Criado medicamento com veneno de cobra mais seguro para prevenir tromboses

QUT Science and Engineering / Flickr

-

Cientistas criaram um medicamento mais seguro para prevenir tromboses a partir de veneno de cobra, revela um estudo divulgado esta sexta-feira (9) pela Associação Americana do Coração.

Trata-se de um fármaco da classe de medicamentos que impedem a ativação e aglomeração de plaquetas (células sanguíneas) e a formação de coágulos, sendo usados para prevenir tromboses cerebrovasculares ou a doença cardiovascular.

Os medicamentos anticoagulantes atuais, alguns baseados também em veneno de cobra, têm um efeito secundário grave, o de poder causar hemorragia prolongada após um ferimento.

Cientistas da Universidade Nacional de Taiwan desenvolveram o novo medicamento para interagir com uma proteína, a glicoproteína VI, localizada na superfície das plaquetas.

Em um estudo anterior, a equipe descobriu que uma proteína existente no veneno da cobra Tropidolaemus wagleri, da família das víboras e nativa do sudeste asiático, estimula as plaquetas a formarem coágulos no sangue ao se ligarem à glicoproteína VI.

Trabalhos precedentes concluíram que plaquetas sem a glicoproteína VI não formam coágulos em doentes e não conduzem a hemorragias graves, o que levou os cientistas a pensarem que o bloqueamento da ação da glicoproteína poderia prevenir o aparecimento de coágulos e evitar os efeitos das hemorragias prolongadas.

O novo estudo publicado na revista Arteriosclerosis, Thrombosis and Vascular Biology pode ser o primeiro a descrever uma molécula baseada na estrutura de uma proteína específica do veneno de cobra para bloquear a atividade da proteína da superfície das plaquetas.

A equipe científica da Universidade Nacional de Taiwan administrou o novo medicamento a cobaias e observou que a formação de coágulos era mais lenta quando comparada com a de roedores que não foram tratados com o fármaco. Além disso, verificou que os camundongos medicados não sangravam mais do que os do grupo de controle.

Os cientistas pretendem otimizar os efeitos do fármaco para que interaja apenas com a glicoproteína VI e não com outras proteínas e assim evitar reações indesejáveis, e testá-lo de novo em animais, mas também em pessoas.

Alguns dos medicamentos anticoagulantes atuais têm como alvo outras proteínas, as glicoproteínas IIb/IIIa, e são baseados em outra proteína de veneno de cobra, mas podem provocar hemorragias, um efeito adverso para o qual os cientistas da universidade de Taiwan não encontraram ainda uma explicação.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Caminhão com dobro do peso autorizado causou queda de ponte na França

O desabamento de uma ponte no sul da França, que causou a morte de duas pessoas na manhã de segunda-feira (18), foi provavelmente provocado pela passagem de um caminhão que pesava mais de 40 toneladas, …

Suécia suspende investigações de estupro contra Julian Assange

Autoridades da Suécia anunciaram nesta terça-feira (19) que vão desistir das investigações de estupro contra Julian Assange, fundador do WikiLeaks, que segue preso em Londres. Depois de terem sido suspensas em 2017, as investigações foram …

Novo mapa de Titã revela que a lua de Saturno é coberta por material orgânico

Cientistas montaram o primeiro mapa geológico global de Titã, uma das principais luas de Saturno, graças aos dados fornecidos pela sonda Hyugens — lançada em 1997 com a missão Cassini. Além de ser a única lua …

Desmatamento na Amazônia atinge maior nível desde 2008

Entre agosto de 2018 e julho de 2019, o desmatamento da Floresta Amazônica cresceu 29,5% em comparação com os 12 meses anteriores. Ao todo, a floresta perdeu uma área de 9.762 km² (equivalente a sete …

Conheça a vodka feita de ‘nada’, produzida a partir de energia solar, água e CO2

Bebida originária da Europa Oriental, a vodka é um destilado que pode ser obtido a partir do arroz, cevada, milho, trigo, centeio e até ervas. E se a gente te contasse que um grupo de empreendedores …

EUA mudam posição histórica e afirmam que colônias de Israel não são ilegais

Os Estados Unidos afirmaram nesta segunda-feira (18) que não consideram mais os assentamentos de Israel na Cisjordânia ocupada uma quebra do direito internacional. A mudança foi anunciada pelo secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que …

Trump poderá depor no inquérito sobre seu impeachment na Câmara dos Representantes

O presidente Donald Trump anunciou nesta segunda-feira  que poderá testemunhar no comitê de investigação da Câmara dos Representantes, que avalia a possibilidade de pedir seu impeachment. O pedido foi feito pela líder dos democratas, Nancy …

Buraco negro supermassivo disparou estrela em altíssima velocidade

Há cerca de cinco milhões de anos uma estrela foi lançada do buraco negro supermassivo que fica no centro da Vial Láctea, Sagittarius A. Os cientistas imaginam que a velocidade inicial era de milhares de …

Ataque a tiros deixa mortos em festa de quintal na Califórnia

Quatro pessoas morreram e ao menos seis ficaram feridas neste domingo em um novo ataque com arma de fogo no estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Familiares e amigos assistiam a um jogo de futebol no …

Jovem norueguesa monitora quase 500 perfis nas redes sociais para evitar suicídios

Ingebjørg Blindheim tem 22 anos e já ganhou o apelido de “salva-vidas”. A norueguesa monitora quase 500 perfis nas redes sociais buscando identificar usuários que possam estar próximo de cometer suicídio. Quando percebe uma situação de …