Aplicativo gratuito ajuda a encontrar os melhores preços em medicamentos

Não é sempre que conseguimos pesquisar os melhores preços do remédio que necessitamos quando estamos doentes. Por isso, o MediPreço foi criado para nos ajudar a economizar na compra dos medicamentos.

Um estudo do Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade (ICTQ) apontou que a variação de preço dos medicamentos pode chegar a 400%. A maioria das pessoas desconhece esse dado. Foi pensando nisso que um grupo de quatro amigos decidiu criar o aplicativo para celular, gratuito, que mostra a variação de preços de um remédio específico no Brasil inteiro.

O MediPreço funciona da seguinte maneira: basta o usuário fotografar o código de barras do medicamento pelo aplicativo. O sistema busca o valor máximo permitido para aquele medicamento e o menor valor da região, via geolocalização.

No banco de dados estão 25 mil medicamentos em 70 mil farmácias pelo país. Resumindo, o consumidor ganha o poder de barganhar um desconto no preço do medicamento com o atendente do estabelecimento.

“O MediPreço atende o usuário na hora que mais precisa. Quem vai à farmácia, muitas vezes se encontra em uma situação de fragilidade, seja por uma enfermidade urgente ou por uma doença que precisa de atenção e controle”, disse Gregório Salles, um dos criadores da ferramenta.

O banco de dados é baseado na tabela do Ministério da Saúde que estabelece um teto máximo de preços que podem ser praticados.

Os próprios usuários do app também ajudam a atualizar os valores – cerca de 343 mil colaboradores postam quanto pagaram nos medicamentos, criando uma rede atualizada em tempo real dos valores realmente praticados pelas farmácias.

“Sempre que você posta está ajudando outras pessoas que dependem daquele medicamento. Além disso, cria-se uma rede de fiscalização para impedir a cobrança de valores abusivos”, ressalta Alexandre Máximo, também desenvolvedor do MediPreço.

O usuário Marco Resende adotou o MediPreço há alguns meses. Especialista em tecnologia da informação, ele utiliza um medicamento contínuo, o maleato de enalapril. Marco costumava pagar R$ 32 no medicamento. Agora, ele compra por R$ 17, R$ 16 e até R$ 15 – uma economia de mais de 50%.

“Por me dar um referencial, tenho conseguido negociar na farmácia os valores e conseguido bons descontos. Gostei tanto que toda vez que compro um remédio agora, eu posto quanto paguei”, afirmou.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Eleição na Bolívia: Resultados parciais indicam 2º turno inédito entre Evo Morales e Carlos Mesa

Com quase 90% dos votos contabilizados, resultados parciais da eleição realizada neste domingo na Bolívia indicam que o atual presidente Evo Morales não teve votos suficientes para garantir já sua vitória, caminhando para disputar com …

Voo mais longo e sem escalas da história pousou em Sydney

O voo mais longo e sem escalas da história pousou nesse domingo (20) em Sydney, 19 horas e 16 minutos após a decolagem, em Nova York. Foi um teste da companhia australiana Qantas, que pretende …

Governo brasileiro publica lei que agiliza venda de bens do tráfico de drogas

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 13886/19, que pretende acelerar a destinação de bens apreendidos ou sequestrados que tenham vinculação com o tráfico ilícito de drogas. Essa lei, que converte a Medida Provisória nº 885, …

Criaram uma bebida com probióticos geneticamente modificados para prevenir ressacas

Beber moderadamente pode ser garantia de uma noite especialmente divertida, mas quem se aventura pelos bares da vida sabe que basta um pequeno erro de cálculo ou deslize nos preparativos – como, por exemplo, esquecer …

Manifestantes desafiam proibição em Hong Kong

Milhares voltam às ruas, apesar de governo ter proibido protestos na região semiautônoma, e são recebidos com jatos d'água e gás lacrimogêneo. Há quatro meses, colônia britânica atravessa a sua maior crise política. Milhares de manifestantes …

Brexit pode causar ao Brasil perdas anuais de exportações de mais de US$ 700 milhões

Nas próximas semanas, empresários e exportadores brasileiros deverão acompanhar com grande atenção os capítulos finais da novela do Brexit, como é chamada a saída do Reino Unido da União Europeia. Isso por que, a depender de …

Motivos de artrópodes se moverem em fila indiana há 480 anos são revelados

Um novo estudo revela que os fósseis de artrópodes descobertos em fila podem indicar um comportamento coletivo devido a fatores ambientais. O estudo publicado pela revista Scientific Reports sugere que o comportamento em grupo de trilobitas …

Arqueólogos encontram 20 sarcófagos de madeira perto de Luxor

Arqueólogos encontraram mais de 20 caixões antigos de madeira, ainda coloridos, na necrópole de Asasif, em Tebas, na margem oeste do rio Nilo, próximos à cidade de Luxor, no Egito. Os caixões estavam posicionados em duas …

Mão robótica aprendeu sozinha como solucionar o cubo de Rubik

Provavelmente você já deve ter passado pelo desafio de deixar o cubo de Rubik, mais conhecido como cubo magico, com as cores das faces iguais. Saiba que uma mão robótica conseguiu resolver teste desafio sozinha. Provavelmente …

Planalto suspende indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada nos EUA

O Palácio do Planalto decidiu deixar em suspenso a indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, para assumir a embaixada brasileira nos Estados Unidos, em meio a uma crise política …