A Terra já tinha água antes da colisão que criou a Lua

A água apareceu na Terra logo após o nascimento do planeta, antes da colisão que criou a Lua, o que contradiz as ideias gerais sobre a evolução do planeta.

“O fato de a água da Terra ter sido capaz de ‘sobreviver’ o nascimento da Lua e o bombardeamento do nosso planeta por asteroides e cometas, aumenta significativamente as possibilidades de existência de vida extraterrestre“, explica Richard Greenwood da Universidade Aberta do Reino Unido, citado pela New Scientist.

Descobrimos que a água é incrivelmente tenaz. Não desaparece, incluindo fundindo e vaporizando o planeta, algo que aconteceu na Terra e em muitos exoplanetas”, explica Greenwood em artigo publicado esta semana na revista Science Advances.

Anteriormente, os cientistas consideravam que a água foi trazida ao nosso planeta pelos asteroides e cometas que bombardearam a superfície da Terra há quase 3.800 milhões de anos.

No entanto, o recente estudo demonstrou que não é assim. Os investigadores descobriram que as primeiras reservas de água na Terra tinham aparecido muito antes, quase no momento do nascimento do planeta, depois de analisar os fragmentos de rochas lunares trazidas à Terra no âmbito do programa Apolo.

Passaporte planetário

Aos geólogos interessa especialmente a quantidade do oxigênio nestas rochas. De fato, as proporções de isótopos de oxigénio são uma espécie de “passaporte” dos corpos celestes, já que indicam onde e em que condições se formaram.

Assim, a sua comparação permite entender se determinados planetas, asteroides ou cometas apareceram no mesmo ponto do Sistema Solar ou em partes diferentes.

Guiada por esta ideia, a equipe de Greenwood comparou a proporção de isótopos de oxigênio em rochas lunares, meteoritos e amostras de rochas extraídas do fundo do oceano.

De acordo com o geólogo, eles esperavam ver uma diferença bastante significativa entre o nosso planeta e a Lua, já que o protoplaneta que deu lugar à Lua, Tea, se formou em outro ponto do Sistema Solar e tinha suas próprias reservas de água.

No entanto, a imagem real resultou ser bastante diferente. As proporções de isótopos de oxigénio nas rochas terrestres e lunares eram quase iguais: diferem em somente três partes em 1.000 milhões, o que equivale a 0.0000003%.

Isso significa duas coisas: a água esteve presente na Terra muito antes da sua colisão com Tea, e sobreviveu à colisão e à “destruição mútua”.

Por sua vez, a presença de pequenas diferenças nas proporções de isótopos de oxigénio sugere que os asteroides e cometas realmente “trouxeram” água à Terra, mas somente uma pequena parte das suas reservas atuais, cerca de 5%.

Ou seja, as suas reservas de água não poderiam de maneira nenhuma afetar a aparência do planeta e os volumes dos seus oceanos, que deveriam ter desaparecido quase imediatamente depois do nascimento da Terra.

Tal descobrimento, como assinalam os planetólogos, gera mais perguntas do que respostas. Agora não está claro como a água conseguiu sobreviver à colisão entre a Terra e Tea e o posterior bombardeamento do planeta por asteroides, nem por que não se evaporou durante as primeiras etapas da formação da Terra.

Os cientistas também supõem que é possível que o nosso planeta tenha nascido a uma distância muito maior do Sol do que se crê habitualmente.

Como muitas vezes acontece na ciência, os resultados de um novo estudo acabam por levantar mais dúvidas do que as que ajudaram a esclarecer.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Metrô de Paris ficará em greve até segunda-feira contra reforma da Previdência

A greve dos metroviários de Paris contra o projeto de reforma da Previdência francesa foi prorrogada até segunda-feira (9). Nas assembleias-gerais realizadas pela categoria na manhã de quinta-feira (5), primeiro dia da paralisação, quase todos os …

"Operação Maleta Verde", o escândalo que atinge governo e oposição na Venezuela

Com semblante mais sério que de costume, Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino da Venezuela pelos Estados Unidos, pelo parlamento da União Europeia e por vários países da América Latina, dirigiu-se a jornalistas reunidos em …

Sarampo causou mais de 140 mil mortes em 2018

De acordo com OMS, maioria das vítimas tinha menos de cinco anos de idade e não havia sido vacinada. No ano passado, foram registrados quase 10 milhões de casos da doença no mundo. O sarampo causou …

O que contribuiu em peso para o 'colapso maia'?

Pesquisas recentes reforçam a teoria de que o colapso de muitas das grandes cidades maias mesoamericanas estava relacionado a períodos prolongados de seca, alguns de até 200 anos. Nayelli Jiménez Cano, pesquisadora do Laboratório de Zooarqueologia …

Com 39% da população abaixo da linha da pobreza, Ruanda patrocina PSG e causa polêmica

O time de futebolParis Saint-Germain (PSG) divulgou nesta quarta-feira (4), uma parceria de três anos com o governo de Ruanda, sem especificar o valor. Em maio de 2018, o país africano já havia assinado um acordo …

Os pássaros estão encolhendo, e você nunca vai adivinhar por quê

De acordo com um novo estudo americano, devido a mudança climática, os pássaros estão encolhendo em tamanho, embora a envergadura de suas asas esteja ficando maior. “Descobrimos que quase todas as espécies estavam ficando menores. As …

Navio de combate alemão da 1ª Guerra Mundial é encontrado nas Malvinas

Um cruzador alemão, afundado pelos britânicos durante a Primeira Guerra Mundial em 8 de dezembro de 1914, foi achado perto da costa das ilhas Malvinas. Trata-se do SMS Scharnhorst, principal navio da esquadra do almirante Maximilian …

Impeachment de Trump avança nos EUA: entenda o caso em poucas palavras

Você já deve ter ouvido falar que a reação a um polêmico telefonema com um líder estrangeiro ameaça o futuro da Presidência de Donald Trump. O presidente americano enfrenta um inquérito de impeachment sob a acusação …

Twitter vai ser mais rígido com conteúdo adulto na internet e preocupa criadores

Desde o ano passado tem sido mais difícil para os criadores de páginas com o perfil NSFW (Not Safe for Work ou não seguro para ver no trabalho — impróprio, em tradução livre) ter seus …

Otan tenta exibir união, enquanto líderes são flagrados falando de Trump

Chefes de Estado e de Governo de 29 países participaram nesta quarta-feira (4) do segundo dia da cúpula de aniversário de 70 anos da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), em Watford, nos arredores …