Mais de 50 milhões de casas estão vazias na China

A China tem mais de 50 milhões de casas vazias, segundo um estudo a nível nacional prestes a ser publicado, em um dos efeitos mais visíveis do desperdício gerado por uma década de crescimento contínuo na construção.

De acordo com um estudo prestes a ser publicado, cerca de 22% do imobiliário urbano na China continua desocupado. “Não há outro país no mundo com uma taxa de desocupação tão alta”, diz Gan Li, professor na Universidade de Economia e Finanças de Chengdu, sudoeste da China, e responsável pelo estudo, citado pela Bloomberg.

Gan considera que um cenário de “pesadelo” pode ocorrer caso o mercado imobiliário comece a apresentar deficiências, o que levaria os proprietários a se lançarem numa corrida de vendas, levando a uma queda abrupta dos preços. “A China seria atingida por uma inundação de casas a entrarem no mercado”, descreve.

Milhares de pesquisadores participaram do estudo, designado China Household Finance Survey, e que abrange um total de 363 condados, distribuídos por todo o país.

A taxa de desocupação é praticamente a mesma apurada na edição anterior do estudo, em 2013, de 22,4%, segundo Gan. Na época, o pesquisador estimou 49 milhões de casas vazias em todo o país. “Hoje, definitivamente há mais de 50 milhões“, diz.

Casas de férias ou residências vazias de trabalhadores que migraram para outras cidades contribuem para o fenômeno, mas são sobretudo as compras para investimento que mantêm a taxa de ocupação alta. Trata-se de um dos efeitos mais visíveis do desperdício gerado por um modelo de crescimento econômico contínuo na construção.

“Desde a crise financeira global, em 2008, o crescimento da economia chinesa tem assentado no investimento alimentado por dívida”, explica Dinny McMahon, autor do livro China Great Wall of Debt (“A Grande Muralha de Dívida da China”), estimando que o país criou, nos últimos dez anos, “63% do novo dinheiro a nível global”.

Em uma década, enquanto as economias desenvolvidas estagnaram, a China construiu a maior rede ferroviária de alta velocidade do mundo, mais de oitenta aeroportos ou dezenas de cidades de raiz, alargando a classe média chinesa em centenas de milhões de pessoas.

No entanto, segundo a agência suíça Bank for International Settlements (BIS), durante o mesmo período, a dívida chinesa quase duplicou, para 257% do Produto Interno Bruto (PIB). Um relatório publicado esta semana pela agência de avaliação de risco Standard & Poor’s (S&P) indica que o preço do imobiliário na China atingiu seu valor máximo e pode cair até 5%, em 2019.

A agência adverte que as cidades pequenas são “muito mais vulneráveis” a uma possível desaceleração, que poderia fazer com que passem “rapidamente” de “motores de crescimento” a “freios do crescimento”.

Para os promotores imobiliários chineses, os grandes riscos são a “liquidez e refinanciamento”, lê-se no relatório, que aponta para um “panorama de financiamento mais desfavorável em anos”.

As empresas, que precisam refinanciar dívidas próximas do vencimento, procurarão vender o produto o mais rápido possível, reduzindo os preços se necessário, visando obter liquidez, descreve.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Biden pedirá a americanos para usarem máscara por cem dias

Em entrevista à CNN, presidente eleito afirma que medida pode ajudar a reduzir números da pandemia e garante que Anthony Fauci continua como conselheiro-chefe de saúde em seu governo. O presidente eleito dos EUA, Joe Biden, …

Taxas de mortalidade por câncer de pulmão têm redução acentuada a cada ano devido a novos tratamentos

As taxas de mortalidade do câncer de pulmão mais comum caíram drasticamente nos Estados Unidos nos últimos anos (desde os anos 1990 para homens e desde os anos 1980 para mulheres). A avaliação é de um …

'TikTok foi feito para ser viciante': o homem que investigou as entranhas do aplicativo

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e que já …

Vacinação contra COVID-19 será facultativa em Portugal; especialistas divergem sobre o tema

Portugal anunciou seu plano nacional de vacinação contra COVID-19 nesta quinta-feira (3). As vacinas serão distribuídas em 1.200 centros de saúde pública a partir de janeiro, de forma gratuita e facultativa. Especialistas ouvidos pela Sputnik Brasil …

Nosso sistema solar será destruído antes do que pensávamos

Embora o solo sob nossos pés pareça sólido e reconfortante (na maioria das vezes), nada neste Universo dura para sempre. Um dia, nosso sol morrerá, ejetando uma grande proporção de sua massa antes que seu núcleo …

Mãe em Estocolmo não é mais suspeita de aprisionar filho

Promotores suecos estão retirando seu caso contra uma mulher acusada de prender o filho por vários anos. De acordo com as últimas informações, não há provas suficientes de que ele havia sido detido contra sua …

Mistério de galáxia desprovida de matéria escura é revelado

As observações astronômicas apontam para forças de "maré" e comportamento "canibal" de uma galáxia vizinha, que explicariam a escassez deste componente invisível. Se alguma galáxia é pobre em matéria escura, pode ser devido a uma interação …

Maioria das vacinas da Moderna será reservada no início para os Estados Unidos

A Moderna espera disponibilizar entre 100 e 125 milhões de doses de sua vacina contra a Covid-19 no primeiro trimestre de 2021. A empresa anunciou, nesta quinta-feira que, no início, entre 85 e 100 …

Amazonas é 3º estado com mais queimadas, emissões e desmatamento

Pela primeira vez, o Amazonas assume a terceira posição nos três principais rankings que indicam o avanço da degradação florestal na Amazônia brasileira, incluindo indicadores de queimadas, emissões de gases de efeito estufa e desmatamento …

Sudão bane casamento infantil e mutilação genital feminina, mas prática apresenta desafios

Depois de derrubar o ditador Omar al-Bashir no ano passado, o Sudão deu importante passo para reverter alguns dos tantos horrores cometidos contra a população feminina no país – e tornou ilegal tanto o casamento …