painel para discutir o assunto, declarou ministra japonesa do Interior e Comunicações. O anúncio foi feito …

Tesla atinge valor de mercado de US$ 100 bi — e Musk receberá um grande bônus

A Tesla é uma das companhias mais promissoras do mundo, mas ainda gera dúvidas entre os investidores, devido aos problemas para atingir as metas de produção e polêmicos acidentes envolvendo seus veículos — além de …

Por que o príncipe da Arábia Saudita hackeou celular de Jeff Bezos, segundo investigação da ONU

Uma intriga internacional envolve, desde 2018, o homem mais rico do mundo e uma ditadura ultrafechada acusada de matar seus inimigos com requintes de crueldade. E, agora, o caso está sendo investigado por especialistas em …

Garoto de apenas 6 anos arrecada $270 mil para ajudar animais em incêndios australianos

Nos incêndios que devastaram algumas regiões da Austrália, mais de 1 bilhão de animais morreram. No esforço para salvar os animais resgatados e tentar, o mais rápido possível, lhes oferecer um novo lar, este garotinho …