Asteroide solitário ajuda a contar a história do Sistema Solar

M. Kornmesser / ESO

O asteróide 2004 EW95 está a 4 bilhões de km da Terra

Pesquisadores identificaram um objeto espacial inédito: um asteroide rico em carbono no Cinturão de Kuiper.

Orbitando em um conjunto de objetos congelados localizados além de Netuno, a composição do asteroide indica que ele não se originou ali. Em vez disso, o objeto com 300km de largura pode ter sido ejetado de uma órbita junto aos planetas gigantes, durante o turbulento início do Sistema Solar.

O objeto fica tão distante da Terra que os cientistas levaram vários anos para analisá-lo. “Quando obtivemos os dados pela primeira vez, pensamos que havia algo errado, porque não se parecia em nada com outros objetos do cinturão”, disse o cientista Tom Seccull, da Queen’s University Belfast, na Irlanda do Norte, à BBC News.

A maioria dos outros objetos naquela região do espaço têm uma superfície repleta de gelo. Esse asteroide, conhecido como 2004 EW95, não só é rico em carbono como contém minerais como filossilicatos, uma família que engloba a argila e o talco.

Indícios

“As características que vemos costumam ocorrer em asteroides que tiveram sua rocha alterada pela presença de água líquida”, explica Seccull.

“Como ele está muito longe do Sol, a cerca de -235ºC, toda água em sua superfície vai estar congelada. Isso implica que ela foi aquecida em algum momento e que ele pode ter se formado em um local mais próximo do Sol.”

O pesquisador Rhian Jones, da Manchester University, do Reino Unido, que não esteve envolvido no estudo, avalia que isso torna a descoberta bastante interessante, e isso seria “a primeira boa prova da presença de filossilicatos em um objeto deste cinturão”.

L. Calçada / ESO

A órbita do asteróide é bastante excêntrica, o que aponta que algo o afetou

Um modelo para a formação do Sistema Solar aponta que, no início, se tratava de uma região do espaço diferente, com Júpiter e Saturno orbitando mais próximo do Sol para só depois se posicionarem onde estão hoje.

Dispersão

Esse processo teria espalhado pelas partes mais distantes do núcleo do Sistema Solar alguns objetos que se formaram entre esses gigantes gasosos, onde eles poderiam estar até hoje.

Tom Seccull diz que há mais objetos no Cinturão de Kuiper que se parecem com o 2004 EW95, mas afirma ser difícil obter mais detalhes. “Esse asteróide estava localizado no limite do que podemos observar, na verdade.”

A missão New Horizons, da Nasa, deve se encontrar com outro objeto do mesmo cinturão, o 2014 MU69, também conhecido como Ultima Thule, em 1º de janeiro de 2019. Espera-se que isso permita saber mais sobre os corpos espaciais que habitam essa região do Sistema Solar.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

StarShip finalmente levanta voo: a nave que um dia levará cem humanos para Marte e Lua

A SpaceX fez um lançamento de teste com sucesso do seu gigantesco protótipo do StarShip SN5 em Boca Chica, Texas (EUA), a uma altura planejada de 150 metros. A massiva torre de aço inoxidável flutuou no …

EUA conduzem lançamento de teste do míssil balístico Minuteman III

O projétil não tinha ogiva de combate, mas era equipado com três veículos recuperáveis que foram submetidos a testes. Militares dos EUA lançaram na manhã desta terça-feira (4) um míssil balístico Minuteman III a partir da …

Beirute soma mais de 100 mortos e 4000 feridos após explosões

O Líbano vive nesta quarta-feira (5) um dia de luto nacional, após as explosões na região portuária de Beirute, na tarde de ontem. A tragédia soma pelo menos 100 mortos, 4.000 feridos e 300.000 …

Mensagem na areia salva marinheiros desaparecidos no Oceano Pacífico

Trio de marinheiros que havia se desviado de rota e ficado sem combustível foi localizado numa pequena ilha da Micronésia após três dias. Aeronaves avistaram sinal gigante de SOS escrito na areia da praia. Três homens …

Problemas cardíacos duradouros se apresentam em 78% dos pacientes de coronavírus

O entusiastas do retorno da economia para a normalidade defendem suas opiniões geralmente com base no fato da maioria dos pacientes exibirem sintomas leves ou sequer ter qualquer sintoma de coronavírus, comparando negligentemente o Covid-19 …

Governo britânico vai pagar parte da conta de consumo em pubs e restaurantes

Incentivos não vão faltar para quem estava com saudades de frequentar bares, pubs e restaurantes no Reino Unido. Durante o mês de agosto, o governo britânico vai bancar parte da conta de quem sair …

Cientistas revelam origem de estranhos meteoritos encontrados na Terra

Uma equipe de cientistas norte-americanos teoriza que alguns dos meteoritos, que não se encaixam nas duas categorias principais, têm uma origem até hoje desconhecida por astrônomos. Um grupo significante de meteoritos, que existem hoje na Terra, …

Twitter pode ser multado em US$ 250 milhões por abuso de dados dos usuários

O Twitter confessou que, possivelmente, será multado em até US$ 250 milhões pela Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC, no original em inglês) por ter desrespeitado um acordo firmado em 2011 com a agência …

OMS afirma que não há solução milagrosa para lutar contra Covid-19

A Organização Mundial de Saúde avisou na segunda-feira que não há, nem haverá uma solução milagre contra a pandemis de Covid-19, não obstante a corrida que se verifica actualmente de forma a descobrir uma vacina …

Alemanha quer exigir de viajantes teste de covid-19 feito antes de embarque

Ministro da Saúde alemão defende que passageiros vindos de territórios de risco, incluindo o Brasil, apresentem exame negativo realizado em país de origem para entrar na Alemanha. O ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, defendeu nesta …