Mais de 80% de crianças não come o suficiente para desenvolver o cérebro

Dominic Chavez / Banco Mundial

Metade de crianças entre seis meses e dois anos não tem o mínimo de refeições para sua idade

Metade de crianças entre seis meses e dois anos não tem o mínimo de refeições para sua idade

Unicef revela que melhor nutrição infantil pode salvar 100 mil vidas por ano; agência alerta que potencial do grupo não é atingido por falta de acesso à comida em tempo certo.

Cinco em cada seis crianças menores de dois anos não têm alimentação suficiente para apoiar o seu crescimento e o desenvolvimento do cérebro.

A informação foi dada pelo Fundo da ONU para a Infância, Unicef, que esta sexta-feira revelou que melhorar a nutrição para crianças menores poderia salvar 100 mil vidas por ano, em nota lançada por ocasião do Dia Mundial da Alimentação assinalado a 16 de outubro.

Variedade

Começar tarde a dar alimentos sólidos aos menores, ter refeições pouco frequentes ou pouca variedade de alimentos leva milhões de crianças com menos de dois anos a não atingir seu pleno potencial.

De acordo com a conselheira sénior para a Nutrição do Unicef “má nutrição numa idade tão jovem provoca danos físicos e mentais irreversíveis”.

Para France Begin, bebés e crianças pequenas têm maiores necessidades de nutrientes do que em qualquer outro momento da vida. Mas os corpos e cérebros não atingem o seu total potencial porque estes recebem “muito pouca comida, muito tarde”.

O Unicef revela que os menores esperam muito tempo para ter a primeira alimentação sólida. Um em cada cinco bebés não tem acesso ao tipo de alimentos antes de completar 11 meses.

Vitaminas 

Metade de crianças entre seis meses e dois anos não tem o mínimo de refeições para sua idade, aumentando o risco de nanismo. Menos de um terço de crianças nessa faixa tem uma dieta variada com quatro ou mais grupos alimentares diários o que causa deficiências em vitaminas e minerais.

O estudo revela que metade dos menores em idade pré-escolar sofre de anemia no mundo.

Um outro desafio é o custo dos alimentos de origem animal que dificulta a melhora da dieta das famílias mais pobres.

Os exemplos são a África Subsaariana e o sul da Ásia onde uma em cada seis crianças de famílias mais necessitadas, de idades entre seis e 11 meses, tem uma dieta minimamente diversificada. Nas famílias mais ricas a proporção é duas vezes menor.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Pesquisadores portugueses revelam que os neandertais foram pioneiros na exploração de recursos marinhos

Um novo estudo liderado por pesquisadores da Universidade de Lisboa (Portugal) descobriu que a familiaridade dos hominídeos com o mar e os seus recursos é muito mais antiga do que se pensava – ao que …

Filipinas: presidente Duterte diz que polícia deve matar quem perturbar confinamento

O presidente filipino, Rodrigo Duterte, disse que as forças de ordem podem abater qualquer pessoa que provoque “transtornos” nas regiões onde o confinamento da população foi decretado. As autoridades do país tentaram minimizar as declarações …

Evangélicos fazem coro com Bolsonaro e negam riscos do coronavírus

O presidente Jair Bolsonaro gosta de copiar o seu ídolo americano, Donald Trump – da suposta inofensividade do coronavírus até os poderes de cura de medicamentos como cloroquina e hidroxicloroquina, passando pela teoria da conspiração …

'Estamos em guerra': França confiscou 1 milhão de máscaras destinadas à Espanha e Itália

Os dois países se envolveram em uma disputa diplomática depois que parte das máscaras com destino a outros países vindas da China foram retidas em cidades francesas. As autoridades francesas apreenderam milhões de máscaras que uma …

Sobrevivente da 2ª Guerra e Gripe Espanhola se cura do coronavírus ao 104 anos

Depois da Segunda Guerra Mundial e da pandemia de gripe espanhola, a nova inimiga do soldado aposentado William ‘Bill’ Lapschies, nascido em Salem em 1916, foi a Covid-19 – e ele venceu a batalha! Aos 104 …

Quarentena em todo o mundo deixou a crosta terrestre mais "silenciosa"

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus (SARS-CoV-2) estão deixando a Terra mais silenciosa - ao menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos. É que as atividades humanas, tais como a circulação …

UE teme que política autoritária adotada na Hungria por causa do coronavírus tenha efeito dominó no bloco

Em nome da luta contra o novo coronavírus, a Hungria estabeleceu estado de emergência e concedeu poderes ilimitados ao governo de Viktor Orbán. A Europa condena o uso político da pandemia da Covid-19 e …

Grécia põe campo de refugiados em quarentena após infeção

Autoridades confirmam ao menos 20 infecções, todas sem sintomas. Exames foram feitos após uma mulher que deu à luz ter testado positivo para o novo coronavírus no hospital. A Grécia colocou em quarentena o campo de …

Bactérias em rochas a 6 km de profundidade no Pacífico reacendem esperanças de vida em Marte

Bactérias unicelulares recém-descobertas nas profundezas marinhas deram aos investigadores pistas sobre como podem encontrar vida em Marte. A novidade científica foi anunciada hoje (2) no portal SciTechDaily em um artigo da Universidade de Tóquio, Japão. Estas …

JK Rowling lança portal do Harry Potter e salva quarentena mundial

A saga de ‘Harry Potter’ acabou faz muito tempo e conquistou milhões de fãs ao redor de todo o mundo. E nesse momento de quarentena, quem poderia esquecer do bruxinho mais famoso da cultura pop? Quem …