Buracos negros supermassivos afinal já existiam bem no início do Universo, segundo estudo

NASA/SOFIA/Lynette Cook

Buracos negros supermassivos são bilhões de vezes maiores que o Sol, estando sua maioria ainda em forte atividade e atraindo matéria para si, aumentando sua massa.

Os buracos negros supermassivos, ao contrário dos estelares que são originados a partir da evolução de estrelas de massa elevada, formam-se por imensas nuvens de gás ou por aglomerados de milhões de estrelas colapsadas.

Sendo assim, como é possível que, como observado recentemente, os buracos negros supermassivos já estivessem presentes quando o Universo, que agora tem 14 bilhões de anos de idade, tinha “apenas” 800 milhões de anos?

Um estudo recente de cientistas de Trieste, na Itália, analisado pelo portal Phys.org, oferece novas pistas sobre a datação da presença desses buracos negros no Universo.

Recorrendo a um modelo teórico de sua autoria, os estudiosos propuseram que o processo de formação dos buracos negros supermassivos teria sido muito mais rápido em suas fases iniciais, ao contrário do que até aqui se pensava, que teria sido bem mais lento.

Monstro cósmico que cresce no centro das galáxias

O crescimento de buracos negros supermassivos ocorre nas regiões centrais das galáxias, onde a formação estelar é extremamente intensa.

Mas as estrelas subsistem pouco tempo, evoluindo rapidamente para enormes buracos negros estelares. Chegados às regiões centrais das galáxias, fundem-se, “criando a semente do buraco negro supermassivo”, lê-se no artigo, citado pelo portal.

“De acordo com as teorias clássicas, um buraco negro supermassivo cresce no centro de uma galáxia capturando a matéria circundante, principalmente gás, crescendo sobre ela e finalmente devorando-a a um ritmo proporcional à sua massa”, por isso era entendido que se trataria de um crescimento lento, disseram os pesquisadores.

O que os cientistas descobriram

Contudo, cientistas italianos demonstraram que o processo era muito mais rápido do que era tido como certo até agora. Segundo seus cálculos, buracos negros supermassivos poderiam ter se formado também no início do Universo, ou seja, 800 milhões de anos após o Big Bang.

Provando, matematicamente, que sua existência era possível em um jovem Universo, os resultados da pesquisa conciliam o tempo necessário para o seu crescimento com os limites impostos pela idade do Universo.

A teoria pode agora ser validada com recurso a detectores de ondas gravitacionais, nomeadamente o telescópio Einstein, a antena espacial a laser LISA e pelo observatório de ondas gravitacionais LIGO/Virgo.

Os cientistas pretendem ainda “desenvolver modelos teóricos, como o idealizado neste caso, que sirvam para capitalizar a informação proveniente das experiências das ondas gravitacionais atuais e futuras, e dessa forma fornecer soluções para questões não resolvidas ligadas a astrofísica, cosmologia e fundamentos da física”, referiu Andrea Lapi, autora principal, citada pelo portal.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Superlua Rosa: satélite atinge proximidade máxima com a Terra

Na próxima terça-feira (7), os entusiastas da astronomia vão poder testemunhar um conhecido e belo fenômeno dos céus que acontece anualmente. A Superlua Rosa é o momento em que o satélite atinge proximidade máxima com a …

Empresas brasileiras lançam manifesto contra demissões

Dezenas de empresas assinam texto pedindo que companhias se comprometam a não demitir nos próximos dois meses, mesmo diante dos impactos econômicos provocados pelas medidas de isolamento para conter o coronavírus. Um grupo de 41 empresas …

Bill Gates vai financiar sete pesquisas de vacina contra COVID-19

Bill Gates, o fundador, ex-CEO e atual filantropo, anunciou durante entrevista no talk show norte-americano Daily Show With Trevor Noah que, por meio de sua própria fundação, estará financiando sete pesquisas clínicas que buscam descobrir …

Bolsonaro é denunciado no TPI por “crime contra a humanidade”

A Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) denunciou o presidente Jair Bolsonaro por crime contra a humanidade no Tribunal Penal Internacional.  A denúncia foi protocolada nesta quinta-feira (2) na corte de Haia. Segundo …

O primeiro ‘autor’ do mundo era uma mulher

Enheduanna viveu no século 23 antes da nossa era na Mesopotâmia. Princesa, sacerdotisa e poeta, ela pode se orgulhar de ter sido a primeira autora do mundo a ter seu nome conhecido em uma época …

Maduro envia carta ao povo dos EUA pedindo "cessação das sanções"

Nicolás Maduro enviou uma carta ao povo dos Estados Unidos expressando uma mensagem de solidariedade e paz, e pedindo fim das ameaças militares e das sanções contra Venezuela. No documento, o chefe de Estado venezuelano exprime …

Governo dos EUA alerta população para novo "11 de Setembro" devido à covid-19

Chefe da Saúde Pública do país prevê que próxima semana será "a mais difícil e mais triste da vida da maioria dos americanos". Ele compara repercussão a dois dos maiores traumas da história dos Estados …

Quarentena em todo o mundo deixou a crosta terrestre mais "silenciosa"

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus (SARS-CoV-2) estão deixando a Terra mais silenciosa - ao menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos. É que as atividades humanas, tais como a circulação …

IA sincronizada com música cria rostos falsos, o resultado pode se aterrorizante

As pessoas ainda aprendem a melhor forma de empregar as redes neurais artificiais, aprendizado de máquina e avanços em inteligência artificial. Entre as pesquisas práticas há a busca por empregar essas técnicas de forma a …

Coronavírus: 92% das mães nas favelas dizem que faltará comida após um mês de isolamento

"Muitas pessoas entraram na linha de pobreza da noite para o dia. O casal que trabalhava no shopping na semana retrasada, que recebia por semana, fez a compra da semana passada e nesta semana já …