Buracos negros são maiores e crescem mais rápido do que se pensava

ESO/WFI, MPIfR/APEX/A. Weiss et al., NASA/CXC/CfA/R. Kraft et al.

O poder de um buraco negro supermaciço pode ser visto nesta imagem de Centauro A, um dos núcleos galáticos ativos mais próximos da Terra

Os buracos negros do Universo crescem mais rapidamente que as estrelas das galáxias onde eles estão posicionados e são maiores do que se acreditava até agora, diz um estudo publicado nesta quinta-feira (15) nas Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

Os astrofísicos do Instituto de Ciências do Espaço (ICE-CSIC) da Espanha e do Instituto de Estudos Espaciais da Catalunha (IEEC), dirigidos por Mar Mezcua, analisaram 72 buracos negros em algumas das galáxias mais brilhantes e massivas do Universo, situadas no centro de cúmulos de galáxias que se encontram a distâncias de aproximadamente 3,5 bilhões de anos luz da Terra.

Para realizar a descoberta, os especialistas utilizaram dados do observatório de raios X Chandra da NASA e dos comprimentos de ondas de rádio dos telescópios Australia Telescope Compact Array (Austrália), Karl G. Jansky Very Large Array (EUA) e do Very Long Baseline Array, também nos Estados Unidos.

Mezcua e seus colaboradores estimaram as massas dos buracos negros dos cúmulos de galáxias utilizando uma relação entre a massa de um buraco negro e as emissões em ondas de rádio e raios X associadas a ele.

Segundo Mezcua, os cientistas “acreditavam que as massas dos buracos negros eram dez vezes maiores que as estimadas por outro método que assumia que os buracos negros e suas galáxias cresciam ao mesmo tempo“.

Encontramos buracos negros que são muito maiores do que esperávamos. Talvez começaram antes sua corrida para crescer ou, talvez, tiveram uma vantagem em sua velocidade de crescimento que durou bilhões de anos”, disse Mezcua.

Os pesquisadores descobriram que quase metade dos buracos negros de sua amostragem tinham massas de, pelo menos, 10 bilhões de vezes a massa do Sol, o que os situa em uma categoria de massa extrema, que alguns astrônomos denominam buracos negros “supermassivos”.

“Sabemos que os buracos negros são objetos extremos”, indicou a coautora do estudo Julie Hlavacek-Larrondo, da Universidade de Montreal (Canadá), “por isso que, possivelmente, não surpreende o fato de os exemplos mais extremos quebrarem as regras que pensávamos que deveriam seguir”.

Segundo o IEEC, outro estudo internacional também confirmou que o crescimento dos maiores buracos negros do Universo está superando a taxa de formação de estrelas nas galáxias onde eles estão situados.

Durante muitos anos, os astrônomos obtiveram dados sobre a formação de estrelas nas galáxias e do crescimento dos buracos negros supermassivos (ou seja, aqueles que têm massas de milhões e de bilhões de vezes a do Sol) situados em seus centros.

Esses dados sugeriam que os buracos negros e as estrelas em suas galáxias cresciam ao mesmo tempo, mas os resultados de dois grupos de pesquisadores, que realizaram seus estudos de maneira independente, coincidiram em afirmar que os buracos negros das galáxias massivas cresceram muito mais rapidamente que nas inferiores em massa.

Ciberia // EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Máscara com nariz de fora rende eliminação de exame e prisão de candidato

Um homem de 49 anos foi preso no Japão após se recusar a utilizar corretamente uma máscara facial durante um exame de admissão para faculdade. Ele foi desqualificado da prova e acabou tomando as notícias …

Esconderijo moedas de ouro medievais são descobertas em uma fazenda na Hungria

No século XVI, um ataque do Império Otomano pode ter levado húngaros em pânico a enterrar um estoque de valiosas moedas de prata e ouro. Agora, arqueólogos descobriram este tesouro enterrado em uma fazenda moderna …

Vacina covid-19. As respostas para as 10 perguntas mais procuradas sobre vacinação nas últimas 24 horas

A aprovação da CoronaVac (Sinovac/Instituto Butantan) e da CoviShield (FioCruz/Universidade de Oxford/AstraZeneca) representou um enorme avanço para conter a pandemia de covid-19, que já vitimou quase 210 mil brasileiros. Essas duas vacinas são as primeiras …

Satélites Starlink agora são invisíveis a olho nu, mas não para telescópios

Quando a SpaceX lançou as primeiras 60 unidades da rede Starlink em maio de 2019, a comunidade científica expressou preocupações, prevendo que as observações astronômicas seriam afetadas pelo brilho das unidades que compõe a constelação …

Sites de Apostas Legalizados no Brasil: fique atento

Com o crescimento dos sites de apostas esportivas, é preciso ficar atento a quais deles atuam de maneira legal no mercado e quais estão trabalhando ilegalmente. Infelizmente, os novatos no mundo das apostas podem acabar tendo …

Europa e EUA exigem que Rússia liberte Alexei Navalny

Detenção do ativista russo gera onda de condenações no Ocidente, sendo classificada como tentativa inaceitável de silenciar o crítico de Putin que foi alvo de envenenamento. Juiz determina prisão preventiva por 30 dias. A União Europeia, …

"O que vai curar a economia é a vacinação", diz economista do setor de comércio brasileiro

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) reduziu a previsão de crescimento do setor mesmo com o início da vacinação. Para discutir a questão, a Sputnik Brasil conversou com Fábio Bentes, …

Covid-19: Austrália não deve reabrir fronteiras antes de 2022

A Austrália não deve reabrir suas fronteiras para viajantes estrangeiros em 2021, apesar do avanço das campanhas de vacinação em todo o mundo. A afirmação é do secretário da Saúde, Brendan Murphy, um dos …

Burger King revela seu 1º sanduíche 100% vegano

As lojas britânicas do Burger King agora têm um sanduíche inteiramente vegano. Desde o último dia 11 de janeiro a rede de fast food disponibiliza em seu cardápio no país o Vegan Bean Burger, um …

Novo implante controla fome e pode substituir cirurgia bariátrica

Um implante simples de um dispositivo sem fio, que controla o apetite, pode substituir a cirurgia bariátrica. Ele foi criado por médicos e pesquisadores da Universidade A&M do Texas, EUA e pode ajudar na perda de …