Mais de 50 milhões de casas estão vazias na China

A China tem mais de 50 milhões de casas vazias, segundo um estudo a nível nacional prestes a ser publicado, em um dos efeitos mais visíveis do desperdício gerado por uma década de crescimento contínuo na construção.

De acordo com um estudo prestes a ser publicado, cerca de 22% do imobiliário urbano na China continua desocupado. “Não há outro país no mundo com uma taxa de desocupação tão alta”, diz Gan Li, professor na Universidade de Economia e Finanças de Chengdu, sudoeste da China, e responsável pelo estudo, citado pela Bloomberg.

Gan considera que um cenário de “pesadelo” pode ocorrer caso o mercado imobiliário comece a apresentar deficiências, o que levaria os proprietários a se lançarem numa corrida de vendas, levando a uma queda abrupta dos preços. “A China seria atingida por uma inundação de casas a entrarem no mercado”, descreve.

Milhares de pesquisadores participaram do estudo, designado China Household Finance Survey, e que abrange um total de 363 condados, distribuídos por todo o país.

A taxa de desocupação é praticamente a mesma apurada na edição anterior do estudo, em 2013, de 22,4%, segundo Gan. Na época, o pesquisador estimou 49 milhões de casas vazias em todo o país. “Hoje, definitivamente há mais de 50 milhões“, diz.

Casas de férias ou residências vazias de trabalhadores que migraram para outras cidades contribuem para o fenômeno, mas são sobretudo as compras para investimento que mantêm a taxa de ocupação alta. Trata-se de um dos efeitos mais visíveis do desperdício gerado por um modelo de crescimento econômico contínuo na construção.

“Desde a crise financeira global, em 2008, o crescimento da economia chinesa tem assentado no investimento alimentado por dívida”, explica Dinny McMahon, autor do livro China Great Wall of Debt (“A Grande Muralha de Dívida da China”), estimando que o país criou, nos últimos dez anos, “63% do novo dinheiro a nível global”.

Em uma década, enquanto as economias desenvolvidas estagnaram, a China construiu a maior rede ferroviária de alta velocidade do mundo, mais de oitenta aeroportos ou dezenas de cidades de raiz, alargando a classe média chinesa em centenas de milhões de pessoas.

No entanto, segundo a agência suíça Bank for International Settlements (BIS), durante o mesmo período, a dívida chinesa quase duplicou, para 257% do Produto Interno Bruto (PIB). Um relatório publicado esta semana pela agência de avaliação de risco Standard & Poor’s (S&P) indica que o preço do imobiliário na China atingiu seu valor máximo e pode cair até 5%, em 2019.

A agência adverte que as cidades pequenas são “muito mais vulneráveis” a uma possível desaceleração, que poderia fazer com que passem “rapidamente” de “motores de crescimento” a “freios do crescimento”.

Para os promotores imobiliários chineses, os grandes riscos são a “liquidez e refinanciamento”, lê-se no relatório, que aponta para um “panorama de financiamento mais desfavorável em anos”.

As empresas, que precisam refinanciar dívidas próximas do vencimento, procurarão vender o produto o mais rápido possível, reduzindo os preços se necessário, visando obter liquidez, descreve.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

CIA teria considerado assassinar Assange durante presidência de Trump, aponta relatório

Jornalistas, analistas políticos e organizações de imprensa ficaram chocados neste domingo (26) após lançamento de uma reportagem que acusa membros da administração do ex-presidente dos EUA, Donald Trump, de haver planejado assassinato do fundador do …

Cresce a desconfiança nas instituições no Brasil, segundo Datafolha

A confiança dos brasileiro nas instituições públicas sofreu uma queda generalizada desde julho de 2019, com a maior piora ocorrendo na avaliação da Presidência da República, segundo pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (25/09). Também houve aumento …

Alemanha: social-democratas saem à frente nas eleições, mas disputa é acirrada

Os social-democratas alemães saíram na frente neste domingo (26) nas eleições parlamentares que marcam o fim da era Merkel, de acordo com as estimativas iniciais, mas os conservadores da chanceler alemã ainda pretendem disputar …

Revelada consequência grave da COVID-19 mais frequente do que se acreditava

Novo estudo revelou que os pacientes com COVID-19 que foram internados em unidades de terapia intensiva (UTI) têm mais possibilidade de desenvolver deficiências cognitivas contínuas. O estudo de quase 150 pacientes internados no início da pandemia …

Fundo de Bill Gates investe US$ 50 milhões em robôs agricultores que poupam água

A startup norte-americana Iron Ox recebeu um aporte de US$ 53 milhões (R$ 280,5 milhões) para melhorar sua tecnologia de robôs usados na agricultura e que consomem 90% menos água que plantações tradicionais. O dinheiro veio …

Bolsonaro pede à população que tome banho frio e evite elevador

O presidente Jair Bolsonaro pediu nesta quinta-feira (23/09) à população que tome banho frio e evite usar o elevador para economizar energia elétrica. "Aqui são três andares. Quando tem que descer, mesmo que o elevador esteja …

A incrível descoberta que indica presença humana nas Américas muito antes do que se pensava

Novas descobertas científicas apontam que humanos chegaram às Américas pelo menos 7 mil anos antes do que se estimava anteriormente. As pesquisas em torno do momento em que o continente americano passou a ser povoado a …

Mianmar: Justiça americana ordena quebra de sigilo do Facebook para investigar ameaças contra rohingyas

Um juiz americano ordenou ao Facebook que divulgue os arquivos de contas ligadas de membros do exército birmanês e de milícias budistas que perseguiram a minoria Rohingya em Mianmar. A decisão, que encontra resistência …

Eduardo Bolsonaro está com covid-19

O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, está com covid-19. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (24/09) por vários sites brasileiros de notícias. O próprio Eduardo teria confirmado seu diagnóstico ao portal …

Covid: o que alta em internação de idosos revela sobre efetividade da vacina e 3ª dose

As últimas estatísticas de casos, internações e mortes por covid-19 no Brasil trazem uma conclusão importante: as vacinas funcionam e protegem contra as formas graves da doença, mas algumas pessoas mais vulneráveis realmente precisam tomar …