Universidade do Estado da Bahia cria cotas para transexuais

A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) fez uma mudança na sua política de inclusão de grupos que tradicionalmente não frequentam o ensino superior. A partir do ano que vem, a instituição oferecerá cotas para transexuais, travestis, quilombolas, ciganos, pessoas com deficiência e autismo.

Com a novidade, haverá um acréscimo de 5% no total de vagas oferecidas na graduação e na pós-graduação para cada um desses grupos. A Uneb foi uma das primeiras universidades do país a adotar cotas sociorraciais, em 2002. As informações são do Correio Braziliense.

É importante lembrar que a medida não afetará as vagas destinadas para a ampla concorrência (60%) e as reservadas para candidatos negros (40%). Da mesma forma, a cota de candidatos autodeclarados indígenas, que segue a mesma lógica das novas cotas (sobrevagas), permanecerá inalterada.

Desde 2012, a legislação brasileira prevê sistema de cotas para alunos de escolas da rede pública e negros que concorrem a vagas em universidades federais e institutos federais de ensino.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2000, dois anos antes da sanção da Lei nº 12.711, que instituiu as cotas, apenas 2,2% da população negra tinham diploma de nível superior. Em 2017, a proporção chegou a 9,3%.

A expectativa da Uneb é ampliar o acesso ao ensino superior dos povos romani, popularmente conhecidos como ciganos. Isso porque a Bahia é o segundo estado com o maior número de acampamentos das três etnias que hoje vivem no Brasil (calon, rom e sinti), atrás de Minas Gerais, de acordo com a Associação Internacional Maylê Sara Kalí.

A pró-reitora de Ações Afirmativas da universidade, Amélia Maraux, destacou que a medida é inédita no país e teria como objetivo corrigir a exclusão desses povos. “A justificativa é a reparação histórica e política”, disse ela.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Maioria das vacinas da Moderna será reservada no início para os Estados Unidos

A Moderna espera disponibilizar entre 100 e 125 milhões de doses de sua vacina contra a Covid-19 no primeiro trimestre de 2021. A empresa anunciou, nesta quinta-feira que, no início, entre 85 e 100 …

Amazonas é 3º estado com mais queimadas, emissões e desmatamento

Pela primeira vez, o Amazonas assume a terceira posição nos três principais rankings que indicam o avanço da degradação florestal na Amazônia brasileira, incluindo indicadores de queimadas, emissões de gases de efeito estufa e desmatamento …

Sudão bane casamento infantil e mutilação genital feminina, mas prática apresenta desafios

Depois de derrubar o ditador Omar al-Bashir no ano passado, o Sudão deu importante passo para reverter alguns dos tantos horrores cometidos contra a população feminina no país – e tornou ilegal tanto o casamento …

Namíbia elege deputado chamado Adolf Hitler

O nome de um recém-eleito político da Namíbia, vem chamando atenção na mídia nacionais e internacionais. "Adolf Hitler teve uma vitória esmagadora nas eleições regionais na Namíbia", relatou o portal de notícias alemão Spiegel Online nesta …

Astrônomos mapeiam 1 milhão de galáxias previamente desconhecidas

Cerca de um milhão de galáxias previamente desconhecidas para além da Via Láctea foram adicionadas a um mapa detalhado de seção de espaço. Pesquisas sobre o espaço normalmente demoram anos para serem completas, mas um novo …

Brasil recebe vacina de Oxford em janeiro, promete Pazuello

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que o primeiro lote das vacinas de Oxford chega ao Brasil em janeiro. Serão 15 milhões de doses entre janeiro e fevereiro, totalizando 260 milhões ao longo do …

Cingapura é primeiro país a aprovar venda de carne de laboratório

Empresa californiana obteve autorização da cidade-Estado para usar sua carne de frango produzida a partir de cultura celular em chicken nuggets e garante que preço será competitivo. Cingapura é o primeiro país do mundo a aprovar …

Relatório da ONU aponta que 2020 deve ser um dos 3 anos mais quentes já registrados

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) publicou um relatório que aponta que o ano de 2020 deve ser um dos três anos mais quentes desde o início dos registros de temperatura. O secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, …

Documentos oficiais mostram que a China escondeu informações sobre a Covid-19

Relatórios oficiais chineses teriam sido transmitidos à rede de TV americana CNN por meio de um informador anônimo. A investigação se chama “Wuhan files” e tem como foco o começo da pandemia de Covid-19, em …

Jovem que filmou morte de George Floyd por policiais brancos ganha prêmio por bravura

A mulher que filmou o assasinato de George Floyd pelo policial Derek Chauvin vai ser condecorada com um prêmio por sua coragem. Darnella Frazier, de 17 anos, fez o registro enquanto ia com o primo …