Aquecimento global afetará saúde das novas gerações, diz relatório

Um relatório publicado nesta quinta-feira na revista científica The Lancet, a poucas semanas da conferência internacional para o clima (COP25), alerta para os riscos sanitários relacionados ao aquecimento global e às emissões de gás carbônico.

O documento “Contagem Regressiva sobre a saúde e as mudanças climáticas” é publicado anualmente na revista. Ele é realizado em parceria com 35 instituições, entre elas a OMS (Organização Mundial da Saúde) e, neste ano, foca nas consequências das mudanças climáticas para a saúde das crianças.

Em uma entrevista concedida ao jornal Le Monde, um dos autores do relatório, Nick Watts, afirma que uma criança nascida em 2019 viverá em um mundo com uma temperatura média de quatro graus a mais em relação a hoje. “Isso representa uma ameaça para sua saúde em todas as etapas de sua vida”, afirma.

As crianças, reitera, ainda estão desenvolvendo seu sistema imunológico, e seus organismos são particularmente vulneráveis às doenças e aos agentes poluidores, diz o representante do Instituto para a Saúde Mundial da Universidade de Londres.

A exposição de meninas e meninos à poluição atmosférica afeta os pulmões, piora a asma e aumenta o risco de crises cardíacas e AVC (Acidente Vascular Cerebral).

De acordo com o relatório, as emissões de CO2 geradas por combustíveis fósseis continuam a crescer e registraram uma alta de 2,6% entre 2016-2018. Cerca de 2,9 milhões de pessoas no mundo morreram prematuramente, com patologias ligadas indiretamente às partículas finas.

As consequências do aquecimento global para a saúde continuam na idade adulta “e duram toda a vida”, comenta o especialista, “pedindo uma ação imediata de todos os países para reduzir as emissões.”

Bactérias e propagação de mosquitos

A elevação da temperatura terrestre associada a chuvas também favorece a proliferação de bactérias e mosquitos. Isso provoca o aumento de epidemias como a da dengue, por exemplo, que é a doença viral transmitida por um mosquito que se propaga mais rapidamente no mundo.

Globalmente, os autores do relatório ressaltam que uma criança que nasce hoje estará cada vez mais exposta aos fenômenos meteorológicos extremos: secas, calor, inundações ou incêndios florestais.

Os pesquisadores julgam crucial “limitar o aquecimento a menos de 2°, como prevê o Acordo de Paris, assinado em 2015, e pedem que a questão seja destaque na agenda da COP25, a Conferência sobre o Clima, que acontece no início de dezembro em Madri.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Governo argentino é alvo de roubo de 10 anos de arquivos administrativos

O governo da Argentina foi alvo de um ataque por meio de um ransonware e está com cerca de 10 anos de dados públicos sequestrados desde do dia 25 de novembro. Em entrevista, a ministra da …

Lausanne, na Suíça, é a melhor cidade pequena do mundo

A cidade de Lausanne, na Suíça, foi considerada a melhor cidade pequena do mundo pela influente revista britânica “Monocle”. A publicação fez uma lista com as 25 melhores cidades pequenas do mundo, com população …

Esse organismo unicelular toma "decisões" complexas mesmo sem um cérebro

Um organismo unicelular de água fresca chamado Stentor roeseli demonstra comportamento inteligente. Ele foi descoberto em 1906, e quando estimulado no microscópio, essa criatura com formato de trompete conseguiu tomar decisões consideradas complexas para um …

Rússia é banida de eventos esportivos mundiais por quatro anos

Decisão deixará o país de fora dos Jogos Olímpicos de 2020 e da Copa do Mundo de Futebol de 2022. Agência Mundial Antidoping (Wada) conclui que Moscou manipulou dados laboratoriais de seus atletas. A Rússia está …

Pessoas em situação de rua viram guias turísticos na Irlanda

Olha só que iniciativa maravilhosa. Na Irlanda, o projeto ‘Secret Street Tours’ treina pessoas em situação de rua para usar seu conhecimento sobre a cidade para serem guias de turistas em tours pela cidade de …

Cientistas finalmente criam neurônios artificiais

Uma equipe internacional liderada por pesquisadores da Universidade de Bath (Inglaterra) realizou um feito inédito: conseguiu reproduzir a atividade biológica de neurônios usando chips de silicone. E o que é ainda melhor: esses “neurônios artificias” requerem …

Huawei pode lançar novos smartphones no Brasil, afirma executivo

A Huawei oficializou, nesta quinta-feira, 5, uma plataforma de auxílio aos desenvolvedores para publicarem e divulgarem seus aplicativos para os dispositivos da companhia. Chamada Huawei Ability Gallery, trata-se de uma expansão do ecossistema da App Gallery, …

Metrô de Paris ficará em greve até segunda-feira contra reforma da Previdência

A greve dos metroviários de Paris contra o projeto de reforma da Previdência francesa foi prorrogada até segunda-feira (9). Nas assembleias-gerais realizadas pela categoria na manhã de quinta-feira (5), primeiro dia da paralisação, quase todos os …

"Operação Maleta Verde", o escândalo que atinge governo e oposição na Venezuela

Com semblante mais sério que de costume, Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino da Venezuela pelos Estados Unidos, pelo parlamento da União Europeia e por vários países da América Latina, dirigiu-se a jornalistas reunidos em …

Sarampo causou mais de 140 mil mortes em 2018

De acordo com OMS, maioria das vítimas tinha menos de cinco anos de idade e não havia sido vacinada. No ano passado, foram registrados quase 10 milhões de casos da doença no mundo. O sarampo causou …