Avião com mais de 200 a bordo faz “pouso de barriga” em plantação de milho na Rússia

Sergei Ilnitsky / EPA

Um avião da Ural Airlines, com 233 pessoas a bordo, fez um pouso de emergência perto do aeroporto de Moscou nesta quinta-feira (15).

O acidente aconteceu quando os motores da aeronave aspiraram gaivotas logo após a decolagem. Não há mortos registrados, mas pelo menos 23 pessoas ficaram feridas.

O Airbus A321 havia iniciado o trajeto entre a o aeroporto internacional Zhukovsky, na capital russa, e Simferopol, na Crimeia, quando seus motores aspiraram as aves. De acordo com informações da Rosaviatsia, agência federal russa de aviação, as aves provocaram “importantes perturbações no funcionamento” da aeronave.

O trem de pouso do avião já havia sido recolhido, obrigando o piloto a realizar a aterrissagem sem as rodas “em uma plantação de milho a cerca de 1 quilômetro de distância do local de decolagem”, indicou a agência. O acidente aconteceu por volta das 3h da madrugada, pelo horário local.

Os passageiros e a tripulação foram retirados rapidamente da aeronave. Entre os feridos, que já foram hospitalizados, nove são crianças.

Imagens captadas por um drone mostram a aeronave imobilizada no campo de milho. No vídeo são visíveis as marcas deixadas pelo Airbus A-321 durante a manobra de aterragem de emergência.

Vídeos nas redes sociais mostram também o momento em que o avião fez o pouso de emergência e é possível ver imagens dos passageiros deixando a aeronave no meio da plantação.

As autoridades russas informaram que uma investigação já foi aberta para determinar as causas do acidente. “Os tripulantes foram suspensos até que a apuração termine. Essa é uma prática normal”, informou o porta-voz da Ural Airlines.

Em declarações a uma televisão estatal russa, um passageiro citado pela Reuters disse que o avião começou a abanar de forma violenta pouco depois da descolagem. “As luzes na parte direita do avião começaram piscando e cheirava a queimado. Depois aterramos e toda a gente correu fugindo”, relatou o passageiro.

O jornal russo Komsomolskaya Pravda descreve o piloto, Damir Yusupov, como um herói, por ter “conseguido salvar a vida de 233 pessoas aterraando com grande perícia um avião sem trem de aterragem e com o motor direito a falhar, num campo de milho”.

O piloto é já comparado nas mídias sociais ao capitão Chesley Sully Sullenberger, piloto do voo da US Airways que em 2009 aterrou com sucesso no rio Hudson, em Manhattan, após um acidente causado por um bando de gansos, salvando todos os passageiros e tripulantes.

Ciberia // RFI / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Primeiro-ministro renuncia e coloca fim a governo na Itália

Em discurso no Senado, Giuseppe Conte anuncia que vai deixar o cargo e acusa seu vice, Matteo Salvini, por crise na coalizão de governo. Presidente deve decidir sobre convocação de novas eleições. O primeiro-ministro italiano, Giuseppe …

Governo de Hong Kong espera "volta à calma" sem ceder a demandas de manifestantes

A chefe do Executivo de Hong Kong, Carrie Lam, disse esperar que "uma volta à calma" esteja a caminho no território, depois que a grande manifestação do último domingo (18) acabou sem violência. Depois de …

Cientista americana diz ter certeza que a Terra será atingida por um asteroide

Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após a quase colisão da …

Justiça de El Salvador absolve acusada de homicídio por suspeita de aborto

Promotoria pedia pena de 40 anos de prisão para vítima de estupro que dizia não saber da gravidez até o momento do parto. País da América Central possui uma das legislações mais rigorosas do mundo …

EUA testam míssil após deixarem tratado nuclear

Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira (19/08) que realizaram um teste com um míssil de cruzeiro. Esse é o primeiro teste feito pelo país desde que deixou oficialmente o Tratado de Forças Nucleares de Alcance …

Astrônomos descobrem 39 galáxias antigas movendo-se tão rápido que nem mesmo o Hubble consegue vê-las

Astrônomos da Universidade de Tóquio (Japão) conseguiram detectar 39 galáxias muito antigas, do início do nosso universo, utilizando dados do espectro infravermelho de telescópios submilimétricos. A luz destas estrelas viajou nada menos que 11 bilhões de …

Trump confirma ter interesse em comprar Groenlândia

O presidente dos EUA, Donald Trump, confirmou em entrevista com jornalistas que tem interesse na compra da Groenlândia. O cientista político Vladimir Shapovalov comenta a declaração do líder norte-americano em entrevista ao serviço russo da …

Brexit sem acordo: tempos duros para britânicos, confirma relatório vazado

Segundo documento do governo vazado para imprensa, Reino Unido estará sujeito a meses de caos de transportes e carência de artigos básicos, caso se separe da UE sem um acordo de transição, como propõe o …

Pesquisadores criam adesivos corporais que verificam a saúde

A universidade de Stanford anunciou um novo experimento: adesivos corporais que leem informações a respeito da saúde da pessoa. Basicamente, os adesivos captam os sinais fisiológicos que emanam da pele, e então transmitem essas leituras de …

Bolsonaro se engana e critica Noruega com vídeo dinamarquês

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar a Noruega, que anunciou na semana passada a suspensão de repasses ao Fundo Amazônia. O mandatário, cujas políticas ambientais têm sido alvo de críticas internacionais, publicou um vídeo …