Mais de 50 milhões de casas estão vazias na China

A China tem mais de 50 milhões de casas vazias, segundo um estudo a nível nacional prestes a ser publicado, em um dos efeitos mais visíveis do desperdício gerado por uma década de crescimento contínuo na construção.

De acordo com um estudo prestes a ser publicado, cerca de 22% do imobiliário urbano na China continua desocupado. “Não há outro país no mundo com uma taxa de desocupação tão alta”, diz Gan Li, professor na Universidade de Economia e Finanças de Chengdu, sudoeste da China, e responsável pelo estudo, citado pela Bloomberg.

Gan considera que um cenário de “pesadelo” pode ocorrer caso o mercado imobiliário comece a apresentar deficiências, o que levaria os proprietários a se lançarem numa corrida de vendas, levando a uma queda abrupta dos preços. “A China seria atingida por uma inundação de casas a entrarem no mercado”, descreve.

Milhares de pesquisadores participaram do estudo, designado China Household Finance Survey, e que abrange um total de 363 condados, distribuídos por todo o país.

A taxa de desocupação é praticamente a mesma apurada na edição anterior do estudo, em 2013, de 22,4%, segundo Gan. Na época, o pesquisador estimou 49 milhões de casas vazias em todo o país. “Hoje, definitivamente há mais de 50 milhões“, diz.

Casas de férias ou residências vazias de trabalhadores que migraram para outras cidades contribuem para o fenômeno, mas são sobretudo as compras para investimento que mantêm a taxa de ocupação alta. Trata-se de um dos efeitos mais visíveis do desperdício gerado por um modelo de crescimento econômico contínuo na construção.

“Desde a crise financeira global, em 2008, o crescimento da economia chinesa tem assentado no investimento alimentado por dívida”, explica Dinny McMahon, autor do livro China Great Wall of Debt (“A Grande Muralha de Dívida da China”), estimando que o país criou, nos últimos dez anos, “63% do novo dinheiro a nível global”.

Em uma década, enquanto as economias desenvolvidas estagnaram, a China construiu a maior rede ferroviária de alta velocidade do mundo, mais de oitenta aeroportos ou dezenas de cidades de raiz, alargando a classe média chinesa em centenas de milhões de pessoas.

No entanto, segundo a agência suíça Bank for International Settlements (BIS), durante o mesmo período, a dívida chinesa quase duplicou, para 257% do Produto Interno Bruto (PIB). Um relatório publicado esta semana pela agência de avaliação de risco Standard & Poor’s (S&P) indica que o preço do imobiliário na China atingiu seu valor máximo e pode cair até 5%, em 2019.

A agência adverte que as cidades pequenas são “muito mais vulneráveis” a uma possível desaceleração, que poderia fazer com que passem “rapidamente” de “motores de crescimento” a “freios do crescimento”.

Para os promotores imobiliários chineses, os grandes riscos são a “liquidez e refinanciamento”, lê-se no relatório, que aponta para um “panorama de financiamento mais desfavorável em anos”.

As empresas, que precisam refinanciar dívidas próximas do vencimento, procurarão vender o produto o mais rápido possível, reduzindo os preços se necessário, visando obter liquidez, descreve.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …