Americanos vão às urnas em clima de tensão e disputa acirrada entre Trump e Biden

Milhões de eleitores comparecem nesta terça-feira às urnas para uma eleição presidencial marcada por uma disputa intensa entre os candidatos Donald Trump e Joe Biden e o temor de violência. As atenções se voltam particularmente para os chamados estados-chave, onde uma vitória para um dos candidatos pode decidir o resultado final da eleição.

Essas eleições nos Estados Unidos já vão entrar para a história como uma das mais acirradas e tensas, com temor de violência durante e após a votação. Em Miami, assim como em muitas outras cidades do pais como Nova York, Washington, Los Angeles, comerciantes colocaram tapumes de madeira na frente das lojas para proteger as fachadas e vitrines.

Esse clima reflete a intensa disputa entre Donald Trump e Joe Biden que fizeram comícios até o último minuto para convencer eleitores a votar. O presidente republicano, que segundo sondagens estaria em desvantagem nessa corrida eleitoral, percorreu quatro estados no último dia de campanha.

Ele passou pela Carolina do Norte, Pensilvânia, Winconsin e Michigan, onde venceu Hillary Clinton em 2016, mas sondagens indicam que ele pode perder nesta eleição.

Em Wisconsin, onde encerrou a maratona, Trump colocou mais uma vez em dúvida o desfecho do processo eleitoral ao sugerir, sem explicar como, que vai haver “fraude” caso a Pensilvânia decida contar votos que chegarem pelo correio até três dias depois da votação.

Pelo Twitter, o presidente disse que se a Corte Suprema não rever sua decisão que permitiu a extensão da contagem de votos, anunciada na quarta-feira passada, vai haver “violência nas ruas”. A rede social indicou que a mensagem poderia ter conteúdo “contestado” e “podia ser enganador”.

O republicano ainda usou intensamente a rede social para atacar seu adversário democrata. Em um dos tuítes, afirmou que o voto para Biden seria dar o controle do governo a “socialistas, comunistas e hipócritas liberais de saúde que querem silenciar, censurar e punir você”.

Joe Biden, que se concentrou nos estados de Ohio e Pensilvânia, disse diante de jornalistas em Pittsburgh, que prevê uma vitória rápida, e disse esperar uma “eleição clara, pacífica e com grande participação”.

O democrata fez da gestão da pandemia, que matou mais de 230 mil americanos, um dos principais temas de seus ataques a Trump. Seus comícios foram marcados pelo distanciamento social e com os partidários adotando mascaras e outras medidas de proteção sanitária.

O presidente Barack Obama muito envolvido na reta final, fez campanha em Miami pedindo votos dos eleitores latinos e negros. Ele disse que a estratégia de Trump de querer tumultuar a contagem de votos na noite desta terça-feira seria “antidemocrática” e “típica de ditadores”.

Expectativa para contagem dos votos

Alguns analistas consideram a vantagem de Biden suficiente para confirmar o resultado ainda esta noite, pelo horário local. Mas diante da quantidade de votos que foram enviados pelo correio e com alguns estados como a Pensilvânia autorizando a contagem de votos até três dias depois da votação, o resultado oficial pode demorar vários dias.

Nos Estados Unidos cada estado contribui com um número de votos no colégio eleitoral e um candidato deve obter 270 para declarar vitória. Eleições recentes mostraram que é preciso ter prudência porque as urnas acostumam surpreender analistas e desmentir pesquisas de opinião.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …