Bilionários do Vale do Silício apostam em bunkers para vencer fim do mundo

Esqueça a vida no espaço: bilionários do Vale do Silício estão se preparando para o apocalipse comprando bunkers.

A parte mais abastada da população mundial tem se mostrado interessada em adquirir “buracos na terra” equipados para prorrogar a vida deles e suas famílias no caso de uma grande catástrofe global que envolva epidemias, ataques terroristas ou desastres naturais de proporções inimagináveis.

Em entrevista ao “El País”, Dance Vicino, diretor de The Vivos Group, uma empresa especializada no setor (sim, existe um setor especializado nisso), afirmou que a procura por esse serviço aumentou em até 400% com relação a anos anteriores.

Reid Hoffman, do LinkedIn, disse à revista “New Yorker” que cerca de 50% dos bilionários do Vale do Silício já possuem uma espécie de bunker para se abrigar caso o mundo entre em colapso.

Diz-se que Mark Zuckerberg, — dono do Facebook do Instagram e do WhatsApp — tem um bunker em sua mansão em Palo Alto na Califórnia. Elon Musk, bilionário da Tesla e da SpaceX, já demonstrou várias vezes tentar fugir de uma hecatombe, principalmente com seus projetos para ir à Marte. O americano Peter Thiel, cofundador do PayPal, possui um terreno enorme na Nova Zelândia para viver caso o mundo colapse.

A empresa de Vicino cogita ir além: construir um resort com apartamentos subterrâneos na Espanha. O condomínio para lá de “refinado” ficaria na paradisíaca de Marbella, no sul do país e cada residência teria 200 metros quadrados. Toda a estrutura oferecida em um resort tradicional estaria ali, com piscinas, academias e até um sistema requintado de filtragem de ar.

No site da empresa é possível escolher entre as opções oferecidas. Os interessados precisam se cadastrar antes de serem selecionados como elegíveis. Depois de ter o “currículo” aceito, a Vivos escolhe os melhores candidatos para cada abrigo dentro do seu hall de membros. Só depois de passar pelo crivo da empresa é que a pessoa interessada pode comprar uma vaga (ou muitas) no bunker.

Cada vaga para um adulto no abrigo de Indiana, uma das opções da Vivos, por exemplo, custa US$ 35 mil (aproximadamente R$ 189 mil). “Construído durante a Guerra Fria para resistir a uma explosão de 20 mega toneladas, este complexo subterrâneo impermeável acomoda até 80 pessoas por, no mínimo, um ano em total autonomia e sem a necessidade de retornar à superfície”, diz a descrição do complexo no site da Vivos.

Já o abrigo chamado de Vivos xPoint fica na Dakota do Sul, em um terreno onde antigamente funcionava uma base militar. O local abriga 575 bunkers privados que custam entre US$ 17,5 mil e US$ 35 mil por pessoa. A página da empresa traz um mapa hipotético que mostra que a região onde o abrigo fica não é um alvo de bomba nuclear em caso de guerras, nem de submersão em caso de catástrofes naturais que envolvam água.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …

Ministro da Saúde diz que não há mudança de estratégia para a Coronavac

No início desta segunda-feira (21), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, revelou que não haverá qualquer mudança de estratégia para a aplicação da CoronaVac. A declaração do ministro foi feita em audiência ao Senado Federal, revelando …

Há 80 anos, Hitler invadia a URSS – e começava a perder a guerra

Adolf Hitler e seus generais vinham planejando há meses para este momento. No domingo, 22 de junho de 1941, havia chegado a hora: às 3h15 da manhã, a Wehrmacht, forças armadas nazistas, atacou a União …

Com apenas 2% da população imunizada, África quer fabricar suas próprias vacinas anticovid

A África do Sul anunciou nesta segunda-feira a primeira etapa para capacitar seu continente na produção de vacinas anticovid. A conclusão do projeto ainda não tem data prevista, mas a iniciativa já é vista …

Pessoas feias superestimam drasticamente suas aparências

Pessoas pouco atraentes parecem menos capazes de julgar com precisão sua própria atratividade, e tendem a superestimar sua aparência. Não faltam disparidades entre pessoas atraentes e pouco atraentes. Estudos mostram que os mais belos entre nós …

Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico. A agência de …

China supera marca de 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 aplicadas

Quantia representa mais de um terço das doses aplicadas no mundo. Após início lento da imunização, autoridades chinesas querem vacinar completamente 40% da população até o final de junho. O número de doses de vacinas contra …

Brasileiros protestam no exterior contra Bolsonaro e gestão da epidemia

Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de várias capitais brasileiras neste sábado para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e sua gestão da pandemia, que já deixou mais de meio milhão de …

Relíquia do Jurássico: descoberto animal marinho cuja espécie vive há 180 milhões de anos

Um grupo de pesquisadores descreveu uma nova espécie de ofíuros – um animal marinho parecido com as estrelas-do-mar, que recebeu o nome de Ophiojura, informou nesta quinta-feira (17) Tim O’Hara, curador dos Museus Victoria (Austrália) …