Bebê nasceu duas vezes para se salvar

(dr) família Boemer

Lynlee Boemer, a bebê que nasceu duas vezes

Lynlee Boemer, a bebê que nasceu duas vezes

A bebê Lynlee Boemer nasceu duas vezes – e não é uma metáfora. É uma constatação literal do que aconteceu com a criança, que teve que ser operada quando ainda estava no útero da mãe.

Quando Margaret Boemer, a mãe de Lynlee, alcançou as 16 semanas de gestação, os médicos descobriram que sua bebê tinha desenvolvido um tumor no cóccix, conhecido como teratoma sacrococcígeo.

Esse problema poderia impedir fatalmente o normal desenvolvimento do feto, particularmente de seu coração, pelo que os médicos informaram Margaret que ela deveria interromper a gravidez – ou arriscar a realização de uma cirurgia fetal, um procedimento extremo e muito arriscado.

A operação consistia em tirar a bebê de dentro do útero da mãe, através de uma cesariana, para fazer a operação de extração da maior parte do tumor.

Esse processo teria que ser realizado num tempo recorde para permitir devolver a bebê ao ventre da mãe, de modo a que a gestação pudesse continuar sem problemas.

Os riscos eram enormes, mas Margaret Boemer não titubeou e optou por lutar pela vida da filha.

“O feto ficou pendurado no ar”

A cirurgia foi então realizada às 23 semanas de gestação, no hospital pediátrico do Texas, nos EUA, quando o tumor já era maior do que o feto.

A bebê “nasceu” então durante 20 minutos, pesando pouco mais de meio quilo, foi operada e depois voltou para a barriga da mãe.

(dr) família Boemer

Margaret Boemer com a filha, Lynlee

Margaret Boemer com a filha, Lynlee

O procedimento foi complicado pela grande dimensão do tumor, o que obrigou a que tenha sido feita uma “enorme” incisão para o remover, como explica o cirurgião Darrel Cass, co-diretor do Centro Fetal do hospital pediátrico do Texas, em declarações à CNN.

O médico que liderou a cirurgia de cinco horas relata o momento “bastante dramático” em que o feto ficou “pendurado no ar”, “completamente fora” do útero, “com todo o líquido amniótico caindo”.

A cirurgia fetal acabou por correr da melhor forma e ao fim de 12 semanas da operação Lynlee nasceu de fato, através de nova cesariana, a 6 de Junho, já com uns mais saudáveis 2,5 quilos.

Oito dias após o parto, a bebê foi novamente operada para a retirada do que restava do tumor.

“Uma espécie de milagre”

A criança já está em casa com a família, em estado perfeitamente saudável, e o médico que fez a operação fala de “uma espécie de milagre”.

Segundo Cass, o teratoma sacrococcígeo é “o tumor mais comum” nos recém-nascidos, mas os casos são “muito raros”.

“Alguns destes tumores podem ser muito bem tolerados, por isso o feto pode nascer com ele e podemos removê-lo depois do nascimento. Mas em metade das vezes, causam problemas para o feto”, explica o médico.

O que acontece é uma espécie de “competição” entre o feto e o tumor, em que os dois tentam crescer. O tumor “suga” fluxo sanguíneo do bebê e “a certa altura ganha, e então o coração simplesmente não consegue aguentar e entra em falência – e o bebê morre”, acrescenta Cass na CNN.

Foi perante este dilema que Margaret Boemer foi colocada, mas a mãe diz que foi “fácil” optar pela cirurgia fetal de risco.

“Queríamos lhe dar vida”, conta. E a sua bebê acabou por nascer duas vezes.

ZAP / Hypeness

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Acordo entre Israel e Emirados é "punhalada pelas costas", denuncia Teerã

"O governo dos EAU e outros governos que o acompanham devem aceitar a responsabilidade por todas as consequências desta ação", destacou o Ministério das Relações Exteriores do Irã. O ministério condenou nesta sexta-feira (14) o acordo …

Fabricante toca música para seus queijos suíços ficarem melhores

O que será que faz com que os queijos suíços sejam tão bons? De acordo com este fabricante, a resposta é a música. Desde setembro, Beat Wampfler coloca grandes sucessos musicais para tocar para seus queijos …

É isso que acontece com seu corpo quando você come muito apenas uma vez

Qual foi a última vez que você comeu tanto, mas comeu muito, a ponto de se empanturrar? No último churrasco de família? Na noite da pizza? No reveillón? No almoço de ontem? Inúmeros estudos investigaram o …

Reino Unido impõe quarentena a viajantes vindos da França. Paris contra-ataca

O Reino Unido impôs uma quarentena obrigatória para os viajantes que entram no território britânico vindos da França, Holanda e Malta, após um aumento dos casos de covid-19 nesses países. Os viajantes terão que ficar isolados …

Israel e Emirados Árabes chegam a acordo de paz histórico

Mediado pelos EUA, pacto visa normalizar relações diplomáticas entre os países. Israel se compromete a suspender anexações de territórios. Emirados Árabes são primeiro Estado do Golfo a estabelecer laços com Tel Aviv. Israel e Emirados Árabes …

Fortnite dá desconto por fora, é banido pela Apple e caso vai parar na justiça

A Epic está processando a Apple pela retirada de Fornite da App Store. Após um embate jurídico entre as duas companhias, o jogo foi bloqueado na loja do iOS, criando reação imediata da desenvolvedora. A história, …

Com 1000 anos, maior cidade pré-colombiana da região dos EUA fica sob a cidade St Louis

Por mais que tenhamos sido ensinados que a história do continente americano começa pela chegada por aqui dos navegadores europeus – e o próprio nome de tal território sublinha essa recorrente doutrinação – o fato …

Asteroide Psyche poderia ser núcleo de planeta que não se formou, dizem cientistas

Cientistas examinaram um asteroide que deve ser visitado por uma missão da NASA em 2022, encontrando provas que suas propriedades atraíram sucessão de outros asteroides. Após realizar diversas simulações em 2D e 3D usando um supercomputador, …

Essa “formiga-diabo” pré-histórica ataca sua presa há 99 milhões de anos

Uma linhagem extinta há tempos, nomeada afetuosamente de “formiga do inferno” ou “formiga-diabo”, foi encontrada presa em âmbar há 99 milhões de anos atrás, com sua mandíbula em formato de foice agarrada firme na presa. No …

Mataram um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros depois de 50 anos de perseguição

Notícia triste para quem luta pela preservação do meio ambiente. Conhecido como Demônio, um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros, que segundo moradores aterrorizava vilarejos na ilhas Bangka Belitung (Indonésia), foi morto na semana …